Rússia vai montar fábrica de aviões no Brasil, vender combustível barato, triplicar importações e virar parceiro em manobras militares #boato

Boato – Informações da Rússia dão conta que visita de Bolsonaro a Putin rendeu um acordo para fábrica de aviões no Brasil, convite para Brasil presenciar manobras militares, triplicação de exportações e importação de petróleo a baixo custo.

A visita do presidente Jair Bolsonaro à Rússia rendeu algumas notícias falsas. Até o momento, todas estavam relacionadas à situação da Ucrânia (e apontam o presidente brasileiro como o responsável pela paz). Agora, surgiu uma mensagem com um “saldo” do que seria a visita dele.

Um texto aponta para tudo que o encontro entre Bolsonaro e Putin rendeu. Na lista, estavam acordos para compra de combustíveis com preço baixo, construção de fábrica de aviões na Rússia, triplicação de importação de produtos brasileiros e até uma espécie de parceria militar entre Brasil Rússia. Leia o texto que está circulando por aí:

Informação da Rússia: 1- Russos vão fornecer fertilizantes, nas quantidades que o Brasil precisar, em tróca de alimentos que o Brasil produz. 2- Vão montar no Brasil, fábricas de aviões (militares e civis), com transferência de tecnologia. 3- Os russos vão vender combustíveis para o Brasil, abaixo dos preços da OPEP (vai baixar o preço interno da gasolina, óleo diesel, querosene de aviação, óleo combustível, etc… . 4- Os russos estão triplicando os pedidos de produtos brasileiros, de 18° parceiro comercial do Brasil, passará a ser o 8° 5- O Brasil foi convidado a participar com as Fôrças Armadas, das manobras militares de 2023, na Rússia e os russos foram convidados a participarem com as Fôrças Armadas, das manobras militares a serem realizadas no Brasil em 2023.

O Brasil é um País soberano e não se dobra a exigências de potências estrangeiras, vai buscar parceiros onde lhe convier. Países estrangeiros vinham explorando o Brasil, com preços inflacionados dos combustíveis refinados. Fomos buscar um parceiro fornecedor, que é um dos maiores do mundo e não pertence a OPEP (que faz cartel do petróleo e derivados). Países estrangeiros que detém grandes jazidas de potássio, estavam regulando o fornecimento de fertilizantes para o Brasil, pois nossa agricultura é altamente competitiva e está concorrendo, com vantagem, com a agricultura dos gringos. Fomos buscar um parceiro que é um dos maiores produtores de fertilizantes do mundo. Estuda-se a construção no Brasil de uma Base Espacial de lançamento de Satélites e Veículos Espaciais. E muitas coisas mais. Nosso Presidente BOLSONARO não dá ponto sem nó!

Rússia vai montar fábrica de aviões no Brasil, vender combustível barato, triplicar importações e virar parceiro em manobras militares?

Não demorou para a mensagem se espalhar com todas as forças entre grupos bolsonaristas em redes sociais. Só que, ao contrário do que o texto sugere, o Brasil não “conquistou” (se é que “conquistar” é o termo certo) todas essas parcerias com a Rússia. Como o texto do boato circulou em tópicos, vamos também desmentir em tópicos. Antes disso, temos algumas informações “gerais” para apontar.

A primeira delas está nas características da mensagem que circula por aí. Ela, assim como um “bom boato” que circula em redes sociais, é vaga, alarmista, tem erros de português e não cita nenhuma fonte confiável que comprove a tese em questão. A segunda é que os acordos em questão seriam de péssimo tom em um momento como esse. Imagine só como o mundo olharia para o Brasil se um “acordo militar com Putin” fosse fechado em um momento de tensão da Rússia com a Otan. Mais perderíamos do que ganharíamos com isso. Agora, sim, vamos aos tópicos.

O primeiro deles, que fala do acordo sobre fertilizantes, é o único real da mensagem. Na realidade, o principal objetivo comercial de Bolsonaro na Rússia era garantir o abastecimento de fertilizantes para o agronegócio do Brasil. Isso está em mais detalhes nesta matéria do Canal Rural. Todo o resto que está circulando na mensagem é falso

Aos tópicos “militares”. Não há muita lógica (como falamos anteriormente) na Rússia e Brasil fecharem acordos para construção de aviões militares no nosso país. Essa hipótese já é ventilada há muito tempo. Porém, nada avançou na visita de Bolsonaro em relação a isso. Vale apontar que uma notícia como essa cairia como uma bomba globalmente. Porém, ela só consta em redes sociais. Não há uma fonte confiável em relação a isso.

Sobre as manobras militares, também seria uma afronta em um momento como esse. É possível que sequer Bolsonaro tem interesse neste tipo de “parceria” que, veja bem, poderia ser, inclusive uma ameaça à soberania nacional do Brasil. O mesmo pode ser dito em relação à construção da base espacial no Brasil.

Sobre importações. É possível que a visita de Bolsonaro a Putin renda o incremento de importações, principalmente em relação a produtos da pecuária brasileira. Porém, não há confirmação de “triplicação das importações” e, muito menos, de salto de posição do Brasil como parceiro comercial. Na realidade, o que a mensagem aponta não passa de um chute.

Por fim, os combustíveis. Não há nada sobre a Rússia vender petróleo para o Brasil por preço abaixo do “tabelado” em fontes confiáveis. Trata-se de mais uma informação que brotou na mensagem em questão.

Resumindo: a mensagem que aponta que a Rússia resolveu vender combustíveis barato para o Brasil, fazer parcerias militares e abrir uma fábrica de aviões e base de lançamento de foguetes é falsa. Com exceção do tópico que fala dos fertilizantes, mais nada que está na mensagem é resultado da visita de Bolsonaro a Putin.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet