Fátima de Tubarão (SC) recebe aposentadoria como viúva de militar e por invalidez #boato

Boato – A senhora Fátima, de Tubarão (SC) e que participou das manifestações golpistas em Brasília, recebe R$ 30 mil de aposentadoria como viúva de militar e ganha pensão por invalidez.

Estamos completando exatamente uma semana desde as manifestações golpistas que ocorreram em Brasília. Mesmo com o caso se resolvendo, ainda podemos ver fake news sobre os supostos manifestantes. A última das histórias aponta para uma senhora que “ficou famosa” em um vídeo.

Após ser gravada ao usar o banheiro do Congresso e ser chamada pejorativamente de “Fátima do barro”, a senhora Fátima, da cidade de Tubarão (SC), ficou famosa na internet.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Não demorou para algumas pessoas (principalmente contrárias ao presidente Jair Bolsonaro) apontarem que ela seria “viúva de militar” e que receberia uma aposentadoria de R$ 30 mil. Também foi dito que ela (que mostrou mobilidade no vídeo) seria aposentada por invalidez. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Versão 1: Esta mulher de 68 anos é dona Fátima ( agora conhecida como vovó do barro) e e de Tubarão/SC , pensionista com salário de 30,000,00 (viúva de militar) e, também ganha uma pensão por invalidez , por favor , investiguem quem assinou esse aposentaria por invalidez

Versão 2: OLHA ELA AÍ GENTE!! CRIMINOSA QUE INVADIU O CONGRESSO NACIONAL NO DIA   08/01/2023, FÁTIMA DE SC, VULGO VOVÓ DO BARRO RECEBE PENSÃO DE R$30 MIL DO MARIDO QUE ERA MILITAR. RECEBE TAMBÉM PELO INSS UMA APOSENTADORIA POR INVALIDEZ.

Fátima de Tubarão (SC) recebe aposentadoria como viúva de militar e por invalidez?

A tese se espalhou com muita força em redes sociais e, claro, serviu como mais uma forma das pessoas tripudiarem de quem foi preso nos atos antidemocráticos. Porém, é falsa a informação que a senhora em questão é uma “viúva de militar” e “aposentada por invalidez”.

As mensagens já começam a entregar a farsa. Os textos que circulam online são vagos, alarmistas, têm erros de português e não citam nenhuma fonte confiável que comprove a informação. Apenas jogam a “denúncia no ar”.

Essa tática, reproduzida por pessoas de esquerda, foi utilizada incessantemente por bolsonaristas durante os últimos dias. O que não faltou foi identificação falsa de supostos “infiltrados” protestos golpistas. Temos exemplos aqui, aqui e aqui.

Ao procurar mais detalhes sobre a “dona Fátima”, achamos diversas notícias apontando para o passado dela. De acordo com reportagens como esta do g1, Maria de Fátima Mendonça Jacinto Souza tem antecedentes criminais por tráfico de drogas em um caso ocorrido em 2014. Nenhuma das matérias em fontes confiáveis apontam para a tal “pensão de militar” ou por invalidez.

É importante citar que, ao buscar no Portal da Transparência do governo federal pelo nome da “dona Fátima”, nada encontramos a respeito de aposentadorias em questão. Ou seja: a informação foi tirada do nada.

Resumindo: pela falta de provas em fontes confiáveis e pelo fato da mídia ter feito uma devassa no passado da “dona Fátima”, podemos concluir que é falsa a informação que aponta que ela recebe uma pensão de viúva de militar e por invalidez.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet