General dos Fuzileiros Navais dos EUA, David H. Berger, se negou a vacinar tropa contra Covid-19 #boato

Boato – David H. Berger, general dos Fuzileiros Navais dos EUA, critica vacina e é contrário à imunização obrigatória de sua tropa.

O mundo todo tem enfrentado desafios no processo de imunização contra a Covid-19 por causa das fake news. Os grupos negacionistas e antivacina seguem compartilhando informações falsas que causam dúvidas e pânico entre a população.

E não é apenas no Brasil que as histórias falsas sobre as vacinas têm feito com que muita gente não se vacine. Nos Estados Unidos, as taxas de imunização só aumentaram após diversas entidades começarem a exigir o passaporte da vacina.

Mas de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, parece que muitas pessoas seguem intransigentes. Segundo a publicação, o general dos Fuzileiros Navais dos EUA, David H. Berger, teria se negado a tomar a vacina contra a Covid-19. Ainda de acordo com a história, Berger também teria se recusado a aceitar a ordem de vacinação obrigatória para sua tropa. Confira:

“GENERAL SACO ROXO LÁ NOS EUA OS OFICIAIS GENERAIS, PARA ATINGIREM ESSE ALTO POSTO NA CARREIRA MILITAR, HOMENS E MULHERES TÊM QUE PARTICIPAR DE UMA GUERRA OU CONFLITO ARMADO! – *”Não haverá vacinação obrigatória para meus fuzileiros navais”*-, disse o general do Corpo de Fuzileiros Navais *David H. Berger* ao secretário de Defesa Lloyd Austin em um telefonema acalorado.  – *”Sob nenhuma circunstância os fuzileiros navais serão forçados a receber uma vacina potencialmente perigosa que o FDA nem mesmo endossará totalmente”* -Berger disse a Austin após a declaração que ele enviou em que exige que todo o pessoal das Forças Armadas se submeta à Vacinas Covid-19 sob ameaça da corte marcial.

_ *“Você é um covarde e um traidor, manipulado por pessoas que impõem más políticas aos homens e mulheres que dão segurança à nossa nação.  Nem você nem seu presidente fantoche têm autoridade para fazer cumprir tal política ”* atacou Berger . Austin respondeu: -“Se conservadores e evangélicos virem nossas forças de combate vacinadas, eles estarão mais propensos a se vacinarem também”, disse Austin. O general Berger disse que era injusto comparar as vacinas estabelecidas com um produto que foi lançado com pouca preocupação com os efeitos colaterais. _ * Ele ligou para o CDC e para o Dr. Fauci e os chamou de corruptos e perguntou a Austin por que a administração fantoche negou ao público um relatório do NIH relacionando a vacinação a milhares de mortes.* _

_ * “Se alguém morrer, você diz que foi Covid-19.  Recusa-se a admitir que a vacina tenha efeitos colaterais que podem incluir a morte de certas pessoas. “* __ * “Caso você não saiba, Biden não está no comando do Exército, e nem você. Você pode vender todas as mentiras que quiser para a mídia. Você vendeu sua alma, Lloyd, e espero que possa viver consigo mesmo “* _ disse o general Berger. O general Berger disse ter o apoio de outros Chefes de Estado-Maior Conjunto e imploraria que ignorassem as ordens ilegais vindas da administração ilegítima.  _ * “Se um soldado quer a vacina, tudo bem.  Do contrário, você não está arregaçando as mangas.  Se você tentar vacinar à força mesmo um dos meus fuzileiros navais, *é melhor vir armado* ”* _, disse o general Berger, e desligou o telefone”.

General dos Fuzileiros Navais dos EUA, David H. Berger, se negou a vacinar tropa contra Covid-19?

A informação ganhou destaque em grupos negacionistas nas redes sociais, em especial, no Facebook. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem da informação.

Ao olhar para a mensagem, é possível perceber que ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter alarmista, alguns erros de português e a falta de fontes confiáveis.

Além disso, o histórico de fake news sobre vacinas ao longo da pandemia é extenso. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que Myriam Bourla, esposa do CEO da Pfizer, teria morrido após tomar a vacina contra a Covid-19. Também a que indicava que Bill Gates teria contestado as vacinas, afirmando que elas falharam e, por fim, a que apontava que o CEO da Pfizer teria sido preso por fraude em testes em vacina.

Ao pesquisar por mais informações sobre o assunto, não encontramos nada além da história que está circulando nas redes sociais. Quando analisamos o site que serve como fonte da história, descobrimos que se trata de um site estadunidense conhecido por criar fake news. Ao ler as informações do site, é possível perceber que a própria página afirma que cria notícias satíricas.

Se isso não bastasse, a história acabou desmentida em diversos sites locais. De acordo com o serviço de fact-checking da Reuters, o site responsável pela informação já publicou diversas outras histórias que foram desmentidas nos EUA. Segundo o USA Today, representantes da Marinha afirmaram que a história é falsa e não se baseia em fatos. Já o serviço de checagem Snopes mostrou como o site que deu origem à história já causou outras confusões.

Por fim (e totalmente importante), o general David H. Berger já se vacinou contra a Covid-19. Em dezembro de 2020, o general não só postou uma foto recebendo o imunizante como também encorajou as pessoas a se vacinarem.

Em resumo: a história que diz que o general dos Fuzileiros Navais dos EUA, David H. Berger, teria se posicionado contra a vacinação obrigatória de sua tropa é falsa! A notícia surgiu em um site bastante conhecido por publicar outras fake news. O próprio site afirma que cria notícias satíricas e que não condizem com a realidade. Se isso não bastasse, a própria Marinha dos EUA desmentiu a informação. Por fim, o próprio general publicou uma foto tomando a vacina contra a Covid-19 e encorajando todos a fazerem o mesmo. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso