Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Brasil > Assassino de crianças em creche de Blumenau foi espancado na prisão #boato

Assassino de crianças em creche de Blumenau foi espancado na prisão #boato

Assassino de crianças em creche de Blumenau foi espancado na prisão, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – O homem que matou crianças em creche de Blumenau foi espancado na prisão. Assassino foi mutilado e está em estado grave no hospital.

O crime que resultou na morte de quatro crianças na cidade de Blumenau (SC) ainda está repercutindo. Fake news sobre o caso também estão circulando aos montes na internet. A última aponta para algo que teria ocorrido com o homem acusado dos assassinatos.

De acordo com publicações em redes sociais e alguns sites, o homem teria sido espancado na prisão. Textos apontam que ele apanhou de outros presos, foi mutilado e estaria em estado grave no hospital. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Confira o desmentido em vídeo:

Versão 1: Homem que matou crianças em creche de Blumenau acaba de ser torturado por outros detentos do CPP de Blumenau e está em estado grave, informou a Polícia Civil do estado. Versão 2: ASSASSINO DAS CRIANÇAS DA CRECHE É ARRANCADO DA SELA, ESPANCADO PELOS PRESOS E MUTILADO. Assassino foi mutilado por outros presos.

Vídeo: é falso que imagens mostram Lulinha agredindo a esposa

Versão 3: Assassino de crianças em Blumenau acaba de ser brutalmente espancado. O criminoso teve partes do corpo dilaceradas e está em estado grave num hospital de Blumenau. A Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC) informou que o autor do ataque a uma creche em Blumenau (SC), nesta quarta-feira (5/4), Luiz Henrique Lima, de 25 anos, foi arrancado da cela onde estava detido provisoriamente no CPP de Blumenau por outros detentos e espancado de forma brutal.

O homem teve partes do corpo dilaceradas e foi encaminhado em estado grave para a Central de Emergência do Hospital Santa Isabel. As agressões foram uma retaliação após os outros detentos ficarem sabendo do crime cometido por Luiz Henrique, o que os deixou revoltados. O criminoso preso no ataque a creche em Blumenau, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, foi preso em flagrante por quatro homicídios triplamente qualificados e quatro tentativas de homicídio triplamente qualificados.

Assassino de crianças em creche de Blumenau foi espancado na prisão?

A informação foi compartilhada a torto e a direito na internet (com direito a muitos adjetivos e comemorações). Porém, a informação que aponta para a agressão que o homem teria sofrido é falsa.

A mensagem, o histórico e uma busca pelo assunto já encerram o caso. Assim como uma “boa” (ou péssima) fake news, a mensagem tem características como o caráter vago, o tom alarmista, os erros de português e a falta de citação de fontes confiáveis.

Além disso, fake news sobre criminosos que teriam sido espancados na prisão são comuns na internet. Aqui no Boatos.org já desmentimos, por exemplo, histórias falsas que apontavam que um homem filmado espancando uma criança, um homem que bateu na mãe e Adélio Bispo haviam apanhado na cadeia.

Ao buscar sobre o assunto, descobrimos o que desconfiávamos. Primeiro, a notícia não consta em nenhuma fonte confiável. Ela brotou em perfis e sites que acreditam que a vingança é o melhor remédio.

Segundo, a imagem que circula na internet é de outra situação. É de um homem preso por estupro em Goiás sendo espancado por colegas de cela em 2014. O caso ocorreu na cidade de Anápolis e não tem qualquer relação com o episódio atual.

Terceiro, as próprias autoridades locais desmentiram que o homem tivesse sido espancado na cadeia. Publicações da mídia local apontam que a Polícia Civil da Santa Catarina desmentiu a fake news (que aliás, não foi a única que circulou na web).

Resumindo: é falsa a informação que aponta que o autor do ataque em uma escola de Santa Catarina foi espancado na cadeia e está internado em um hospital. Informação se utiliza de dados e imagens falsas e já foi desmentida por autoridades.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 9275-5610

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/41sX0QS
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso