Vídeo mostra que LG decidiu parar produção e doar oxigênio para hospitais de Manaus #boato

Boato – Fábrica da LG interrompeu a produção de ar-condicionado para doar cilindros de oxigênio para os hospitais de Manaus, mostra vídeo. 

Epicentro da pandemia de coronavírus entre março e junho de 2020, Manaus volta a enfrentar em 2021 uma crise aguda da pandemia com falta de leitos, oxigênio e uma nova variante do vírus. Em meio ao colapso do sistema de saúde, uma onda de solidariedade tem se espalhado por todo o Brasil em busca de oxigênio. Ao mesmo tempo em que circulam pedidos de ajuda e campanhas nas redes sociais, boatos se espalham na mesma velocidade. Está aí o caso de hoje que não nos deixa mentir.

Um vídeo que circula no Facebook e WhatsApp aponta que a LG, por decisão própria,  interrompeu sua produção para doar oxigênio para os hospitais de Manaus. No vídeo, aparecem profissionais uniformizados que, com a ajuda da Polícia Militar, carregam cilindros de oxigênio. Na descrição, o texto diz que a “determinação foi dada pelo presidente da LG”. Leia o que diz a mensagem e assista o vídeo:

PRODUÇÃO DA LG PAROU A FABRICA DE AR CONDICIONADO PARA DOAR TODO OXIGÊNIO PARA HOSPITAIS DA REDE PÚBLICA DE MANAUS. A DETERMINAÇÃO FOI DADA PELO PRESIDENTE DA LG

Vídeo mostra que LG decidiu parar produção e doar oxigênio para hospitais de Manaus?

Um alívio. Mas, o que poucos sabem é que nem tudo nessa história é real. Embora o vídeo seja verdadeiro e a LG tenha fornecido oxigênio, a história por trás das imagens compartilhadas nas redes sociais não procede.

O primeiro indício de que se trata de uma fake news está na própria mensagem, que carrega o enredo clássico de boatos: texto vago, alarmista e sem datas e fontes confiáveis. Além disso, o histórico de vídeos fora de contexto na internet é bastante longo. A equipe do Boatos.org já desmentiu diversos deles, como a história das ondas gigantes no estreito de Gibraltar, Vacuna Show e no velório de Maradona.

Com isso, fomos buscar mais informações sobre o assunto e, para a nossa surpresa, descobrimos que não foi uma doação ou ação de solidariedade da LG. A empresa, de fato, forneceu o oxigênio para os hospitais de Manaus. Entretanto, o fornecimento ocorreu por meio de uma requisição da Secretaria de Saúde do Amazonas.

Na quinta-feira, 14 de janeiro de 2021, a Secretaria de Saúde do Amazonas determinou a requisição administrativa de “eventual estoque ou produção de oxigênio”. A requisição foi enviada a dezessete empresas, como montadoras e produtoras de eletrodomésticos localizadas no Polo Industrial de Manaus. Entre as empresas estavam a LG Electronics do Brasil, Semp TCL, Electrolux, Moto Honda, Yahama Motor e entre outras, conforme aponta esta matéria da BBC.

Dito isso, saiba que a requisição administrativa está prevista na Constituição Federal e não se trata de uma doação ou uma espécie de confisco. Na realidade, a requisição é um instrumento de intervenção estatal para situações de perigo público iminente. A requisição não possui limite de duração e, ao seu final, é instaurado um processo administrativo para apurar se houve danos e indenizar as empresas.

Nesta matéria, o Metrópoles informa que as indústrias da Zona Franca de Manaus, como a LG e a Moto Honda, interromperam as atividades e a produção para que o oxigênio seja destinado a saúde do estado. Neste caso, também via requisição administrativa do governo do Amazonas.

Ah, mas e o vídeo? Pois bem, os cilindros de oxigênio que aparecem no vídeo são da White Martins e não da LG, como aponta a mensagem. As imagens, registradas no dia 14 de janeiro de 2021, mostram, inclusive, os funcionários uniformizados com a logo da White Martins, conforme aponta este desmentido do Aos Fatos.

Resumindo: embora o vídeo seja verdadeiro e a LG tenha fornecido o oxigênio, a informação que aponta que a LG decidiu parar produção e doar oxigênio para hospitais de Manaus é falsa.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/318Tn5c
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK