Tereza Cristina, ministra da Agricultura, grava áudio sobre 7 de setembro, greve dos caminhoneiros e intervenção militar #boato

Boato – Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, gravou áudio falando sobre manifestações do dia 7 de setembro e greve dos caminhoneiros.

Desde que o cantor Sérgio Reis anunciou em suas redes sociais, no dia 14 de agosto de 2021, que estaria organizando uma manifestação pró-Bolsonaro, muitos apoiadores do presidente Brasil ficaram alvoroçados. Na publicação, Sérgio Reis afirmou que o movimento vai acontecer no dia 7 de setembro e tem apoio dos caminhoneiros.

Não demorou muito para que a informação se espalhasse e mais pessoas começassem a divulgar o convite. E é claro que as fake news não ficariam de fora dessa. De acordo com uma história que começou a circular nas redes sociais, a ministra da Agricultura Tereza Cristina teria gravado um áudio sobre as manifestações de 7 de setembro, a greve dos caminhoneiros e a intervenção militar.

No áudio, a mulher aponta que o Brasil não vai virar uma Argentina, que o país precisa se livrar da “peste” do Congresso e do STF, que o agronegócio vai apoiar os caminhoneiros nas manifestações, que os caminhoneiros irão organizar uma enorme greve, que os governadores brasileiros mataram pessoas por privá-las do “tratamento precoce”, que as manifestações serão transmitidas para todo o mundo com apoio de Mike Lindell e que as Forças Armadas irão intervir no dia 7 de setembro e, por isso, as pessoas precisam estocar alimentos. Confira:

Confira o desmentido em vídeo:

Versão 1: “ÁUDIO IMPORTANTÍSSIMO SOBRE O 7 DE SETEMBRO. VEJA O QUE A MINISTRA TEREZA CRISTINA FALA SOBRE O EDUARDO BOLSONARO TER IDO AOS ESTADOS UNIDOS. TRUMP E MIKE LINDELL VÃO MOSTRAR O EVENTO DO 7 DE SETEMBRO DAQUI PARA O MUNDO”. Versão 2: “Ouve o que a ministra da agricultura Tereza Cristina  diz”, “MINISTRA TEREZA CRISTINA FALA SOBRE 7 DE SETEMBRO !!!”.

Versão 3: “Boa noite, gente querida. Eu garanto pra vocês que o setor do agro não retrocede, viu? O maior e o pior pesadelo dos grandes empresários do agronegócio é que seja feito conosco aqui o que já ocorre na Argentina. Esta é uma batalha de tudo ou nada, onde o pessoal do agro, pelo menos e eu sou do setor, eles estão comprometidos em auxiliar o nosso governo, porque nós o elegemos, a se livrar dessa peste perniciosa que é o Congresso Nacional e o STF. Eles estão reescrevendo a Constituição Federal, tá? E tomando arbitrariamente todas as medidas em conluio, um apoiando o outro, pra virar o Brasil do avesso. O pessoal do agro não vai permitir isto, tá? […] É uma família, nós somos uma família, gente. E nós temos sempre no nosso coração o caminhoneiro brasileiro, porque é ele que faz o transporte de tudo isso. Nós vivemos em simbiose, o agro vive em simbiose com o caminhoneiro, com o estradeiro, com o transportador. […]

E esses pústulas, governadores, todos de esquerda, porque centro é esquerda, desviarem e tirarem, removerem o direito à saúde do cidadão. Essa gente tem que pagar o preço da aposta que fizeram. A responsabilidade deles e o sangue nas mãos, de vidas que foram impedidas de serem abençoadas com o tratamento precoce, com cloroquina, com azitromicina, com ivermectina, enfim, o mesmo tratamento natural com suplemento de zinco, de vitamina D. […] Nós não estamos sozinhos aqui, não foi a toa que o deputado Eduardo Bolsonaro foi participar do simpósio do Mike Lindell, porque o Lindell e o Trump eles têm uma plataforma de mídia própria. O que vai acontecer aqui, em setembro, no Brasil, vai ser enviado e transmitido e divulgado lá dentro dos Estados Unidos. […] Com auxílio do nosso presidente, que está parceiro das Forças Armadas. […] Acredito que nós vamos ter uma reprise, maior inclusive, do que foi, do que conta a história do ano de 1964, tá? Então, tenham fé, tenham paciência, tenham fé, orem e mantenham-se calmos. Façam sim uma provisão de alimentos pra… Comprem dois ranchos, não é? Pro mês de setembro, outubro, porque se uma semana de parada de caminhoneiro, olha só, uma única semana de parada de caminhoneiro já causa um desabastecimento grande, imagina 15 dias, três semanas, um mês inteiro se for preciso, tá? Medicamento também, como disse o pastor […] Eu não posso falar do setor comercial, tá? Porque eu não tenho acesso, mas parece que eles estão parceiros também […]”.

Tereza Cristina, ministra da Agricultura, grava áudio sobre 7 de setembro, greve dos caminhoneiros e intervenção militar?

A informação caiu como uma bomba nas redes sociais, em especial, no Twitter e no WhatsApp e causou burburinho na internet. Apesar disso, a história não tem nada de real. A explicação fica por conta da origem do áudio e das informações, já desmentidas, que são ditas na histórias.

Poucos dias após a divulgação das manifestações pró-Bolsonaro, diversas fake news começaram a circular na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu algumas delas, como a que dizia que os caminhoneiros iriam realizar um protesto no dia 7 de setembro a favor do voto impresso. Também a que indicava que a manifestação de 7 de setembro teria intervenção militar, fim do STF e a classe de caminhoneiros parada por 72 horas e, por fim, a que apontava que um vídeo mostrava o vice-presidente Hamilton Mourão convidando o povo brasileiro para as manifestações do dia 7 de setembro de 2021.

Ao escutar o áudio, percebemos que ele apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista e a falta de provas. Se isso não bastasse, ao analisar o conteúdo do áudio, percebemos que ele retoma diversas histórias falsas já desmentidas aqui no Boatos.org.

Para começo de história, a afirmação de que o Brasil não poderia virar a “Argentina comunista”, que estaria passando por um verdadeiro caos, tem sido desmentida por aqui desde o início da pandemia, em 2020.

Em segundo lugar, a afirmação de que os caminhoneiros vão organizar uma greve no dia 7 de setembro de 2021. Assim como já explicamos por aqui, caminhoneiros não realizam greves por questões políticas, mas sim por coisas que, de alguma forma, afetam a classe. Se isso não bastasse, as principais lideranças da classe já afirmaram que não irão participar das manifestações do dia 7 de setembro de 2021.

Em terceiro, a afirmação de que o tratamento precoce poderia ter salvo a vida de milhares de brasileiros e que os governadores do país impediram que isso acontecesse. Não é nem preciso lembrar que nós do Boatos.org passamos boa parte da pandemia desmentindo histórias sobre o assunto. Se isso não fosse o suficiente, pesquisadores já provaram por a + b + c + d +… que o tratamento precoce não funciona e, além disso, pode acarretar problemas de saúde.

O quarto ponto é a afirmação de que o país teria uma intervenção militar no dia 7 de setembro de 2021. Além dessa ladainha ser antiga, até o momento nenhuma história conseguiu garantir que isso vá ocorrer. Se isso não bastasse, o próprio Exército já se demonstrou incomodado com falas do presidente Jair Bolsonaro que buscavam politizar a instituição.

Se a viagem já não fosse pouca, ainda temos as afirmações de que o Brasil deveria acabar com o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso. O que seria algo bastante estranho vindo da ministra da Agricultura Tereza Cristina, que é deputada federal. Além disso, o áudio não condiz em nada com a postura da ministra, que apesar de apoiar o presidente Jair Bolsonaro, adota uma postura mais moderada.

Se isso não fosse o suficiente, a voz que aparece no áudio não parece a da ministra da Agricultura Tereza Cristina. O sotaque da mulher que fala no áudio tem os “Es” e os “Os” bastante acentuados e pronunciados, bem como o “R” vibrante (com som do “tepe”) no final das palavras, que são características bastante comuns no sotaque do sul do Brasil, por conta de sua colonização italiana e alemã. A ministra Tereza Cristina nasceu em Campo Grande (MS) e não fala dessa forma.

Por fim, entramos em contato com a assessoria da ministra da Agricultura Tereza Cristina para esclarecermos a questão. Em nota, eles negaram que o áudio tenha sido gravado pela ministra e desconhecem a autoria do áudio.

Em resumo: a história que diz que a ministra da Agricultura Tereza Cristina teria gravado um áudio falando sobre as manifestações do dia 7 de setembro, indicando uma greve dos caminhoneiros e apontando que o país passaria por uma intervenção militar é falsa! Grande parte das afirmações feitas no áudio já foram desmentidas não só aqui no Boatos.org como em outros serviços de checagem. Além disso, a mulher que aparece no áudio não é a ministra da Agricultura Tereza Cristina (tanto a voz quanto o sotaque são diferentes). Por fim, a assessoria da ministra também negou que a mulher do áudio seja Tereza Cristina. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso