Irmão Antônio pede compartilhamento para criança ganhar R$ 1 por foto no WhatsApp #boato

Boato – Uma menina precisa de R$ 18 mil e vai ganhar R$ 1 por compartilhamento de foto no WhatsApp. Por isso, o irmão Antônio está certo ao pedir que você repasse a foto.

Não é de hoje que aquele velho boato da criança que “precisa do compartilhamento de fotos” para ganhar doações do WhatsApp circula por aí. E, nos últimos dias, voltou a circular um áudio atribuído a uma pessoa, teoricamente, de muita confiança: o “irmão Antônio”.

No áudio, ele aponta que uma criança precisa de R$ 18 mil para uma cirurgia e pode ganhar o suposto montante apenas com o compartilhamento da foto em questão. Isso porque o WhatsApp daria R$ 1 cada vez que a imagem (normalmente, de uma criança doente) fosse repassada. Leia a transcrição do áudio:

Meus irmãos. É o irmão Antônio. Eu recebi essa mensagem. Essa coisa trágica aqui de uma criança que estava paralisada e ela precisa de R$ 18.000 para fazer a cirurgia. A criança se não fazer a cirurgia logo ela vai perder a vida. E é R$ 1 é R$ 1 de cada um de vocês que passaram essa mensagem para frente. Não é você que vai pagar não é o zap que vai pagar. O zap vai pagar R$ 1. Eu gostaria que todos vocês colaborassem, por favor, por caridade. Vamos passar para frente aí. Gente vamos ajudar essa criança a fazer essa cirurgia, se não ela vai desencarrar. Então, vamos ajudar ela.

Irmão Antônio pede compartilhamento para menina vai ganhar R$ 1 por foto no WhatsApp?

O áudio já se espalhou em diversas oportunidades. Em 2021, está circulando junto com a imagem de uma criança com a barriga gigantesca e com uma foto de uma menina com escoliose. Porém, não é verdade o que é dito pelo suposto irmão Antônio no áudio.

Na realidade, cá estamos para falar mais do mesmo. Não é de hoje que o Boatos.org alerta que o WhatsApp não dá dinheiro por repasse de fotos. Mais do que isso: os casos que acompanham o suposto áudio do irmão Antônio já foram desmentidos aqui e aqui (outros, como esse e esse, também). Relembre o que escrevemos sobre a “origem dos R$ 18 mil”:

O primeiro e mais óbvio está no fato de a mensagem seguir o enredo clássico de boatos online: cheio de informações vagas, alarmista, sem datas e fontes confiáveis e pedidos de compartilhamento. Além disso, a história é mais do que manjada e já foi desmentida diversas vezes pelo Boatos.org, inclusive, em vídeo. Confira:

Como você pode ver, as redes sociais não doam por compartilhamento (seria uma sandice pensar que alguém iria calcular a doação pela quantidade de exposição que a criança teve). E mais, no caso do WhatsApp, as mensagens são criptografadas e nem mesmo os administradores do aplicativo conseguiriam contabilizar quantas vezes a imagem foi compartilhada.

Mas não é só isso: a tese dos R$ 18 mil é de outra fake news com outra imagem. Na época, a história apontava que um bebê com cirrose de Fátima do Sul ganharia R$ 1 por foto compartilhada. Por sinal, os pais da criança comentaram o episódio e, como você deve imaginar, chegamos à conclusão que não passava de #boato.

Resumindo: a história que aponta que o irmão Antônio pediu compartilhamento da foto de uma menina para que ela ganhe a doação de R$ 18 mil do WhatsApp é falsa. Não sabemos se o sujeito era mesmo o irmão Antônio, mas sabemos que a informação não procede.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3aIzl5T
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3w3sv3d
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3wa3LY1

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet