Bula aponta que vacina da Pfizer não é indicada para menores de 16 anos #boato

Boato – Bula da vacina da Pfizer/BioNTech aponta que o imunizante não é recomendado para menores de 16 anos. 

Nas últimas semanas, a internet tem acompanhado um verdadeiro boom de fake news sobre os imunizantes contra a Covid-19. Não é de hoje que os disseminadores de conteúdo falso fazem ataques direcionados contra as vacinas. No final de 2020 e no início de 2021, também vivemos um verdadeiro caos por causa da desinformação sobre os imunizantes.

Dessa vez, parece que o alvo é a Pfizer/BioNTech. Há algum tempo, grupos antivacinas e bolsonaristas começaram a relacionar a morte de uma jovem de 16 anos com a vacina desenvolvida pelas duas empresas. Não demorou muito para que mais desinformação sobre o assunto começasse a circular na internet.

Exemplo disso é a história de hoje. Segundo uma publicação que está sendo compartilhada por aí, a vacina da Pfizer/BioNTech não seria recomendada para menores de 16 anos. Ainda de acordo com a publicação, a informação estaria disponível na bula da própria vacina. Confira:

Versão 1: “Pessoal, leiam a bula da vacina da pfaizer e percebam que não é recomendado para menores de 16 anos. II – INFORMAÇÕES AO PACIENTE 1. PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO? ComirnatyTM é uma vacina para prevenir a doença COVID-19 provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 em indivíduos com idade igual ou superior a 16 anos”. Versão 2: “NA BULA INDICADA PARA 16 ANOS ACIMA SÓ UMA PERGUNTA MENORES PODEM SER VACINADOS SE NA PRÓPRIA BULA DIZ ACIMA DE 16 SÓ UMA PERGUNTA, PERGUNTAR NÃO OFENDE! 1. PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO? ‘ComirnatyTM é uma vacina para prevenir a doença COVID-19 provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2 em indivíduos com idade igual ou superior a 16 anos’”.

Bula aponta que vacina da Pfizer não é indicada para maiores de 16 anos?

A informação caiu como uma bomba nas redes sociais, em especial, no Facebook e deixou muitas famílias preocupadas. Apesar disso, a história não é real. A explicação fica por conta da própria bula que está sendo compartilhada e dos inúmeros estudos realizados pela Pfizer.

A história está sendo compartilhada com um apelo para a proibição da vacinação de adolescentes. Apesar disso, a publicação se apoia em informações completamente falsas. Como já dissemos por aqui, informações falsas sobre a vacina da Pfizer fazer mal para as pessoas não são novidade na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas.

Exemplo disso é a história que dizia que a vacina da Pfizer teria feito a mortalidade por Covid-19, em Israel, aumentar. Também a que indicava que Mike Yeadon, da Pfizer, teria afirmado que seria tarde demais para salvar quem se vacinou contra a Covid-19 e, por fim, a que apontava que a Pfizer teria admitido que iria colocar microchips da Microsoft na próxima leva de vacinas.

Ao buscar por mais informações na internet, descobrimos que a bula que está sendo compartilhada por essas publicações não valem mais. Quando o imunizante foi aprovado, de fato, a vacina era indicada apenas para maiores de 16 anos. Não por termos provas de que o imunizante poderia causar algum tipo de mal para crianças e adolescentes, mas sim porque as duas empresas não realizaram estudos com essa faixa etária naquele momento (para agilizar a aprovação da vacina e iniciar imediatamente a imunização de quem poderia se vacinar).

Entretanto, logo que a vacina da Pfizer/BioNTech começou a ser aplicada no mundo todo, novos estudos foram encomendados pelas duas empresas. Entre eles, pesquisas que buscavam identificar a segurança da vacina em crianças e adolescentes. Os dados dos estudos mostraram que o imunizante não só era eficaz, mas também seguro para adolescentes a partir de 12 anos. E de acordo com os recentes resultados anunciados pela empresa, o imunizante também é seguro para crianças a partir de 5 anos.

Após os resultados positivos com adolescentes a partir de 12 anos, a Pfizer pediu uma autorização para modificar a bula, indicando a nova faixa etária. A aprovação do pedido foi anunciada no dia 11 de junho de 2021. De acordo com a Anvisa, a ampliação da faixa etária foi concedida após a apresentação dos estudos desenvolvidos pelas duas empresas e acompanhados pela própria Anvisa.

Por fim, a bula atualizada não deixa dúvidas sobre a indicação da faixa etária. De acordo com a bula atualizada, no Brasil, a vacina da Pfizer/BioNTech é indicada para adolescentes a partir de 12 anos.

Em resumo: a história que diz que a bula da vacina da Pfizer/BioNTech indica que o imunizante é recomendado apenas para maiores de 16 anos é falsa! Quando a vacina foi aprovada, de fato, era indicada apenas para essa faixa etária. Entretanto, após mais estudos desenvolvidos pelas duas empresas e acompanhados pela própria Anvisa, a instituição brasileira permitiu que a Pfizer/BioNTech mudasse a bula do imunizante. E assim, a nova bula indica o uso para adolescentes a partir de 12 anos. Ou seja, a história não passa de balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso