Filho de Joe Biden lavou dinheiro da Ucrânia e por isso EUA iniciou guerra #boato

Boato – Hunter Biden, filho de Joe Biden, lava dinheiro na Ucrânia que está relacionado ao tráfico humano e à prostituição.

A guerra entre Rússia e Ucrânia parece estar longe de ter um fim. Após duas rodadas de negociações, os presidentes da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e da Rússia, Vladimir Putin, não chegaram a um acordo.

Com isso, as tropas russas seguem avançando pelo território ucraniano, enquanto muitos moradores tentam deixar o país. Ainda que Rússia e Ucrânia não tenham chegado a um acordo de cessar fogo, os dois países concordaram na criação de corredores humanitários para que os ucranianos possam fugir.

E em meio à toda essa situação, uma história tem circulado nas redes sociais. De acordo com uma publicação, Hunter Biden, o filho do presidente dos EUA, Joe Biden, teria lavado dinheiro na Ucrânia. Segundo a história, esse teria sido o motivo pelo qual os Estados Unidos iniciou a guerra no leste europeu. Ainda segundo a publicação, Hunter Biden também estaria associado à lavagem de dinheiro de tráfico humano para a prostituição. Confira:

Versão 1: “O filho do Biden lava direito sujo em vários países. De onde vem tantos bilhões ilegais da família do Biden? Qual negócio de sucesso que gera dinheiro sujo pra lavar em vários países como na Ucrânia?”. Versão 2: “Curioso o filho do Biden, também está associado a lavagem de dinheiro de tráfico humano pra prostituição na Ucrânia. Conhecida como a lanvandaria do leste…”. Versão 3: “Procurem um pouco sobre a lavagem de dinheiro do Filho do BIDEN na Ucrânia”.

Filho de Joe Biden lavou dinheiro da Ucrânia e por isso EUA iniciou guerra?

A informação viralizou rapidamente nas redes sociais, em especial, no Twitter e agitou grupos bolsonaristas. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de provas e da origem da história.

Não precisamos nem lembrar que, infelizmente, o confronto entre Rússia e Ucrânia se tornou um dos assuntos mais abordados no mundo das fake news. Em especial, histórias falsas pró-Rússia. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que Maduro teria ameaçado o Brasil e o Bolsonaro, após declarar apoio a Putin e à Rússia, em 2022. Também a que indicava que a Miss Ucrânia, Anastasiia Lenna, teria se juntado ao exército para lutar contra a Rússia e, por fim, a que apontava que a Rússia iria montar uma fábrica no Brasil, vender combustível barato e virar parceiros em manobras militares.

Ao ler a história, logo percebemos que se trata de uma fake news que, há algum tempo, circula na internet. O que ocorreu é que alguém simplesmente ressuscitou uma acusação falsas que foi criada durante as eleições presidenciais dos Estados Unidos, em 2020. Na época, a internet registrou uma enxurrada de histórias falsas contra o então candidato Joe Biden.

Naquela oportunidade, a acusação indicava que Hunter Biden teria apresentado o pai, Joe Biden, a um alto executivo de uma empresa de energia ucraniana, pouco antes de Joe Biden, supostamente, pressionar funcionários do governo da Ucrânia para demitirem um promotor que estava investigando a empresa. De acordo com as notícias da época, a história se sustentava em um suposto e-mail de agradecimento do tal executivo para Hunter Biden.

Mas a história não durou muito tempo. Após a publicação da informação (que se sustentava em apenas um site e um suposto e-mail), o ex-presidente dos EUA, Donald Trump, até chegou a usar a história para se promover contra Biden. Mas os serviços de checagem do país, como o Fact Check, explicaram que a história surgiu a partir da distorção de fatos. Ainda segundo eles, não existem outras provas que possam assegurar a veracidade da história.

Não satisfeitos, os disseminadores de fake news ainda conseguiram piorar a situação (e a história). Com isso, novas histórias falsas começaram a circular na internet, como a que dizia que Hunter Biden, filho de Joe Biden, teria torturado e abusado de crianças chinesas. A equipe do Boatos.org, claro, desmentiu essa história por aqui.

Em resumo: a história que diz que Hunter Biden, filho de Joe Biden, estaria lavando dinheiro na Ucrânia e, por isso, os EUA teria iniciado a guerra é falsa! A história surgiu do nada e se baseia em uma acusação antiga, de 2020, quando Biden ainda era candidato à Presidência dos EUA. Na época, um site acusava Biden de manter ligações com executivos de uma empresa na Ucrânia, por meio de seu filho, Hunter Biden. Acontece que não existe mais nenhuma prova sobre o assunto, apenas a acusação do site. Por fim, serviços de checagem acabaram desmentindo a informação, apontando que além da falta de evidências, não houve nenhuma atualização sobre o caso. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso