Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > Fake news sobre áudio da Fiocruz e água contaminada da Cedae voltou a circular em 2024

Fake news sobre áudio da Fiocruz e água contaminada da Cedae voltou a circular em 2024

Água da Ceade no Rio de Janeiro esteja contaminada em 2024 como mostra áudio, diz boato (Foto: Reprodução/TikTok)

Boato – Uma bióloga da Fiocruz alertou que a água da Cedae no Rio de Janeiro está contaminada em 2024.

Análise

Voltou a circular na internet (principalmente no WhatsApp), um vídeo de um homem com voz de locutor com um alerta para os moradores do Rio de Janeiro.

Na mensagem, o homem aponta para um áudio que teria recebido na internet de uma “bióloga da Fiocruz” que aponta que a água que vem da Cedae, no Rio de Janeiro, estaria completamente contaminada.

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

O vídeo começa com o homem falando do alerta. Depois, ele reproduz o áudio (em que a mulher também faz supostas orientações como “não tomar banho ou tomar banho rápido”) e, por fim, o homem pede compartilhamento. Leia a transcrição do arquivo:

Olá pessoal, o alerta de hoje vai para o Rio de Janeiro. Esse povo carioca que eu tanto amo, considero e respeito. Eu recebi uma informação aqui muito importante, eu não posso guardá-la pra mim. Então eu tenho que repassar e eu peço a você ou quem não mora no Rio de Janeiro também me ajude a compartilhar essa notícia. Ela é urgente. A extrema imprensa não está divulgando, está passando pano pra empresa de água, pra CEDAE do Rio de Janeiro.

E o pior, a Fiocruz da gravidade do problema mas também está escondendo e não quer que a população saiba a verdade. A água do Rio de Janeiro está contaminada. De repente você que tem um parente ou filho e que está tendo está tendo uma morte súbita ou uma diarreia assim do nada. Saiba, é a água que a pessoa está consumindo. Em alguns casos está levando até a morte. Tem vírus na água do Rio de Janeiro e a mídia tá falando que foi jogado detergente lá no Rio Gandu, que é o rio que abastece mais de onze milhões de cariocas.

Então preste atenção no áudio que eu recebi é de uma fonte fidedigna, eu quero que você me ajude compartilhar essa informação porque é saúde pública. O caso é muito grave e a mídia está acobertando, está passando pano para essa empresa não está prestando um bom serviço ao povo carioca. Ouça esse áudio. 

Eu estou conversando com a moça bióloga aqui agora. Ela vai vai passar não. Você também é da parte também. Radiologia também. Você também brota Fiocruz, não é isso os perigos que está acontecendo na água aqui ó. Pode falar que isso aqui também oi gente, então é o seguinte, eu moro aqui em Copacabana e saio e sai pra praia e falo, tá gravando, sai pra praia pra caminhar, mas na verdade pra avisar mães que crianças, né? E tem muitas pessoas que trabalham na praia, que moram nas comunidade, que vão anunciar. Meu marido é ahm biólogo da Fiocruz, a Fiocruz foi proibida de falar o risco que tá acontecendo na na água do Rio de Janeiro os noticiários estão anunciando trinta por cento do risco, é muito mais grave do que a gente pode imaginar, tá bom?

Água de filtro não funciona, o vírus passa, tem que ferver a água, vai escovar os dente, escova com o dente, com a água do fervida, tomar banho, põe a algodão nos ouvidos e seja um banho rápido, não beba água da torneira, a água está com vírus muito forte eles estão colocando uma composição que é mais forte que o vírus pra matar o vírus e pode dar uma parada cardíaca em qualquer criança ou pessoas que tem arritmia. Se você sentir dor de cabeças fortes, se você sentir enjoo, se você sentir tontura, se você se tiver diarreia pro SUS e fala estou há quatro dias assim mesmo que seja um dia porque daí eles atende rápido. A ordem é atender quem chega mais rápido que já está há três quatro dias.

Se você falar que começou hoje eles vão deixar você na fila. Entendeu? Então assim o risco é grave. Se vocês puder divulgar se vocês puder prestar atenção e não beba água da torneira e leve pra informações pra pessoas carentes que não tem informações, que não tem condições, que trabalham o dia inteiro, que não pode não conseguiram ler os noticiário. A situação está rio. Vai comer no restaurante? Não coma verdura. Não toma suco. Água na praia. Mineral que seja natural. Muita gente manipula uma água não tomam. Eles água normal abre a torneira aqui do calçadão, põe água e vende a água. Eles lacram bem forte e vende a água. Se for comprar água, água com gás. Se não, água só no supermercado, de preferência de outro estado. É isto se vocês puder divulgar eu agradeço porque quanto mais vida a gente salvar melhor pra nós.

É isso pessoal eu estou dando aqui a minha contribuição espero que você faça o mesmo pra que possamos salvar o maior número de vidas como sempre o SUS não funciona, as instituições não funcionam e a população mais uma vez refém dessa política criminosa, dessas empresas que não prestam bom serviço à população. Mas cobrar eles sabem cobrar e muito caro por esses serviços. Compartilhe esse vídeo a todos que você conhece

Checagem

Apesar de se tratar de um tema já tratado aqui no Boatos.org algumas vezes (duas em 2021 e duas em 2023), a história está circulando como se fosse uma “coisa nova” e atual em 2024. Por isso, vamos fazer a checagem de novo (mesmo que usando o conteúdo anterior para responder a algumas perguntas).

Falando em perguntas, a checagem irá responder às seguintes questões: 1) É verdade que uma a água da Cedae no Rio de Janeiro esteja contaminada em janeiro de 2024? 2) O áudio sobre a água da Cedae no Rio de Janeiro que está circulando na internet é mesmo de uma bióloga da Fiocruz? 3) As orientações contidas no áudio estão corretas?

É verdade que uma a água da Cedae no Rio de Janeiro esteja contaminada em janeiro de 2024?

Não. Só o fato de o mesmo áudio ter circulando na internet e se mostrar uma fake news em outros momentos já mostram que a história é falsa.

Não há qualquer registro de que a Fiocruz ou a Cedae tenham feito qualquer alerta de água contaminada em janeiro de 2024. A história não passa de mais uma fake news.

O áudio sobre a água da Cedae no Rio de Janeiro que está circulando na internet é mesmo de uma bióloga da Fiocruz?

Nas outras vezes que desmentimos a história, a próprio Fiocruz acabou se manifestando a respeito da fake news. Como o que foi dito vale para hoje, relembre o que foi escrito:

Entramos em contato com a própria Fiocruz que, por meio da assessoria de imprensa, desmentiu a informação: “A Fiocruz não reconhece o áudio nem endossa as informações”, nos respondeu. O instituição também publicou uma nota desmentindo o áudio:

Verificamos que está circulando um áudio que informa sobre a situação da água da CEDAE, fazendo referência a uma pessoa do “Departamento de Microbiologia” especialista em análise microbiológica da água. Essa pessoa teria dito, entre outras informações, que análises da água revelaram “intensa contaminação por coliformes fecais”.

Informo que nenhum docente do Instituto de Microbiologia emitiu tal informação e outras contidas no áudio. O Instituto de Microbiologia está em contato com os estudiosos sobre o tema na UFRJ. Esperamos ter, em breve, uma nota oficial da Universidade sobre o estado da água fornecida pela CEDAE.

As orientações contidas no áudio estão corretas?

Algumas sim, algumas não. É claro que devemos ter cuidado, principalmente, no consumo de água da torneira. Agora, falar que não devemos tomar banho ou mesmo cozinhar com água fervida é um pouco de exagero.

Conclusão

Fake news ❌

É falso que haja um alerta de uma bióloga da Fiocruz sobre a água do Rio de Janeiro em janeiro de 2024. A fake news é antiga, voltou a circular e cá estamos para a esclarecer.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).