Hackers podem clonar impressão digital fotografada em selfies #boato

Boato – Vídeo orienta a não tirar selfies com sinal de paz e amor, porque hackers estão roubando e clonando impressões digitais por meio de fotos em redes sociais.

A tecnologia tem proporcionado a evolução de muitos trabalhos e o desenvolvimento de muitas pesquisas sobre assuntos que têm grande impacto no nosso dia-a-dia. Mas infelizmente, há algum tempo, a tecnologia também está sendo usada para cometer crimes.

Desde os famosos golpes por celular até os roubos de dados pessoais e bancários pela internet, muitos criminosos têm aproveitado as coisas boas da tecnologia para prejudicar outras pessoas.

E de acordo com uma publicação que está circulando nas redes sociais, parece que os criminosos digitais acrescentaram mais uma página nessa história. Segundo a publicação, hackers estariam clonando impressões digitais por meio de selfies publicadas na internet. Ainda de acordo com a história, os criminosos estariam se aproveitando de fotos onde a impressão digital ficaria exposta, como imagens fazendo o sinal de paz e amor. Confira:

“Cuidado! Tirar foto dessa maneira é muito perigoso. O motivo é simples: cada vez mais a tecnologia está avançando e não é muito diferente dos celulares. A cada lançamento, eles possuem processadores mais rápidos, maior capacidade de armazenamento de memória e câmeras muito mais avançadas. E quando você tira fotos dessa maneira, fazendo sinal de paz e amor, por exemplo, sua impressão digital fica exposta. Nem preciso dizer o quanto a sua impressão digital é importante. Usamos, por exemplo, para bloquear smartphones, tablets, laptops. E quando você tira fotos assim, hackers podem escanear a sua impressão digital e ter acesso a praticamente tudo que é seu, como por exemplo, sua conta bancária. Então, não tire foto com a sua digital exposta”.

Hackers podem clonar impressão digital fotografada em selfies?

A informação, é claro, fez grande sucesso nas redes sociais, em especial, no Tik Tok e no WhatsApp. Apesar disso, a história não passa de balela. A explicação fica por conta da publicação ser antiga e não ter sido provada até hoje.

Não é de hoje que histórias mirabolantes sobre supostos  golpes na internet têm assustado os internautas. A equipe do Boatos.org já desmentiu diversas delas, como a que dizia que ligações do número 136 podem clonar o WhatsApp e roubar dados do celular. Também a que indicava que link que pede CEP para saber onde se vacinar poderia clonar o celular e, por fim, a que apontava que o SIM Swap Fraud é um novo golpe onde os criminosos pedem para que a vítima pressione a tecla 1 no celular.

Resolvemos, então, procurar mais sobre o assunto e descobrimos que, nessa história, existe mais convicção do que provas. Nela, o fato novo é o vídeo viral que surgiu no Tik Tok e viralizou na internet. Entretanto, a história é antiga.

Tudo começou em 2014. Na época, um integrante do Chaos Computer Club (CCC), uma rede de hackers alemães, afirmou que teria conseguido clonar a impressão digital da então ministra de Defesa da Alemanha, Ursula von der Leyen. Na ocasião, o hacker informou que o feito teria ocorrido após a CCC conseguir fotografar a impressão digital da ministra durante uma entrevista.

A história de que hackers poderiam clonar impressões digitais por meio de fotos voltou a circular em 2017, no Japão, e também em 2019, na China. Mas assim como já era de se esperar, a história foi desmentida.

Em 2017, o site Freedom ID explicou que vários especialistas em segurança cibernética afirmaram que o roubo de impressões digitais por meio de fotos é um processo muito complexo e que a tecnologia não está nem perto de tornar isso possível. Segundo eles, o aumento do zoom causa borrões que impedem que a digital fique visível e preservada.

Ainda em 2017, o serviço de fact-checking Snopes também desmentiu a informação. De acordo com eles, apesar do enorme alarde feito em torno da história, não existe nenhuma evidência de que hackers estariam clonando impressões digitais por meio de fotos. Segundo o site de fact-checking, uma das versões da história cita um professor em segurança cibernética. Entretanto, o especialista fala apenas da possibilidade da situação ocorrer. A história também não explica que as falas do professor foram retiradas de uma entrevista sobre segurança digital e desenvolvimento de tecnologia para proteção de impressões digitais.

Recentemente, o serviço de checagem brasileiro E-farsas desmentiu a história. De acordo com o site, apesar dos hackers alemães terem anunciado um suposto roubo de impressões digitais em 2014, eles nunca apresentaram a digital impressa ou conseguiram desbloquear qualquer sistema com a suposta digital. Se isso não bastasse, o serviço de checagem ainda cita outras tentativas frustradas de hackers que tentaram clonar impressões digitais por meio de imagens.

Em resumo: a história de que hackers estariam clonando impressões digitais por meio de fotos é falsa! Além da história ser antiga (começar a circular em 2014), até hoje ninguém conseguiu provar que o feito é possível. Algumas tentativas foram feitas desde então, mas nenhuma conseguiu êxito. De acordo com especialistas, o processo para clonar uma impressão digital por meio de fotos é complexo e a tecnologia atual ainda não permite que isso ocorra (seja pela distorção da digital ao ampliar ou por outras complexidades). Ou seja, a história não passa de balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3aIzl5T
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3w3sv3d
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3wa3LY1