Família enterrada viva sobrevive no Egito #boato

Boato – Depois de matar a esposa por ela estar lendo a Bíblia, um homem enterrou duas crianças no Egito. 15 dias depois, milagrosamente elas foram encontradas vivas.

Esse é mais um boato que envolve religião e Oriente Médio. A história da vez, que pode ser lida aqui, teria acontecido no Egito e envolve diversos crimes ocasionados por intolerância religiosa.

De acordo com o texto, um homem matou a mulher por encontrá-la lendo a Bíblia e a enterrou juntamente às suas filhas. Uma das filhas tinha oito anos e outra era recém-nascida. Quinze dias após a tragédia, outro membro da família morreu e quando foram enterrá-lo, as crianças estavam vivas.

Ainda de acordo com a mensagem, que circula na web desde 2004, o homem seria executado. O relato da menina era de que um homem de terno branco com as mãos sujas de sangue iria todos os dias alimentá-las. A própria repórter, que era muçulmana, disse que era obra de Jesus.

Junto à mensagem, teria uma foto de um homem mostrando o local onde a criança havia sido enterrada e outra do suposto bebê enterrado. É aí que a coisa começa a ser desmentida.

A primeira foto é relativa a um crime ocorrido na Índia em 2013. Na história, um homem enterrou um bebê de um ano vivo. Esta matéria do R7 fala sobre o assunto. A outra foto também ocorreu na Índia, mas em 1984. Ela é de uma criança que morreu em um desastre de vazamento de gás natural. É considerada uma das imagens mais chocantes do Século XX. 

A história também não dá mostras de ser verdadeira. Ao procurar na web referências sobre o assunto, nada foi encontrado além de sites cristão e sites que desmentem boatos. Será que uma notícia que “causou muita raiva no país” não teria mais repercussão? Além disso, não foi encontrada nenhuma referência sobre o assunto em sites do Egito. Sendo assim, não há como negar de que a história é falsa.

Leia na íntegra o texto que fala da família que foi enterrada no Egito

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)