Hidroxicloroquina foi inventada pelo médico paraense Gaspar Vianna #boato

Boato – Gaspar Vianna, médico paraense, inventou a hidroxicloroquina e não patenteou a descoberta para que continuassem seu legado.

A hidroxicloroquina é uma substância que já existe há bastante tempo e, atualmente, ela é usada no tratamento de algumas doenças, como artrite reumatoide, lúpus e até malária. Entretanto, em meio à pandemia da Covid-19, a hidroxicloroquina chamou a atenção por outro motivo. Em 2003, estudos sugeriram a capacidade da substância de conter a replicação viral do SARS-CoV-1 (o vírus da SARS). Com isso, em 2020, novos estudos, agora relacionando a hidroxicloroquina com o SARS-CoV-2 (o vírus da Covid-19), começaram a ser feitos.

Alguns resultados in vitro e in vivo, mas com um número reduzido de participantes, animaram muita gente. A partir daí, o uso da substância contra a Covid-19 ganhou apelo no mundo, em especial, no Brasil, com o apoio do presidente Jair Bolsonaro (infelizmente, as expectativas não se concretizaram, de acordo com pesquisas mais recentes). 

E em meio à tanta informação (e desinformação), uma história a respeito da origem da hidroxicloroquina começou a circular nas redes sociais. De acordo com uma publicação, o médico patologista Gaspar Vianna, do Pará, teria inventado a hidroxicloroquina. Segundo o texto, Gaspar teria morrido jovem, em 1914, aos 29 anos e não teria patenteado sua descoberta. Confira:

“A hidroxicloroquina, pra quem não sabe, é um medicamento e foi inventado por um Paraense. Dr. GASPAR VIANNA , médico patologista , que faleceu em 1914 aos 29 de idade. Este jovem médico deixou esse legado para a humanidade e não quis patentear, por isso até hj este medicamento é de domínio público. A hidroxicloroquina foi desenvolvido como medicamento pra cura da malária, mas foi usado no mundo para o combate durante a pandemia da gripe espanhola em 1920 e hoje contra o covid19, continua sendo usado pra salvar vidas. Que bom seria, que lembrassem desse grande ser humano, médico e lembrar do grande estado do Pará e do nosso Brasil de forma geral como celeiro de gênios que fazem a diferença na humanidade! Salve Dr. GASPAR VIANA, grande médico, Paraense, Brasileiro!”.

Hidroxicloroquina foi inventada pelo médico paraense Gaspar Vianna?

A informação viralizou nas redes sociais dos brasileiros, principalmente por se tratar de algo bastante positivo para o país. Mas será que essa história de que o médico paraense Gaspar Vianna teria inventado a hidroxicloroquina é real? A resposta é não!

Vamos aos detalhes! Para começo de história, a mensagem segue aquele velho roteiro de fake news na internet. Ela é vaga, alarmista, possui erros de português e não cita fontes confiáveis.

Além disso, diversas informações falsas a respeito da hidroxicloroquina têm circulado nas redes sociais desde o início da pandemia. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que o governador do Pará, Helder Barbalho, teria escondido hidroxicloroquina e deixado pessoas morrerem. Também a que indicava que o Cremesp teria publicado um protocolo de tratamento com hidroxicloroquina para combater a Covid-19 e, por fim, a que apontava que um médico petista teria matado 11 pacientes em uma pesquisa para desacreditar a cloroquina.

Pois bem, ao procurar por mais detalhes a respeito do assunto, logo descobrimos que a informação não procede. Gaspar de Oliveira Vianna nasceu em 1885, em Belém (PA), e foi um grande médico patologista e pesquisador. O trabalho mais importante de Gaspar foi a descoberta da cura da leishmaniose (por meio da substância tártaro emético) que, posteriormente, também abriu caminho para o uso da substância no tratamento da esquistossomose.

Gaspar também chegou a trabalhar com o médico Carlos Chagas em suas pesquisas sobre a nova doença humana causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi (a doença de Chagas). O médico patologista paraense morreu precocemente em 1914, após se contaminar durante uma autópsia com uma vítima de tuberculose, buscando a cura da doença. E bem, em seu perfil, nada consta sobre a sintetização da hidroxicloroquina.

Ao buscar pela história da hidroxicloroquina, constatamos que não há nenhuma referência ao médico Gaspar Vianna. A hidroxicloroquina foi sintetizada, pela primeira vez, em 1946 pelos pesquisadores Surrey e Hammer e é um medicamento derivado da cloroquina. A substância foi apresentada como uma alternativa mais segura que a cloroquina em 1955, ano em que seu uso médico foi aprovado nos Estados Unidos.

Se isso não fosse suficiente, há um lapso temporal. Gaspar Vianna morreu em 1914 e a hidroxicloroquina só foi sintetizada, pela primeira vez, em 1946. Logo, não seria possível Gaspar Vianna ter “inventado” a hidroxicloroquina. Além disso, a substância (que é sintética) também não foi usada “pelo mundo” durante a gripe espanhola, em 1920. A cloroquina, que foi sintetizada antes da hidroxicloroquina, surgiu apenas em 1934. Durante a pandemia da gripe espanhola, jornais indicavam o uso de sal de quinino (que não é a mesma coisa que cloroquina ou hidroxicloroquina). O quinino é um alcalóide que, no início do século XX, era bastante usado no tratamento da malária (sendo substituído, posteriormente, pela cloroquina).

Por fim, essa história de que a hidroxicloroquina não foi patenteada é falsa. Tanto a cloroquina quanto a hidroxicloroquina possuíam patente. No mundo dos fármacos, após um determinado período, a patente de exclusividade do medicamento expira e qualquer laboratório pode produzir e comercializar uma versão genérica (ou similar) do produto. Se hoje a patente da hidroxicloroquina é pública, é por conta do período em que foi feita, não porque não foi patenteada.

Em resumo: a história que diz que o médico paraense Gaspar Vianna teria descoberto a hidroxicloroquina é falsa! O médico patologista é um dos grandes nomes da medicina brasileira. Em 1912, Gaspar descobriu a cura da leishmaniose e também trabalhou em pesquisas de Carlos Chagas sobre a doença de Chagas. Ele morreu precocemente em 1914, após se contaminar durante uma autópsia com uma vítima de tuberculose. A hidroxicloroquina só foi sintetizada, pela primeira vez, em 1946. A síntese da substância foi realizada pelos pesquisadores Surrey e Hammer. Ou seja, apesar de Gaspar ter sido um grande médico, ele não foi o responsável pela síntese da hidroxicloroquina. Portanto, não compartilhe! A história não passa de balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3df26qp

 

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)