Papa Francisco sugere 15 ações para o lugar do jejum de carne na Quaresma #boato

Boato – Papa Francisco declarou que, em vez de fazer o jejum da carne durante a Quaresma, as pessoas deveriam realizar 15 ações de amor ao próximo.

Apesar de o ano de 2022, por causa do crescimento de casos de Covid-19 no Brasil, ter tido um carnaval “meia-boca”, o calendário religioso segue o seu curso normal. Para os católicos, a quarta-feira de cinzas também marca o início da Quaresma, período entre o fim do carnaval e Páscoa marcado por alguns “sacrifícios”, como o jejum. É neste quadro que um texto atribuído ao papa Francisco está começando a circular online.

De acordo com a mensagem, o papa teria sugerido uma lista de 15 ações para serem realizadas no lugar do jejum de carne na Quaresma. Entre os atos sugeridos estão “cumprimentar as pessoas”, “dar graças”, “ouvir as pessoas” e “ajudar os outros”. Leia o texto que circula por aí (vimos versões em português e em espanhol):

No lugar do jejum de carne na *Quaresma,* o Papa Francisco propõe *15 ações simples de caridade*. Veja que bonito: 1- *Cumprimente* sempre e em todo lugar. 2- *Dar graças* (mesmo que não “devas” ou deseje fazê-lo). 3- Lembre aos demais o quanto você os *ama*. 4- *Cumprimentar com alegria* às pessoas que você vê todos os dias. 5- *Ouvir* o que o outro tem a dizer, sem pré julgamentos, *com amor*. 6- Parar para *ajudar*. Estar *atento a quem precisa* de você. 7- *Animar* a alguém 8- *Comemorar as qualidades e os êxitos* do outro. 9- *Separar* o que não usa e *doar* a quem necessita. 10- *Ajudar quando necessário* para que o outro descanse. 11- *Corrigir com amor*, não calar por medo. 12- *Ter boas relações* com os que estão *perto de você*. 13 – *Limpar o que usar em casa*. 14- *Ajudar os outros a superar obstáculos*. 15- *Telefonar* para seus pais, se tiver a felicidade de tê-los. •

*Jejue de palavras ofensivas* e transmita palavras gentis. • *Jejue de descontentamentos* e se encha de gratidão. • *Jejue da ira* e encha-se de mansidão e paciência. • *Jejue de pessimismo* e se encha de esperança e otimismo. • *Jejue de preocupações* e encha-se de confiança em Deus. • *Jejue de queixas* e se encha das coisas simples da vida • *Jejue das pressões* e se encha de oração • *Jejue das tristezas e amarguras* e encha de alegria o coração. • *Jejue de egoísmo* e encha-se compaixão e pelos demais. • *Jejue da falta de perdão* e encha-se de atitudes de reconciliação. • *Jejue das palavras* e se encha de silêncio e de escuta aos outros. Independente de sua crença ou religião, pratique o amorrrr sempreeeeee Si todos intentamos este ayuno, lo cotidiano se llenará de: Se todos nós tentarmos este jejum, o cotidiano se encherá de: *Paz* *Confiança* *Alegria* e *Vida*

Papa Francisco sugeriu 15 ações no lugar do jejum de carne na Quaresma?

Não demorou muito para a história se espalhar em redes sociais e no WhatsApp (principalmente entre grupos religiosos). Só que, apesar de as sugestões serem boas (deveriam ser seguidas não só durante a Quaresma), não foram dadas pelo papa Francisco.

A mensagem e o histórico deste tipo de fake news já nos deixa muito desconfiados. O texto em questão tem quase todas as principais características de fake news como, por exemplo, o caráter vago, o tom alarmista, os erros de português e a falta de citação de fontes confiáveis que comprovem que o papa deu as tais recomendações.

Não bastasse isso, não é de hoje que mensagens falsamente atribuídas ao papa Francisco fazem sucesso na internet. Já desmentimos declarações que apontavam que ele “estaria vacinado com o sangue de Cristo”, mensagem falsa sobre o Natal, sobre a família como “lugar de perdão” e outras.

Assim como nos outros casos, o texto em questão não é de autoria do papa Francisco. Para chegarmos à solução do caso bastaram duas ações: 1) Buscar pela origem do texto em questão. 2) Buscar por mensagens do papa dos últimos dias. Começamos pela segunda ação.

Nos últimos dias, o papa se posicionou contra os conflitos na Ucrânia, falou sobre a Campanha da Fraternidade 2022 no Brasil e, ao contrário do que aponta a mensagem, ele, inclusive, sugeriu o 2 de março de 2022 como um dia de jejum “pela paz”. Não há nada sobre substituir o jejum da carne pela 15 boas ações.

A partir daí, resolvemos buscar pelo texto em questão. Achamos versões em espanhol das recomendações em diversas congregações católicas. Há referências desde 2015. Na primeira versão que vimos do texto, é dito que as orientações são baseadas na fala de papa Francisco no início da Quaresma daquele ano (que não lista as 15 recomendações). Vamos frisar: baseadas, não copiadas.

Resumindo: apesar de as orientações das 15 ações serem muito interessantes, não é verdade que elas foram dadas pelo papa Francisco para “substituição” do jejum da carne na Quaresma. O texto está sendo falsamente atribuído ao pontífice e foi criado por sites religiosos.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet