Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Religião > Talibã mata diversos homens fuzilados no Afeganistão em 2021, mostra vídeo #boato

Talibã mata diversos homens fuzilados no Afeganistão em 2021, mostra vídeo #boato

Talibã mata diversos homens fuzilados no Afeganistão em 2021, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Talibã executa diversos homens no Afeganistão em julgamentos coletivos, em 2021, aponta vídeo. 

A imagem de centenas de afegãos amontoados em um avião se tornou símbolo do caos e do desespero vivenciado na região, desde que o presidente Ashraf Ghani deixou o Afeganistão e anunciou a vitória do Talibã. Desde então, imagens do grupo extremista (verdadeiras e falsas) circulam pelas redes sociais.

A última que viralizou pelo Facebook, Twitter e WhatsApp mostra diversos homens sendo executados por um grupo de pessoas encapuzadas. Na legenda, o texto afirma que trata-se de um “julgamento coletivo” do Talibã que teria acontecido após o grupo assumir o controle de Cabul, capital do Afeganistão. Leia o que dizem as mensagens:

Versão 1: O Talibã já começou os “julgamentos” coletivos. As sentenças são fortes. Versão 2: Cenas fortíssimas: vídeo mostra membros do Talibã executando vários homens em pelotão de fuzilamento

Talibã mata diversos homens fuzilados no Afeganistão em 2021?

Vídeo: é falso que Sadia esteja dando prêmios para quem compartilhar no WhatsApp

As imagens surgiram na mesma semana em que outras chocaram o mundo: afegãos tentando a qualquer custo deixar o país. A situação caótica, o medo e o desespero são reais, mas o vídeo é antigo e não foi gravado no Afeganistão.

A tomada do Afeganistão pelo Talibã gerou tentativas de fuga em massa e caos. O grupo retomou a capital do Afeganistão quase duas décadas depois de serem expulsos de Cabul pelas tropas norte-americanas.

Apesar das cenas caóticas divulgadas pela imprensa, muitas informações e imagens que circulam por aí são falsas. Só nos últimos dias, já desmentidos informações sobre missionários cristãos, mulher morta, e Bolsonaro.

Dito isso, saiba que o vídeo (que por motivos óbvios não mostraremos aqui) é antigo e não foi registrado no Afeganistão, ou seja, não possui qualquer relação com a tomada de Cabul pelo grupo extremista.

Na verdade, a execução foi registrada em 2013, quando grupos rebeldes extremistas islâmicos tomaram o hospital Al-Kindi, em Aleppo, na Síria. Na época, soldados sírios que defendiam o local foram presos e executados. Nesta matéria da Deustche Welle, há uma captura da cena do vídeo e a explicação do episódio na descrição.

Aqui, neste suíte, também há informações sobre a execução, assim como aqui e aqui, o que mostra que a história não passa de alarmismo e muita falta de informação.

Quer dizer, o Talibã não matou diversos homens fuzilados no Afeganistão em 2021. Infelizmente, o vídeo é real, mas não é recente e tampouco é do Afeganistão ou do Talibã.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso
Marcações: