Polônia, Suécia e Noruega estão processando a OMS por uso de chemtrails na Europa #boato

Boato – OMS é processada por Polônia, Suécia e Noruega por utilizar chemtrails (rastros químicos de avião) na Europa.

Em todas as décadas de internet, o mundo virtual já se deparou com todos os tipos de histórias falsas (e por isso, muita coisa já nem surpreende mais). Nos primórdios, além das fake news serem enviadas via e-mail, muitas delas ainda contavam com apresentações de Powerpoint bem elaboradas.

Mas volta e meia, algumas teorias da conspiração que eram vistas com frequência no início da internet acabam reaparecendo nas redes sociais. Em geral, com uma nova aparência, mas com a mesma mensagem, como a história de hoje.

De acordo com uma publicação que está sendo compartilhada nas redes sociais, Polônia, Suécia e Noruega estariam processando a Organização Mundial da Saúde (OMS) pelo uso de chemtrails na Europa. Segundo a história, os chemtrails seriam os rastros deixados no céu por aviões que, na verdade, seriam pulverizações de produtos químicos na atmosfera. Ainda de acordo com a história, pilotos que foram presos admitiram que teriam pulverizado um produto que causa “pneumite químico”. Confira:

“Extraordinário! Polônia, Suécia e Noruega estão entrando com um processo contra a OMS por infectar a Europa. Isto é o que Reuters traiu. Pilotos detidos admitiram que pulverizam um produto químico que causa pneumite químico!”.

Polônia, Suécia e Noruega estão processando a OMS por uso de chemtrails na Europa?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Twitter e no GETTR, deixando bastante gente preocupada. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem da informação.

Não é de hoje de que histórias falsas apontam que diversas pessoas e instituições estariam tentando processar a OMS pelas mais diferentes razões. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que uma índia iria processar a OMS por esconder a eficácia da ivermectina. Também a que indicava que a OMS seria julgada em Nuremberg, em 2021, por crimes contra a humanidade por promover a vacinação e, por fim, a que apontava que uma cientista da OMS teria sido condenada à morte por não recomendar a ivermectina.

Além disso, a mensagem apresenta as principais características de fake news. como o caráter vago, extremamente alarmista e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos confiáveis.

Ao contrário de outras fake news, a história de hoje cita uma fonte confiável: a Reuters. Ao buscar pelo conteúdo no site da Reuters, não encontramos nada. Pelo contrário, descobrimos que o próprio serviço de fact-checking da Reuters desmentiu o assunto.

De acordo com o artigo, a primeira publicação sobre o tema é de 2020, em búlgaro. Segundo o texto, a fake news utiliza quatro fotos aleatórias que não têm nada a ver com processos governamentais ou com doenças químicas. Se isso não bastasse, toda a história se baseia em uma teoria da conspiração antiga. Tanto a NASA quanto a Agência de Proteção Ambiental dos EUA já informaram que os rastros em aviões e foguetes são compostos, em sua maioria, de água em forma de gelo e não representam perigo à saúde.

Por fim, a equipe do Boatos.org também já desmentiu histórias envolvendo a teoria da conspiração sobre chemtrails (dos mesmos lunáticos que criam fake news antivacinas). Na oportunidade, uma história apontava que o governo dos Estados Unidos teria espalhado neve falsa nas ruas com uso de chemtrails. Como explicamos na época, tudo não passou de teoria da conspiração e não houve nenhum produto químico que pudesse causar problemas à saúde.

Em resumo: a história que diz que Polônia, Suécia e Noruega estariam processando a OMS pelo uso de chemtrails na Europa é falsa! Além de não existir qualquer conteúdo na Reuters (citada na história) sobre o assunto, o próprio site desmentiu a informação. Se isso não bastasse, toda a história se baseia em uma teoria da conspiração que não tem o menor embasamento. Não existem produtos químicos nocivos à saúde presentes nos rastros de fumaça que saem dos aviões. Muito menos casos de “pneumite química” por causa deles. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso