Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Saúde > É falso que bióloga da Fiocruz tenha gravado um áudio alertando sobre vírus na água em Copacabana, no Rio de Janeiro

É falso que bióloga da Fiocruz tenha gravado um áudio alertando sobre vírus na água em Copacabana, no Rio de Janeiro

Bióloga da Fiocruz gravou áudio alertando sobre vírus na água em Copacabana, no Rio, diz boato (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Boato – Bióloga da Fiocruz alertou, em áudio, que a água de Copacabana, no Rio de Janeiro, está contaminada com um vírus. 

  Análise

Tem circulado no WhatsApp e, em menor volume, em outras redes sociais, um áudio atribuído a uma mulher que seria uma bióloga da Fiocruz. No arquivo, ela denuncia o que seria “um grande risco” para moradores do Rio de Janeiro: a água da cidade.

A suposta bióloga aponta que a água de Copacabana está com um vírus, que a Fiocruz está escondendo tudo, que não devemos beber água da torneira, que não devemos tomar banhos longos e ficarmos alertas. “Essa situação é muito importante ser repassada pois é muito perigosa a questão da saúde com essa coisa de Águas do Rio…😡”, diz uma das mensagens que acompanham o arquivo. Leia a transcrição do arquivo e escute o áudio:

Tô conversando com a moça biólogo aqui agora, não vai passar não, você também é da parte da biologia, também, você também, é bióloga da Fiocruz, é isso? Vai falar os perigos que tá acontecendo na água. Isso Aqui ó.. Pode falar isso aqui também tem o nosso curso de faculdade.

Vídeo: é falso que Lojas Francesas (Americanas) tenha jogado livros de Felipe Neto no lixo

Oi, Gente, então é o seguinte. Eu moro aqui em Copacabana a Sair… Sai pra praia, tá tá gravando. Sai pra praia pra caminhar, mas na verdade, pra avisar mães que tem crianças, né. E tem muitas pessoas que trabalham na praia que moram nas comunidades que vão anunciar. Meu marido é biólogo da Fiocruz. A Fiocruz foi proibida de falar o risco que tá acontecendo na na água do Rio de Janeiro, os noticiários estão anunciando trinta por cento do risco. É muito mais grave do que a gente pode imaginar, tá bom?

Água de filtro não funciona. O vírus passa. Tem que ferver a água. Vai escovar os dentes, escova com água fervida. Tomar banho, põem algodão nos ouvidos e que seja um banho rápido. Não beba água da torneira. A água está com vírus muito forte e eles tão colocando uma composição que é mais forte que o vírus pra mata o vírus e pode dar uma parada cardíaca em qualquer criança ou pessoas que têm arritmia.

Se você sentir dor de cabeças fortes, se você sentir enjoo, se você sentir tontura, se você tiver diarreia, corre pro SUS e fala: Estou há quatro dias assim. Mesmo que seja um dia porque, daí eles atendem rápido. A ordem é atender quem chega mais rápido porque já tá três quatro dias. se você falar que começou hoje, eles vão deixar você na fila, entendeu?

Então assim o risco é grave. Se vocês puder divulgar se vocês puderem prestar atenção e não beba água da torneira e leve pra informações pra pessoas carentes, que não tem informações que não tem condições, que trabalha o dia inteiro que não, que não conseguiram ler o Judiciário. a situação tá Rio. Vai comer no restaurante? Não coma verdura. Não toma suco.

Água na praia mineral, que seja natural. Muita gente manipula a água. não tomam eles. Água normal, abre a torneira. O calçadão punhado e vende a água. Eles lacro bem forte e vende a água. Se for comprar água, água com gás, se não água só no supermercado de preferência de outro estado, É isso. E se vocês puder divulgar, eu agradeço porque quanto mais a gente salvar melhor pra nós.

O histórico de boatos do tipo é um ponto a se destacar. Falamos isso porque desmentimos a mesmíssima história em janeiro de 2020. Na época, o Rio de Janeiro enfrentava um problema de qualidade da água. Neste contexto, o áudio fake circulou.

Dito isso, vamos responder às seguintes questões na parte da checagem do conteúdo: 1) É verdade que a água de Copacabana e do Rio de Janeiro está contaminada com um vírus? 2) O áudio é de uma “bióloga da Fiocruz”? 3) O que a Fiocruz fala sobre o áudio e sobre as acusações?

Checagem

É verdade que a água de Copacabana e do Rio de Janeiro está contaminada com um vírus?

Não é verdade. Só o fato de a mensagem não ser atual já começa a entregar a farsa. O fato de ela já ter sido falsa em 2020 reforça a desconfiança de que se trata de uma fake news. Junte isso ao um terceiro fato (de que não há qualquer alerta sobre água de Copacabana e do Rio de Janeiro nos últimos) e podemos dizer que a acusação é, no mínimo, um boato sem comprovação.

O áudio sobre água é de uma “bióloga da Fiocruz”?

Neste quesito, podemos dizer que é mesmo uma fake news (o que reforça que toda a acusação contra a “água carioca” é falsa). Em 2020, o Boatos.org entrou em contato com a Fiocruz sobre a autoria do áudio ser de uma “bióloga da fundação”. A resposta foi a seguinte:  “A Fiocruz não reconhece o áudio nem endossa as informações”.

O que a Fiocruz fala sobre o áudio e sobre as acusações?

Além da resposta dada ao Boatos.org, nos foi enviada uma nota desmentindo com detalhes a fake news. Leia o teor dela:

Verificamos que está circulando um áudio que informa sobre a situação da água da CEDAE, fazendo referência a uma pessoa do “Departamento de Microbiologia” especialista em análise microbiológica da água. Essa pessoa teria dito, entre outras informações, que análises da água revelaram “intensa contaminação por coliformes fecais”.

Informo que nenhum docente do Instituto de Microbiologia emitiu tal informação e outras contidas no áudio. O Instituto de Microbiologia está em contato com os estudiosos sobre o tema na UFRJ. Esperamos ter, em breve, uma nota oficial da Universidade sobre o estado da água fornecida pela CEDAE.

Conclusão

Fake news ❌

É falso que uma bióloga da Fiocruz tenha gravado um áudio falando sobre a (falta de) qualidade da água de Copacabana e do Rio de Janeiro. Trata-se de uma nova versão de uma fake news que já desmentimos em 2020.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube https://bit.ly/3vZsrnd
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3ounmCN
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai http://bit.ly/3zGePPm