Brasil está em alerta vermelho com greve de caminhoneiros, falta de remédios e guerra com a China #boato

Boato – Brasil trava guerra contra chineses no dia 7 de setembro, com greve de caminhoneiros e pessoas devem estocar remédios

As manifestações marcadas para o dia 7 de setembro de 2021 seguem dando o que falar nas redes sociais. Se isso não bastasse, o evento se tornou o assunto predileto entre os disseminadores de fake news.

Há algumas semanas, o tema é um dos mais usado no mundo da desinformação. E hoje, a história não é diferente. De acordo com um áudio que está circulando nas redes sociais, os caminhoneiros de todo o país vão parar o Brasil a partir do dia 7 de setembro.

Ainda segundo o áudio, as pessoas que fazem tratamento com remédios de uso contínuo devem estocar medicamentos. Além disso, o homem que aparece no áudio (e se identifica como ex-militar do Exército e policial) afirma que o Brasil está em alerta vermelho (estado iminente de guerra) e as manifestações devem ocorrer para impedir que os brasileiros se tornem escravos da China. Confira:

Bom dia família, bom dia galera. Só em nível de informação (sic), passando para todos os senhores, peço que assim que essa mensagem seja passada, que vocês passem para amigos, familiares e conhecidos. Para ninguém ser pego de calça curta. Pois bem, pra quem não sabe, a maioria sabe, sou militar, certo? Das Forças Armadas. Servi o Exército 2 anos, em Pirassununga, e sou policial militar.

Nós já estamos em alerta vermelho. Para quem não sabe o que é alerta vermelho, é Estado iminente de guerra. Dia 7 de setembro, dia da independência do Brasil, vai ter uma manifestação gigante em todo o país para acabar com o comunismo em nossas terras. Porque a China está entrando com tudo e, se a gente bobear, seremos escravos de chineses. De antemão, já vou avisando pra todos já se precaver. De que forma? Quem tem parentes ou vocês mesmos que tomam remédios controlados, pressão, diabetes, pressão alta e outras doenças aí, se previnam. Compram remédios e estoque remédios. E estoquem alimentos.

Dia 7. Dia 6 pro dia 7, meia-noite e um do dia 7, os caminhoneiros vão parar, tá? Em todo o Brasil. O que que vai acontecer? Dentro de 72 horas, vai passar carro, ônibus, caminhões que carregam animais, tá? Galinha, porcos e gado. E ração animal. Depois de 72 horas, não vai passar mais nada, nada. A não ser ambulância, viatura de polícia e viatura de bombeiro. Então, já avisando de antemão. Se previnam, comprem um pouco a mais de comida, comprem mais remédio quem usa, porque vai faltar. E quem tiver vai vender o preço lá em cima, vai enfiar a faca. Então, vamos nos prevenir, porque nóis tamo numa guerra, galera. A coisa apertou, a hora é agora. Se num for agora, vamo ser escravo de chinês. Que Deus abençoe a todos. União e força. E vamo nos precaver. Fica com Deus. Bom dia.

Brasil está em alerta vermelho com greve de caminhoneiros, falta de remédios e guerra com a China?

A informação ganhou uma enorme repercussão nas redes sociais, em especial, no WhatsApp. Apesar disso, a informação está totalmente equivocada e não é real. A explicação fica por conta das inúmeras informações falsas já desmentidas sobre o assunto e pelo número gigantesco de afirmações sem nexo (e sem prova).

Basta olhar para a publicação para perceber que ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista e a falta de fontes confiáveis. Além disso, também existem semelhanças entre os áudios que já desmentimos sobre o tema, como o senso de urgência, a ideia de que o personagem do áudio traz uma informação negligenciada pelas fontes oficiais e o uso da palavra de Deus ao final do áudio como forma de estabelecer uma relação de confiança com quem recebe o material.

Além disso, como já citamos anteriormente, a equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras fake news que falavam sobre o tema. E no final das contas, a história de hoje é só mais uma tentativa de tentar justificar uma informação falsa.

Já em relação ao que é dito no áudio, a explicação, na verdade, é bastante simples e vamos elencar em tópicos para que você não se perda em tanta besteira:

1) Brasil está em alerta vermelho (estado iminente de guerra)

Na realidade, o que existe até agora é somente uma manifestação super(hiper)dimensionada pelos próprios organizadores ou pelos apoiadores. E esse fazer parecer maior do que é se sustenta em discursos radicais e muitas fake news para enganar os desavisados e mais ingênuos. Se nem Bolsonaro (que é o personagem a ser defendido nas manifestações) possui apoio da maioria da população, imaginem os protestos. Além disso, nenhuma autoridade anunciou até o momento um estado de guerra no país.

2) A guerra é contra a China

Felizmente, não estamos em guerra contra a China (dada à comparação do poderio bélico dos dois países, estaríamos lascados se entrássemos em um confronto contra os chineses). Além disso, a China é um dos maiores compradores de commodities brasileiros. Se a crise já está grande do jeito que está, imagina perder o principal comprador do país. A tese do homem que aparece no áudio é baseada em inúmeras fake news que falam sobre uma suposta dominação chinesa no Brasil. Exemplo disso são as histórias falsas que afirmavam que os chineses teriam comprados 10% de área da Bahia para construir a “China Tow Bahia” e que os chineses teriam bloqueado uma ponte de Brasília, em setembro de 2021. Poderia ser apenas uma história fantasiosa criada na cabeça de alguma criança, mas na verdade é a história de ficção predileta de muitos adultos atualmente.

3) Pessoas precisam estocar remédios e alimentos

Não existe nenhum risco de desabastecimento por causa das manifestações, porque simplesmente não haverá nada parecido. Além do comércio e das farmácias se mostrarem bastante serenos em relação ao evento, nenhum representante das classes anunciou que as pessoas devem estocar remédios e alimentos. Fazendo isso, você só vai gastar dinheiro desnecessariamente e prejudicar quem precisa do medicamento urgentemente. Se isso não bastasse, o homem ainda afirma que as farmácias vão elevar deliberadamente o preço dos medicamentos por causa do desabastecimento. Na verdade, nenhuma farmácia pode fazer isso. Existe um reajuste anual, feito pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), coordenado pela Anvisa, que estipula o valor máximo dos remédios vendidos no país. Se uma farmácia vender um medicamento acima do valor permitido, ela está cometendo uma infração (e deve ser denunciada).

4) Caminhoneiros vão fazer greve de 72 horas e parar o Brasil

Não haverá greve dos caminhoneiros e todo mundo já está cansado de lembrar disso! Como já desmentimos por aqui, as principais classes de caminhoneiros já informaram que não vão participar das manifestações. Segundo elas, os caminhoneiros apenas se envolvem em greves que tenham pautas relacionadas à classe. Eles não deflagram greve por pautas políticas. O que existe hoje é um pequeno grupo de caminhoneiros independentes e bolsonaristas (que vale lembrar: não representam a classe) que devem se organizar no dia 7 de setembro. Entretanto, são poucas pessoas e não possuem o poder de bloquear todo o país. Se isso não bastasse, o homem do áudio ainda afirma que nas primeiras 72 horas, os caminhoneiros vão permitir que carros e caminhões trafeguem. Ou seja, por que necessariamente as pessoas precisam fazer um estoque de medicamentos entre os dias 6 e 7?

5) A intervenção será feita para os brasileiros não se tornarem escravos dos chineses

Eu realmente não tenho palavras e muito menos paciência para explicar que essa afirmação foi retirada de qualquer lugar aleatório que nada tem a ver com a realidade ou com as instituições oficiais. Não faz o menor sentido e parece mais uma história criada diretamente de uma cabeça muito fantasiosa. Não serve nem para roteiro de filme.

Em resumo: a história que diz que o Brasil está em estado iminente de guerra contra a China, os caminhoneiros vão iniciar uma greve e a população deve estocar medicamentos é falsa! O áudio se sustenta em diversas fake news já desmentidas sobre as manifestações do dia 7 de setembro de 2021. De maneira bastante resumida, não estamos em estado iminente de guerra, muito menos em guerra contra a China (graças a Deus!), não haverá desabastecimento de medicamentos e nem de comida (uma vez que nem o comércio e muito menos as farmácias demonstraram preocupação com as manifestações de amanhã) e também não teremos uma greve de caminhoneiros. Podem respirar aliviados! O conteúdo é completamente falso e só está sendo usado para promover os protestos e inflamar ainda mais a população. A história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso