Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Uber vai sair do Brasil por causa do governo Lula #boato

Uber vai sair do Brasil por causa do governo Lula #boato

Uber vai sair do Brasil por causa do governo Lula, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Uber decide que vai deixar o Brasil após governo Lula mudar a legislação trabalhista e regulamentar trabalhadores do aplicativo.

O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, deu que falar na última semana. No dia 6 de fevereiro de 2023, Luiz Marinho disse que seria possível trocar o aplicativo de transporte Uber pelos Correios. A declaração veio após uma conversa sobre uma provável mudança na legislação trabalhista, regulamentando a situação dos trabalhadores do aplicativo.

Na oportunidade, o ministro do Trabalho disse que poderia convocar os Correios para criar um novo aplicativo e substituir o Uber, caso o aplicativo de transportes decidisse deixar o Brasil em uma possível mudança na legislação trabalhista.

A partir daí, diversas histórias começaram a pipocar nas redes sociais. Mas uma delas se destacou. De acordo com a publicação, o aplicativo Uber teria decidido sair do Brasil por causa do governo Lula. Confira:

Versão 1: “Após regulamentação do ministro do Lula Uber ameaça sair do Brasil mas o nosso presidente falou que não se preocupasse que ele vai chamar o correio será que vamos ser transportado agora dentro de um envelope e onde eles vão colocar o selo”. Versão 2: “Eu acho que a Uber não vai aguentar. Se sair do Brasil aí f**** de vez”. Versão 3: “O que vai acontecer é a Uber sair do Brasil , aumentando o desemprego. F@zu3l1”.

Uber vai sair do Brasil por causa do governo Lula?

Vídeo: é falso que chá de mamão cure a dengue hemorrágica

A informação causou um verdadeiro burburinho nas redes sociais, especialmente, no Facebook e deixou muita gente preocupada. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem da informação e da explicação da própria empresa.

Para começo de história, a mensagem apresenta caráter vago, extremamente alarmista e não cita fontes confiáveis. Essas são características recorrentes em fake news. Além disso, não existe nenhuma notícia sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Se isso não bastasse, histórias falsas envolvendo embates entre empresas e governos no Brasil já circulam há algum tempo na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que Toyota e Amazon anunciaram que vão deixar o Brasil e fechar as fábricas no país. Também a que indicava que a Citroën teria fechado as portas, demitido 13 mil pessoas e saído do Brasil e, por fim, a que apontava que a Coca-Cola iria deixar o Brasil por causa do aumento de imposto.

Ao pesquisar por mais informações sobre o assunto, nada encontramos. Não existe nenhuma notícia em veículos de comunicação confiáveis sobre a suposta saída da Uber do Brasil e muito menos sobre o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, apontando que a empresa deixaria o país. A fala de Marinho foi sobre uma situação hipotética, que nem sabemos se vai ocorrer.

Para desvendar a história, entramos em contato com a própria Uber e descobrimos que a publicação é falsa. Por meio de uma nota, a Uber explicou que a plataforma conta com mais de 1 milhão de motoristas e 30 milhões de pessoas que buscam viagens diariamente. Além disso, a empresa ainda explicou que passou por um processo muito similar na Espanha, após a regulação do aplicativo e, ainda sim, não deixou o país. De acordo com a Uber, os problemas identificados pelos motoristas e pelo aplicativo estão sendo repassados ao governo espanhol. A Uber afirmou que não pretende deixar o Brasil e que defende a regulamentação dos motoristas, incluindo todos na Previdência Social e pagando parte das contribuições.

A Uber esclarece que não vai sair do Brasil. Hoje, a Uber conecta em todo o país 30 milhões de pessoas que buscam viagens com mais de 1 milhão de parceiros, que encontraram na plataforma uma forma de gerar renda. A Uber permanece comprometida com investimentos de longo prazo em tecnologia e inovação para aumentar ainda mais seu impacto positivo nas cidades brasileiras […].

Em relação à declaração do ministro do Trabalho, Luiz Marinho, em entrevista ao jornal “Valor Econômico”, a Uber esclarece também que não ameaçou sair da Espanha. Durante a discussão regulatória naquele país, a empresa divulgou estimativas sobre o impacto das medidas e apontou a contrariedade dos próprios entregadores com a regulamentação, que acabou resultando na migração forçada de muitos profissionais para o modelo de operadores logísticos (sem cadastro direto nos aplicativos) e reduziu o número de pessoas trabalhando na atividade na casa dos milhares.

A Uber continua suas operações na Espanha e tem apresentado ao governo os problemas identificados na implementação da regulação. No Brasil, a Uber defende publicamente, desde 2021, uma regulação que promova a inclusão dos trabalhadores via aplicativo na Previdência Social, com as plataformas facilitando a inscrição e pagando uma parte das contribuições, em modelo proporcional aos ganhos de cada parceiro. 

Em resumo: a história que diz que a empresa Uber vai deixar o Brasil por causa do governo Lula é falsa! Não existe nenhuma notícia ou declaração que sustente essa teoria. A fala do ministro do Trabalho, Luiz Marinho, foi sobre uma situação hipotética. Além disso, a própria Uber, por meio de nota, afirmou que não pretende deixar o Brasil. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/40erlBS
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso
Marcações: