I-Doser é uma droga virtual que vai viciar jovens e causar overdoses #boato

Boato – Droga virtual chamada I-Doser é distribuída via YouTube, funciona somente com fone de ouvido, vicia jovens e causa overdoses. 

Sem dúvida alguma, a tecnologia foi a grande responsável por muitas melhorias e comodidades na nossa sociedade. Hoje, por exemplo, temos acesso ao computador e à internet, o que facilitou e agilizou muitas operações.

Mas muitas construções derivadas da tecnologia também são usadas para ações ilícitas ou que causam algum tipo de prejuízo na vida real, como o bombardeamento de fake news nas redes sociais.

E de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, parece que a internet acabou indo longe demais. Segundo uma publicação, canais do YouTube estariam vendendo uma droga virtual, chamada I-Doser. Ainda segundo a história, o efeito do I-Doser seria o mesmo da cocaína e poderia causar dependência. De acordo com a publicação, todos os jovens saberiam da nova droga que só faria efeito com o uso do fone de ouvido. Confira:

Versão 1: “ATENÇÃO Se seu filho estiver no quarto escuro c/ fone “ouvindo música” CUIDADO! quem distribuí a nova droga sonora sb quais frequências do cérebro são afetadas qd uma pessoa usa um entorpecente, a nova droga tem uma plataforma i-doser, comum na deepweb, agora está no YT”. Versão 2: “I-DOSER A DROGA VIRTUAL POR FREQUÊNCIA ELETROMAGNÉTICA Ondas binaurais, que prometem uma mudança na freqüência cerebral das pessoas, gerando determinadas sensações”.

Versão 3: “São ondas binaurais, não são bioneurais, são binaurais, onde? Por isso que só funcionam com fones de ouvido. A frequência do ouvido esquerdo é um pouquinho diferente do direito. Automaticamente, ele ativa áreas do cérebro que a cocaína ativaria. A pessoa fica totalmente drogada como se estivesse consumindo cocaína. Igualzinho! Como toda e qualquer droga, você consome a primeira vez, depois conforme você for consumindo, o efeito vai diminuindo. E no final, você acaba comprando outras doses, não é isso? O I-doser é a mesma coisa. Você baixa e vai ouvindo, ouvindo, ouvindo e vai diminuindo. E você vai lá e compra outra dose, compra outra dose, compra outra dose. Ok. Danos físicos que produziria a cocaína, não. Porque a cocaína não só danifica aqui o nariz, outras coisas mais, mas os danos psicológicos. O I-doser produz os mesmos problemas psicológicos do que qualquer outra droga. […]

I-Doser é uma droga virtual que vai viciar jovens e causar overdoses?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Twitter e deixou muita gente intrigada. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de fontes confiáveis e de provas que o tal I-Doser poderia funcionar dessa maneira.

Ao ler a história, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque ela apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, alarmista, os erros de português e a falta de fontes confiáveis.

Além disso, histórias falsas sobre supostas ameaças na sociedade não são novidade por aqui. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que um jovem teria morrido após participar de um desafio do jogo Baleia Azul, no Brasil. Também a que indicava que uma droga chamada Morango Rápido estaria sendo distribuída em escolas e, por fim, a que apontava que uma folha de teste de perfume seria uma droga que estaria sendo distribuída por assaltantes no Assaí.

Ao procurar por mais informações, descobrimos que, de fato, o I-Doser existe. Mas não tem nada a ver com o que diz a história. O I-Doser é um programa de computador que produz ondas sonoras e que busca intervir nas ondas cerebrais das pessoas. Com isso, o programa pretende simular o efeito de várias drogas e sensações.

O programa foi criado pelo especialista em psicologia de áudio e música Nick Ashton e lançado em 2005. De acordo com o desenvolvedor, o programa utiliza a técnica das ondas binaurais. A técnica é antiga e foi descrita pela primeira vez pelo físico alemão Heinrich Dove, em 1839.

Apesar de ser bastante conhecida na área física e médica, a técnica não é considerada um conhecimento científico. Isso porque todos os estudos publicados sobre o tema apontaram resultados inconclusivos. Além disso, diversos médicos e estudiosos acreditam que os efeitos produzidos pelo I-Doser, na verdade, sejam resultado do efeito placebo, isto é, da sugestão.

Em 2010, nos Estados Unidos, uma médica e professora chegou a realizar testes com pessoas durante a utilização do I-Doser. O estudo com 4 pessoas demonstrou que o programa de computador não foi capaz de alterar as ondas cerebrais dos jovens. Ainda em 2010, o diretor de audiologia diagnóstica do Hospital Infantil de Boston concedeu uma entrevista onde afirmou que a técnica das ondas binaurais apenas causa uma pequena confusão com a percepção do som. Entretanto, ela não é capaz de alterar as percepções reais do corpo humano.

Por fim, não podemos chamar o I-Doser de droga. Além do programa não estar listado, no Brasil, como um entorpecente, os sons não são capazes de causar nenhum efeito parecido com os das drogas. No máximo, o I-Doser pode provocar sensações, assim como qualquer música.

Em resumo: a história que diz que a droga virtual I-Doser pode viciar jovens e levar à overdoses é falsa! O I-Doser é um programa de computador que pretende alterar as ondas cerebrais com o uso de ondas sonoras específicas. Apesar da proposta, até hoje não existem estudos científicos ou provas de que o programa, de fato, tenha os mesmos efeitos que as drogas. Na realidade, diversos pequenos estudos mostraram que o programa não foi capaz de alterar as ondas cerebrais, isto é, os efeitos sentidos pelas pessoas são apenas efeito placebo. Dessa forma, o I-Doser não é capaz de viciar ou causar overdose, uma vez que não consegue simular os efeitos das drogas no corpo. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso