TSE está cancelando título de eleitor de idosos com mais de 70 anos #boato

Boato – O TSE resolveu cancelar título de eleitor de idosos com mais de 70 anos, porque diversos aposentados podem votar em Bolsonaro.

As eleições presidenciais no Brasil ocorrem em outubro de 2022, mas o pleito já está dando o que falar nas redes sociais. Nas últimas semanas, o assunto que dominou a internet foi a falta de interesse de jovens brasileiros em fazer o título de eleitor. Com isso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou uma campanha para incentivar jovens entre 15 e 17 anos, cujo voto é facultativo, retirem seus títulos eleitorais e participem das eleições presidenciais de 2022.

Mas de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, o TSE estaria tendo uma atitude bem diferente em relação aos idosos. Segundo a publicação, o TSE resolveu cancelar o título de eleitor de pessoas com mais de 70 anos. Ainda de acordo com a história, a ação estaria sendo feita, porque o TSE sabe que milhões de aposentados podem votar no Bolsonaro. Confira:

“Sabia que estão cancelando o Título de quem tem mais de 70 anos?  Tirei uma certidão negativa do Cartório eleitoral, diz que não devo nada. Mas no rodapé da página diz que a inscrição foi cancelada. Quem tem mais de 70 anos deve verificar se esta tudo em ordem com seu título.  Agora vão cancelar os títulos, porque sabem que são. Milhões de pessoas aposentadas que podem votar no Bolsonaro. Apenas repassando”.

TSE está cancelando título de eleitor de pessoas com mais de 70 anos?

A informação viralizou rapidamente nas redes sociais, em especial, no WhastApp e acabou revoltando muita gente. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de provas.

Ao olhar a mensagem, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque a história apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista e a falta de fontes confiáveis.

Além disso, histórias falsas envolvendo o processo eleitoral não são novidade na internet. Em 2018, inclusive, gerou muita confusão e impactos na vida real. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que o TSE teria entregado o código-fonte das urnas eletrônicas para a Smartmatic. Também a que indicava que o TSE queria anular os votos de quem usou a camisa de Bolsonaro para votar nas eleições e, por fim, a que apontava que idosos que não votam devem fazer o cadastro da biometria para não terem a aposentadoria e o CPF cancelados.

Se isso não bastasse, ao procurar por mais informações sobre o assunto na internet, não encontramos nenhuma notícia sobre o tema. Pelo contrário, descobrimos um desmentido a respeito da história. Logo que o assunto começou a viralizar nas redes sociais, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fez questão de desmentir a história. De acordo com o TSE, não existe cancelamento seletivo de títulos eleitorais.  Além disso, o TSE alertou que para pessoas acima de 70 anos, o voto é facultativo e não obrigatório.

Começaram a ser propagadas postagens pelas redes sociais com mensagens falsas afirmando que a Justiça Eleitoral (JE) estaria cancelando o título de eleitor de quem tem mais de 70 anos. O conteúdo informa que uma pessoa teria tirado uma certidão negativa no cartório eleitoral e que, no rodapé da página do documento, constava que a inscrição eleitoral do requerente havia sido cancelada. Mas esse é mais um boato disseminado no mundo digital, na tentativa de causar confusão na população, até porque, o voto para eleitores nessa faixa etária é facultativo. A regra está prevista no artigo 14, parágrafo 1º, inciso II, alínea “b”, da Constituição Federal. Segundo o dispositivo, o alistamento eleitoral e o voto são facultativos para os analfabetos, os maiores de 70 anos e os maiores de 16 e menores de 18 anos.

Além disso, há outros argumentos que comprovam que essa notícia é uma mentira. O TSE prorrogou a suspensão, por prazo indeterminado, das consequências previstas no Código Eleitoral para as eleitoras e os eleitores que deixaram de votar nas Eleições 2020 e não apresentaram justificativa ou não pagaram a respectiva multa. Com a decisão, os que não compareceram às urnas em 2020 poderão votar normalmente no pleito deste ano. A ausência na votação ou a falta de justificativa também não vão impedir a cidadã ou o cidadão de obter passaporte ou carteira de identidade; de inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, e neles ser investido ou empossado; de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; ou de receber remuneração de função ou emprego público. Além disso, as eleitoras e os eleitores que não fizeram o cadastramento biométrico em virtude da pandemia de covid-19 não tiveram títulos eleitorais cancelados, também por determinação da Justiça Eleitoral.

Em resumo: a história que diz que o TSE está cancelando títulos eleitorais de idosos com mais de 70 anos é falsa! Além da história apresentar as principais características de fake news, ela surgiu do nada nas redes sociais. Ao pesquisar por mais informações, descobrimos um desmentido do próprio TSE sobre a história. De acordo com o TSE, o voto para pessoas acima de 70 anos é facultativo. Ainda segundo eles, o cancelamento seletivos de títulos eleitorais não existe. Ou seja, a história não passa de balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso