Walter Braga Neto, secretário de Moro, manda recado a deputados sobre Lei de abuso de autoridade #boato

Boato – Walter Braga Neto, secretário de Segurança Nacional escolhido por Moro, critica Lei de abuso de autoridade e diz que parlamentares vivem em pleno abuso de autoridade.

De acordo com levantamento da União Interparlamentar, o Congresso Nacional brasileiro é o segundo mais caro do mundo, perde apenas para os Estados Unidos. Em média, cada parlamentar custa US$ 7 milhões por ano ao país. Os números são de saltar aos olhos e de indignar muita gente por aí. Um deles, de acordo com uma publicação que circula na internet, seria o “secretário Segurança Nacional” escolhido por Moro, Walter Braga Neto.

No vídeo, o sujeito, descrito como , Walter Braga Neto, faz duras críticas à Lei de abuso de autoridade, atuação e benefícios dos parlamentares do Brasil. Ele diz, entre outras coisas, que os parlamentares “vivem em pleno e constante abuso de autoridade” e que os “deputados e senadores não têm qualificação moral e nem noção da realidade para escrever e botar uma lei definindo o que é e o que não é abuso de autoridade. Também é dito que para acabar com o abuso de autoridade é preciso acabar com a corrupção na classe política. Leia a transcrição e a mensagem e assista ao vídeo que circula online:

Confira o desmentido em vídeo

Mensagem: Ouçam o Secretário de Segurança Nacional, nomeado pelo Sergio Moro, General do Exército Walter Braga Neto. Vamos repassar em todos os grupos!!!

Transcrição: Deputados e Senadores, saudações. Eu espero que este vídeo feito por um brasileiro comum chegue até vocês. Gostaria de falar com vocês sobre a lei de abuso e autoridade e eu quero lhes dizer uma coisa: definir o aumento do próprio salário, quando vai acontecer e qual vai ser o tamanho desse aumento isso pra mim é abuso de autoridade. Um deputado custar R$ 300 mil por mês num país onde a média salarial do povo é de R$ 2 mil eu acho que isso é abusar da autoridade que tem. Ter dezenas de assessores sem necessidade bancados com o dinheiro suado do povo, que rala e se mata e que é obrigado a dar esse dinheiro pra vocês é abuso de autoridade. Ter auxílio terno, moradia, motorista, ajuda de custo, valores abusivos num país que mal tem rede de esgoto para a população é abuso de autoridade. Ter assistência médica especial e ilimitada enquanto o povo morre sem remédios e com os hospitais caindo aos pedaços para mim é abuso de autoridade.

Os parlamentares do Brasil vivem em pleno e constante abuso de autoridade todo dia tanto é que se houvesse um plebiscito e uma votação popular eu duvido que vocês teriam esses benefícios. Por isso, tudo isso que vocês fazem todos os dias é abuso de autoridade. Torrar bilhões de reais do povo com o fundo eleitoral, regalias, vinho, lagosta, viagens, desvio de dinheiro público, corrupção. Isso tudo que é abuso de autoridade. Vocês querem acabar com o abuso de autoridade? Basta acabar com a corrupção na classe de vocês, a classe política, porque é justamente abusar da autoridade política que vocês tem que gera tanto roubo, desigualdade e miséria para o povo de verdade do Brasil, que não são vocês que vivem numa bolha. Quem vive na condição dos deputados, senadores e políticos em geral vivem aqui no Brasil não têm qualificação moral e nem noção da realidade para escrever e botar uma lei definindo o que é e o que não é abuso de autoridade. Vocês vivem abuso de autoridade diariamente. Criar e votar leis que protegem a si mesmo de investigações, prestações de contas e punições é isso que é abuso de autoridade. Essa é minha opinião e certamente é a de todos que compartilharem esse vídeo e a outros milhões de brasileiros. 

Walter Braga Neto, secretário de Moro, manda recado a deputados sobre Lei de abuso de autoridade?

O que não faltou foi gente aplaudindo o recado do suposto secretário de Segurança Nacional. Mas será mesmo que Walter Braga Neto fez vídeo criticando a Lei de abuso de autoridade e os benefícios dos parlamentares? A resposta é não. Entenda os porquês.

Antes de falar da história em si, precisamos nos atentar a alguns detalhes. O primeiro deles está na própria mensagem. Além de ser alarmista e não citar fontes confiáveis, o vídeo segue um enredo clássico da internet: declarações falsamente atribuída a famosos. Por aqui, no Boatos.org, já surgiram histórias envolvendo Sergio Moro, general Pujol, Onyx Lorenzoni e muitos outros.

Inclusive, o próprio general Walter Braga Netto volta e meia é escolhido como protagonista de boatos online, como na história de que o general teria criticado a decisão do STF sobre a Receita Federal e no áudio sobre comunistas e Bolsonaro. Nos dois casos, as declarações foram atribuídas falsamente a ele.

Outro detalhe que chamou atenção é que o texto diz “Secretário de Segurança Nacional, nomeado pelo Sergio Moro, General do Exército Walter Braga Neto”. Na realidade, o cargo de secretário Nacional de Segurança Pública pertence ao também general Guilherme Theophilo. Já o general Braga Netto é chefe do Estado-Maior do Exército (posição mais alta no comando do Exército) e foi nomeado em março de 2019.

Note que, na publicação, o sobrenome do general também está errado. O “Netto” é com dois “t” e não com um “t”. Além disso, nem o general Braga Netto e tampouco Guilherme Theophilo se parecem com o sujeito do vídeo. Ou seja, não há chances de ser o secretário de Segurança Nacional.

Para sacramentar o boato, procuramos pelo vídeo e descobrimos que ele surgiu “sem crédito” em 2019 e só agora ganhou autoria. Sendo assim, Walter Braga Neto não é secretário de Moro e nem mandou recado a deputados sobre Lei de abuso de autoridade. A história não passa de mais uma fake news clássica.

P.S.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/30ro2Jf