Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, está vazio e tranquilo, prova vídeo #boato

Boato – Mais uma prova de que há fraude na Covid-19. Vídeo mostra que Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre (RS), está vazio e situação está tranquila.

Não sei se vocês se lembram: lá no início da pandemia, quando o Brasil se preparava para o aumento de casos de infecção pelo novo coronavírus (que já havia causado estragos na China, Itália, Espanha e Estados Unidos) com a construção de hospitais de campanha e medidas de isolamento, criou-se um movimento chamado “filme seu hospital”. O objetivo era mostra que “tudo estava tranquilo”.

Obviamente, o movimento que apenas reforçava o negacionismo em relação à pandemia não apontava que tudo era uma preparação para o que estava por vir. E o tempo mostrou que a “preparação” não foi suficiente. Passado um ano de pandemia no Brasil, mais um vídeo tira de contexto a situação da Covid-19 no país.

Em momento no qual o Rio Grande do Sul enfrenta a sua pior escalada de casos e mortes desde o início da pandemia, vê os leitos de UTIs chegarem aos limites e o hospital Moinhos de Vento chegar a alugar um contêiner para refrigerar corpos, um vídeo começou a apontar que a situação “não seria bem assim”.

Nas imagens, um homem filma a fachada do hospital e caminha aos arredores da instituição. No vídeo, ele aponta que a entrada está vazia (sem parentes de doentes), a barraca de atendimento para Covid-19 está fechada e a recepção estaria às moscas. Leia mensagens que circulam online e trecho da transcrição do vídeo:

Transcrição: Ontem eu recebi dois vídeos. Um deles era estarrecedor, dando conta que o hospital Moinhos tava alugando contêineres para depositar cadáveres. Aí fiz questão de me vir uma olhada. Aqui na recepção Hospital Moinhos não tem tumulto, pessoas. Tranquilo. Aí eu vou passar aqui para o outro lado na emergência. Me diz uma coisa se tu tens um alarde e tu tens um problema sério de saúde, as pessoas que têm seus parentes hospitalizados não estariam aqui na rua? Não estariam aqui olhando os seus mortos, chorando na frente? A gente vai mesmo. No outro lado, não tem ninguém tem ninguém. Alguém tá fazendo alguma coisa, aí tem. Alguém entendeu? Aí nós vamos ali na barraca do Covid Olha a barraca do Covid. Não tem ninguém. Barraca do Covid, que deveria estar cheio de gente com problema de saúde sério, alugando contêiner para botar corpos. Aonde? Não tem uma alma. É impressionante o que será que está acontecendo? Exatamente no ponto do Covid não tem ninguém. Vai entender isso. Vai entender. Eu não tô aqui para levantar falso testemunho, mas tá muito estranho, gente. Tire suas conclusões aí

Mensagens. Versão 1: Assista você. Vídeo feito hoje 03/03 no Hospital Moinhos de Vento em Porto Alegre. Versão 2: Não te deixa ABALAR com essa FRAUDE. CORAGEM PARA ENFRENTAR ISSO TUDO. Versão 3: Hospital Moinhos de Vento. Porto Alegre , RS Versão 4: Hospital Moinhos de Vento…muito estranho! Versão 5: E ai, onde está a verdade? Eu também estive no Moinhos de vento e não vi nada de anormal, o diretor está colocando o pavor no povo, unido com essa imprensa podre, dizendo que compraram contêineres para colocarem os corpos? .… Versão 6: IMAGENS FEITAS POR UM MORADOR QUE NÃO ENTENDEU AINDA O DESESPERO DO HOSPITAL MOINHOS DE VENTO QUE DECLAROU ONTEM ESTAR COM LOTAÇÃO ESGOTADA E SEM ESPAÇO PARA COLOCAR OS MORTOS…

Vídeo mostra que hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, está vazio e tranquilo?

Assim como lá no início da pandemia, o vídeo do “hospital vazio” viralizou na internet. E, assim como lá no início da pandemia, ele mostra uma situação que não é real. As imagens não provam que o Hospital Moinhos de Ventos “está tranquilo”.

Na realidade, a situação do hospital particular é, sim, complicada. Como mostra esse boletim médico do hospital, nunca tantas pessoas precisaram ficar internadas na instituição e a lotação das UTIs está acima de 100% (ou seja, pessoas esperando por leitos).

A “aparente tranquilidade” do vídeo se deu por dois motivos. 1) Por causa da pandemia, o hospital fechou as tendas de atendimento e passou apenas a atender casos mais graves. 2) O hospital adotou medidas para diminuir a circulação de pessoas como, por exemplo, não permitir visitas de parentes. Leia nota publicada pela instituição:

O Hospital Moinhos de Vento esclarece que o vídeo gravado nas dependências da instituição e que sugere que a situação vivida é tranquila não reflete a realidade. Além de captado sem autorização, traz informações imprecisas. O hospital registra, hoje, os mais altos índices de internações e agravamento de casos. Conforme já divulgado em nota nesta semana, a instituição está com mais de 100% de ocupação dos leitos de terapia intensiva e também opera acima da capacidade destinada a pacientes infectados pelo coronavírus nas áreas de internação.

A ideia de normalidade sugerida pelo vídeo é, na verdade, resultado das medidas adotadas pelo Comitê de Enfrentamento da COVID-19, visando manter os padrões de qualidade assistencial e médica da instituição. O hospital abriu leitos de terapia intensiva de retaguarda e fechou a tenda de atendimento a pacientes com suspeita de infecção pelo coronavírus, citada na gravação, direcionando para o atendimento da Emergência, que só recebe casos classificados como vermelho e laranja. Também, limitou a transferência de pacientes que necessitam de leitos no Centro de Terapia Intensiva. Os esforços são voltados a proporcionar o suporte necessário para ocasionar os melhores desfechos possíveis. Familiares de pacientes com COVID-19 não circulam pelo hospital e são orientados a permanecer em casa, uma vez que as visitas são vedadas nestes casos.

O Hospital Moinhos de Vento reforça que esse tipo de conteúdo é irresponsável e fere princípios legais, pois expõe pacientes da instituição sem autorização de uso da imagem. Também alerta a população para que desconfie e não compartilhe informações não oficiais e duvidosas. Além disso, os profissionais de saúde da instituição se sentiram desrespeitados num momento em que muitos estão privados do convívio familiar e com todas as atenções e esforços voltados ao atendimento dos pacientes com um único objetivo: salvar vidas. Hospital Moinhos de Vento

Resumindo: ao contrário do que sugere o vídeo em questão, a situação no hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, não está “tranquila”. Local está com leitos de UTI no limite e teve que suspender atendimentos para casos leves justamente por causa do colapso de saúde na capital do Rio Grande do Sul.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164. 

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2m2887O
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/38hcBcy

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet