Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Religião > Menino turco que sobreviveu a terremoto diz que foi alimentado por “mulher de branco” a jornalista A. Habera #boato

Menino turco que sobreviveu a terremoto diz que foi alimentado por “mulher de branco” a jornalista A. Habera #boato

Menino turco que sobreviveu a terremoto diz que foi alimentado por “alguém de branco” a jornalista A. Habera, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – O jornalista turco A. Habera perguntou para um menino de cinco anos que sobreviveu ao terremoto se ele passou fome. Garoto disse que uma mulher de branco ia o alimentar e dar água.

A situação trágica causada pelo terremoto na Turquia está comovendo o mundo. Mesmo assim, ainda é possível ver que algumas pessoas estão se aproveitando da comoção para realizar, por assim dizer, pegadinhas. A mais nova aponta para uma suposta resposta surpreendente de um menino a um repórter.

Uma imagem de uma criança sendo resgatada dos escombros está circulando como se fosse uma resposta a um jornalista chamado A. Habera. O menino teria dito que “quem o alimentou” foi uma “moça vestida de branco”. Leia a mensagem que está circulando online:

Depois de 112 horas sob os escombros, esta criança de cinco anos responde à pergunta do jornalista turco A. Habera com um sorriso: “Você não sentiu fome durante todo esse tempo sob a pressão dessas ruínas?!” A resposta da criança foi palavra por palavra assim: “De vez em quando alguém vestido de branco vinha me dar água e me alimentar.” ESTAMOS CUIDADOS E PROTEGIDOS nesse mundo cruel e caído, aconteça o que acontecer, aconteça o que acontecer conosco, SEMPRE E EM TUDO

Menino turco que sobreviveu a terremoto diz que foi alimentado por “alguém de branco” a jornalista A. Habera?

Vídeo: é falso que imagens mostram Lulinha agredindo a esposa

Principalmente por conta do compartilhamento de pessoas influentes no mundo religioso, a tal história se espalhou muito em redes sociais. Porém, é falsa a história que aponta que o menino em questão deu um depoimento do tipo ao jornalista A. Habera.

A mensagem, o histórico e a ausência do conteúdo em fontes confiáveis já começam a nos deixar desconfiados da veracidade da história. O texto que circula online é vago, alarmista, tem erros de português e não cita nenhuma fonte confiável que confirme a história.

Além disso, não é de hoje que histórias incríveis sobre milagres circulam sem qualquer comprovação. Apenas falando em “bebês e crianças”, já desmentimos fakes sobre famílias enterradas, bebê que ressuscitou após oração da mãe e da criança que ressuscitou após um louvor.

Há um fator na história que aumentou a nossa desconfiança: o nome do jornalista. Se você não sacou, “A. Habera” é um nome um tanto quanto cacofônico. Por isso, resolvemos buscar pelo tal “repórter”. Como era de se esperar, nada encontramos a respeito de qualquer profissional (na verdade, não achamos ninguém) com este nome.

Ao buscar pela foto, descobrimos que, de fato é do terremoto na Turquia. Porém, a imagem (que é desta agência turca de fotografia) é de uma menina de 3 anos e meio e que nada falou sobre “mulher de branco”.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que o jornalista A. Habera arrancou uma linda declaração de uma menina turca sobre uma “mulher de branco” que a alimentou. Trata-se de uma história falsa criada com o intuito de espalhar um nome cacofônico entre fieis mais inocentes.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/40erlBS
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso
Marcações: