Missionárias cristãs no Afeganistão foram colocadas em sacos plásticos em praça pública #boato

Boato – Vídeo mostra missionárias cristãs que foram colocadas em sacos plásticos em plena praça pública pelo Talibã no Afeganistão.

O único assunto que está, de certa forma, conseguindo rivalizar com fake news relacionadas às manifestações de 7 de setembro é a crise no Afeganistão. E, apesar de minorias (independentemente da religião) estarem sofrendo no país, o que tem circulado é em relação a supostas “perseguições a cristãos”.

A última história que circula online aponta que mulheres cristãs foram colocadas em sacos para morrerem sufocadas no Afeganistão. A prova seria um vídeo e o texto é, ainda, acompanhado de mensagens que relacionam a ação à “volta de Jesus Cristo” e ao “comunismo de Lula”. Leia a mensagem circula online (o vídeo você vê mais abaixo):

Confira o desmentido em vídeo:

Confira também: Janja tirou foto com traficante? Saiba a verdade aqui!

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Essas mulheres são missionárias no Afeganistão. Elas foram jogadas em praça pública dentro de sacos plásticos para morrerem sufocadas por causa da palavra de Deus Elas escolheram não negar o Nome de Jesus. Para elas e para cada cidadão afegão, a GT – Grande Tribulação ja começou e é agora IGREJA TE PREPARA JESUS CRISTO ESTÁ VOLTANDO Isso aqui que comunismo do Lula Faz com as mulheres mundo a Fora.

Missionárias cristãs no Afeganistão foram colocadas em sacos plásticos em praça pública?

É incrível como esse tipo de mensagem se espalha em grupos religiosos em redes sociais. Porém, não há qualquer relato de mulheres colocadas em sacos plásticos no Afeganistão e o vídeo nada tem a ver com a situação descrita.

Antes de falar no assunto em si, precisamos fazer um alerta sobre como o debate em relação à situação do Afeganistão está sendo tratado por alguns grupos religiosos no Brasil. É fato que o Talibã ter chegado ao poder no país representa um risco a diversos grupos como minorias étnicas, mulheres, oposicionistas políticos e, sim, grupos religiosos.

Porém, algumas pessoas estão tratando o assunto de forma simplista, como se a situação no Afeganistão se resumisse, simplesmente, em “uma caça a cristãos por parte de muçulmanos”. Ou seja: estão usando um cenário trágico para capitalização política e acirramento da intolerância religiosa por aqui.

Neste cenário, diversas notícias falsas têm circulado por aí. De anúncio falso de “cristãos missionários que seriam mortos nos próximos dias” a “leilão de meninas cristãs”, o que não tem faltado é denúncia falsa sobre o assunto. E a história das mulheres no saco plástico é mais uma delas.

Para chegar à solução do caso, precisamos de duas coisas. A primeira foi buscar detalhes sobre as tais perseguições a cristãos por parte do Talibã. Não encontramos nada de específico em fontes confiáveis (o mais perto que chegamos disso foi uma notícia duvidosa sobre “estarem matando quem tem o aplicativo da Bíblia no celular”).

A segunda foi fazer uma busca reversa pelo vídeo em questão. Foi aí que descobrimos que as imagens nada têm a ver com Afeganistão, cristãos ou mesmo envolveu “morte de pessoas”. Na realidade, o vídeo é de um protesto na Colômbia de maio deste ano.

A performance se chama Empaquetados (empacotados) e, de acordo com essa publicação é “Uma homenagem às pessoas que foram encontradas mortas nos últimos dias, afogadas, em pedaços e sacos. Em homenagem a todos aqueles que deixaram suas casas para lutar por seus direitos e não puderam voltar para casa”. Veja o vídeo da performance:

Neste ano, esse vídeo chegou a ser compartilhado falsamente como se fosse de “vítimas da Covid-19” sendo colocadas em sacos na Indonésia. O boato foi desmentido, em julho deste ano, por serviços de checagem como o News Mobile (Índia) e AFP Tailândia.

Resumindo: é falso que um vídeo mostra que mulheres missionárias cristãs estão sendo colocadas em sacos para morrerem sufocadas em uma praça pública no Afeganistão. O vídeo é da Colômbia e já foi, inclusive, utilizado em outras notícias falsas por aí.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet