Morto fumando em caminhão mostra que pandemia é uma fraude #boato

Boato – Estavam preparando o teatro com diversos mortos por Covid-19 em cima de um caminhão. Porém, homem morto fumando mostra que a pandemia é uma fraude.

Já faz mais de um ano que a OMS decretou a crise sanitária causada pela Covid-19 como uma pandemia e ainda tem gente que acha que “tudo é uma farsa”. Muitos desses negacionistas estão compartilhando um vídeo que “juram” ser verdade.

Nas imagens, um homem em cima de um caminhão cheio de supostos corpos de vítimas da Covid-19 fuma um cigarro tranquilamente enquanto é filmado. Isso levou a duas teses (igualmente absurdas). 1) Que um homem erroneamente dado morto estava fumando. 2) Que essa era a prova de que as mortes que aparecem na imprensa são uma farsa. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Versão 1: FRAUDEMIA: Preparando a cena terrível de mortos para gravar, só não esperavam um dos mortos da fraudemia estava fumando isso para gerar medo no povo Versão 2: Preparando o cenário para filmar a quantidade de mortos, só não contavam com um morto fumando! ESSA É A MÍDIA DA ESQUERDA!

Versão 3: ESTAVAM SE PREPARANDO PRA IMPRENSA, SÓ NÃO CONTAVAM COM UM DEFUNTO FUMANDO. KKKKKK Versão 4: A GLOBO DEVE ESTA CONTRATANDO FIGURANTES… Imprensa militante preparando a TRAMPA para mentir. Observe o “defunto” fumando.

Morto por Covid-19 fumando em caminhão mostra que pandemia é uma fraude?

O vídeo e as teses se espalharam com muita força nas redes sociais e ajudaram a reforçar o pensamento torto de muitos. Porém, o vídeo em questão não revela a fraude da pandemia tampouco representa um “erro médico” ou um milagre.

As mensagens, que já reforçam a tese falsa de que não existem mortes por Covid-19 (caramba, em que planeta vocês vivem?), têm características de boatos online como serem vagas, alarmistas, terem erros de português e falta de citação de fontes confiáveis que confirmem a denúncia. Não obstante, seguem um enredo manjado de fake news.

O que não faltou neste mais de um ano de pandemia foi vídeo tirado do contexto para tentar convencer que a Covid-19 é só “uma gripezinha”. Teve vídeo falso sobre “venda de órgãos”, vídeo que falsamente mostrava que o “hospital estava vazio”, vídeo que falsamente falava sobre “vacinação falsa” e outros.

Assim como nos outros casos, o vídeo em questão não tem nada a ver com pandemia. As respostas começam a chegar com a “@” que está no vídeo: vasyaivanovdesign. Ao buscar pelo perfil no TikTok, não demorou muito para encontrarmos o canal do diretor Vasya Ivanov. Na descrição do vídeo está escrito, em bom russo, Съемки клипа Хаски – Никогда-нибудь. Traduzindo automaticamente, está escrito “gravando o vídeo do Хаски – Никогда-нибудь”.

Ao buscar pela canção Никогда-нибудь, do Хаски, chegamos a esse vídeo no canal do YouTube do cantor (que é um rapper). E o que vemos no finalzinho? Ou seja: a postagem do TikTok era do diretor do videoclipe mostrando um making of das filmagens.

Vale citar que o próprio videoclipe já foi fruto de boatos sobre “a pandemia” em outros países. Tanto que a AFP da Indonésia teve que desmentir a balela já algum tempo. Na época, a denúncia era de que estavam “empilhando os mortos por Covid-19” em um caminhão.

Resumindo: a história que aponta que um “morto estava fumando” e que isso seria a prova de que a pandemia não existe é falsa. O homem é, de fato, um figurante. Porém, a gravação não era para nada relacionado à Covid-19. Tratava-se apenas de um videoclipe de um rapper russo.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3tP2fIR
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet