Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Entretenimento > É falso que Luis Fernando Verissimo seja o autor do texto “Pressão” sobre “remédio”, “praga” e “hipocondríaco”

É falso que Luis Fernando Verissimo seja o autor do texto “Pressão” sobre “remédio”, “praga” e “hipocondríaco”

Luis Fernando Verissimo é autor do texto pressão que fala de remédio da pressão, praga de governo e hipocondríaco, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Luis Fernando Verissimo é o autor de um texto chamado pressão que fala sobre “remédio da pressão”, “praga de governo” e hipocondríaco.

Análise

Um dos nomes mais populares quando falamos em textos falsos na internet é o do escritor Luis Fernando Verissimo. Autor de livros clássicos e crônicas deliciosas do tempo de antes da internet, ele tem sido muito compartilhado pelo que não escreveu.

Na história de hoje, está circulando um texto que aponta que ele seria o autor de um texto chamado “Pressão”. No conteúdo, há trocadilhos com o “preção alto”, “consulta salgada”, governo que é uma praga” e “país sem remédio”. Leia:

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

Pressão Luiz Fernando Veríssimo Eu tomo um remédio para controlar a pressão. Cada dia que vou comprar o dito cujo, o preço aumenta. Controlar a pressão é mole. Quero ver é controlar o preção. Tô sofrendo de preção alto.

O médico mandou cortar o sal. Comecei cortando o médico, já que a consulta era salgada demais. Para piorar, acho que tô ficando meio esquizofrênico. Sério! Não sei mais o que é real. Principalmente, quando abro a carteira ou pego extrato no banco.. Não tem mais um Real.

Sem falar na minha esclerose precoce. Comecei a esquecer as coisas: Sabe aquele carro? Esquece! Aquela viagem? Esquece! Tudo o que o presidente prometeu? Esquece! Podem dizer que sou hipocondríaco, mas acho que tô igual ao meu time: – nas últimas.

Bem, e o que dizer do carioca? Já nem liga mais pra bala perdida… Entra por um ouvido e sai pelo outro. Faz diferença… “A diferença entre o Brasil e a República Checa é que a República Checa tem o governo em Praga e o Brasil tem essa praga no governo” “Não tem nada pior do que ser hipocondríaco num país que não tem remédio”

Checagem

Para realizar a checagem do conteúdo, vamos responder às seguintes questões: 1) É verdade que o texto “Pressão” é de autoria de Luis Fernando Verissimo? 2) Quem é o autor do texto “Pressão”? 3) Quais são outros textos falsamente atribuídos a Luis Fernando Verissimo?

É verdade que o texto “Pressão” é de autoria de Luis Fernando Verissimo?

Não. Na realidade, se trata de mais um caso (não o primeiro ou o último) de texto falsamente atribuído ao escritor gaúcho. Para começar, o texto não consta em nenhuma das obras ou crônicas dele.

Não bastasse isso, o texto não segue a linha de estilo literário de Verissimo. O escritor é muito mais elegante no seu humor e críticas políticas (o texto está mais para “Praça é Nossa” ou “Zorra Total”).

Além disso, ele surgiu anônimo e só depois ganhou a autoria (na maioria das versões, inclusive, com o nome errado). Não bastasse, o texto está no rol de conteúdos falsamente atribuídos a ele. 

Quem é o autor do texto “Pressão”?

Descobrimos que o texto que está circulando na internet é uma mistura de diversos textos. O “Pressão”, de fato, tem autoria desconhecida (não sabemos de quem é, mas sabemos de quem não é). O trecho que fala de “praga de governo também”. Porém, a parte que fala “Não tem nada pior do que ser hipocondríaco num país que não tem remédio” é de Silvio Lach.

Quais são outros textos falsamente atribuídos a Luis Fernando Verissimo?

Já desmentimos muitos textos falsamente atribuídos a ele. Desmentimos histórias que falavam do “fim da árvore genealógica”, amizade e política, “depilação” (caramba), degustação, BBB (bem crítico, aliás) e MAM.

Conclusão

Fake news ❌

É falso que o texto “Pressão” (ou os outros que estão a reboque) seja Luis Fernando Verissimo. Além de o conteúdo não condizer com o estilo dele, pelo menos parte do conteúdo já tem autor definido (que não é o escritor).

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).