Água de rio em Kasese (Congo), na África, virou sangue desde ontem #boato

Boato – É um milagre! Vídeo mostra água de um rio em Kasese (República Democrática do Congo) virou sangue desde ontem.

Volta e meia, algum vídeo que seria a “prova” de que Jesus está voltando circula na internet. Nos últimos tempos já falamos das “bolas de fogo de Israel”, do “chão que se abriu em Israel” e do “som de trombetas em Israel”. Desta vez, vamos falar de mais uma história intrigante. Porém, não aconteceu em Israel e sim na África.

Circula na internet um vídeo que mostra que um rio na cidade de Kasese, República Democrática do Congo, teria se transformado em sangue. De acordo com uma das mensagens que acompanha a filmagem, trata-se de “um sinal fortíssimo que Deus tem misericórdia de nós”. Assista ao vídeo e leia o texto que circula online:

Print da notícia falsa que fala de rio em Kasese que virou sangue em Congo, na África
Print da notícia falsa que fala de rio em Kasese que virou sangue em Congo, na África

Água de um rio em Kasese (Congo) virou sangue desde ontem?

Muita gente compartilhou o vídeo no WhatsApp e espalhou a história no Facebook. Mas será mesmo que o rio em Kasese se transformou em sangue? A resposta é não. Vamos explicar tudinho agora.

Ao ler a mensagem e todas as informações vagas contidas nele, já desconfiamos que a história estava mal contada. A mensagem contém um caráter apelativo, (em alguns casos) pede compartilhamento e tem informações vagas. Ao verificar a história, não deu outra. Apesar de o vídeo ser verdadeiro (é fato que um rio ficou daquela cor), duas informações da história estão erradas.

A primeira informação errada se dá no local descrito. Apesar de a mensagem afirmar de que se trata de um rio na cidade de Kasese, no Congo, o rio que ficou vermelho é localizado em Gana. O rio em questão é Nsukwa, localizado na cidade Koforidua. Antes de você falar que água pode ser saído de um lugar e ido para outro, saiba que a distância entra países é de quase 3 mil quilômetros.

A história do “rio que virou sangue” intrigou a imprensa de Gana. O caso aconteceu em 7 de outubro de 2017. As primeiras notícias falaram que a população ficou intrigada e que pastores evangélicos falavam em milagre. Vídeos como esse foram gravados:

Tão logo o frisson inicial passou (no mesmo dia a cor da água voltou ao normal), a polícia local começou a chegar a conclusões. A primeira delas é que não se trata de sangue no rio e sim um componente químico. A segunda é que se trata de tinta vermelha, jogada no rio por pessoas que trabalham com tingimento de roupas.

Resumindo: a história que aponta que um rio virou sangue ontem na cidade de Kasese, na República Democrática do Congo, é falsa. O caso aconteceu em Gana, não foi ontem, não foi sangue e não está anunciando a volta de Jesus. Caso encerrado.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 994325485.

Compartilhe este artigo:

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

15 comentários em “Água de rio em Kasese (Congo), na África, virou sangue desde ontem #boato

  • 22/09/2018 em 11:18
    Permalink

    Bobalhão só tenho uma coisa a te dizer, vc vai desfazer todo e qualquer sinal que venha apareçer por mais convincente que ele seja.

    Resposta
  • 01/04/2018 em 01:20
    Permalink

    Quando Deus for castigar os habitantes da terra no período da grande tribulação isso acontecerá com todas as fontes de águas não será um caso isolado Leia o Apocalipse.

    Resposta
  • 25/10/2017 em 09:38
    Permalink

    Será que um inteligente tirou uma amostra da água e comprovou por A + B se era mesmo sangue?

    Resposta
  • 25/10/2017 em 04:56
    Permalink

    A outra coisa e que aquilo nao tem aparência de sangue e a outra coisa e que sentira se o cheiro

    Resposta
  • 24/10/2017 em 15:04
    Permalink

    Alguém fez um hemograma no Rio para ver se ele está com colesterol alto???

    Resposta
  • 24/10/2017 em 10:40
    Permalink

    Bom dia!
    Minha opinião é a seguinte. Quando Jesus retornar, não vamos ficar sabendo por zap, mas vamos ver a olho nu e sentir.
    EU CREIO.

    Resposta
    • 24/10/2017 em 22:03
      Permalink

      Verdadeiramente vamos presenciar as pessoas que não valorizaram a salvação, sorver a segunda praga, desejando um gole de água,onde toda a água é sangue.

      Resposta
  • 23/10/2017 em 11:50
    Permalink

    Só acho que as pessoas querem sempre explicar tudo o que acontece em relação ao que está escrito na Bíblia …. Vocês afirmam ser um boato,más não é comprovado cientificamente que foi algo jogado na agua!!! Sei que tem gente capaz de fazer coisas do tipo, más como inguem foi lá estudar e provar o que de fato aconteceu na água vocês não podem afirmar ser um boato!!!

    Resposta
  • 22/10/2017 em 00:13
    Permalink

    1. Depois corrige o erro de digitação “saiba que a distancia entra paises e de quase 3 mil quilometros” isso da uma grandiosa impressão que o blog não e confiável
    2. Eu acredito que e relativamente dificil um grupo de “pessoas que trabalham com tingimento de roupas” conseguir tanta tinta o suficiente para deixar um rio daquela cor, se você dissese que foi um indústria até acreditaria mas tipo um grupo de pessoas? essas pessoas deveriam ter quantos kilos de tinta? Porque pra deixar um rio dessa extensão e de uma profundidade razoável por horas (talvez dias) você não acha que seria tinta de mais prar um grupo de pessoas pois teria de ter muitos barris de tintas para isso e mesmo se fosse uma indústria o vazamento iria ser contido imediatamente porque cá entre nós ninguem quer ter prejuízo né.

    Resposta
    • 25/10/2017 em 13:56
      Permalink

      A bíblia diz …e os rios no plural , e não um rio!

      Resposta
    • 28/10/2017 em 17:37
      Permalink

      Também acho que a própria tentativa de explicação não passa de um boato. Impossível essa quantidade de tinta derramada por simples trabalhadores. Deveria ser comum então, que isso acontecesse por lá. Concordo com sua observação.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)