TSE entregou código-fonte das urnas eletrônicas para a Smartmatic #boato

Boato – O TSE entregou o código-fonte das urnas eletrônicas para a empresa venezuelana Smartmatic em 2017. Agora está provada a fraude nas eleições de 2018.

Como dito recentemente, uma mentira contada mil vezes não vira verdade. Porém, uma mentira contada algumas vezes precisa, sim, ser desmentida algumas vezes. É o caso de mais uma denúncia de “escândalo” que está circulando nas redes sociais em 2021 e aponta para a “prova” da fraude nas urnas eletrônicas.

De acordo com mensagens e vídeos que circulam entre perfis simpáticos ao presidente Jair Bolsonaro, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) “entregou” o código-fonte das urnas eletrônicas para uma empresa venezuelana chamada Smartmatic em 2017. Não é preciso nem dizer que a mensagem criou uma “sugestão” de fraude nas eleições que envolveria, Venezuela, PT e Judiciário. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Versão 1: O TSE entregou o código-fonte das urnas eletrônicas para a Smartmatic. Artigo 7.62 já! É a punição para os traidores da Pátria no Supremo Tribunal Militar. Versão 2: Bomba!!! O TSE entregou os códigos fonte das urnas eletrônicas pra 05 venezuelanos da Smartmatic um pouco antes das eleições de 2018!!!! Fomos enganados por décadas!!!!

Versão 3: TSE ENTREGA CODIGO FONTE. 2017, T.S.E entregou os códigos-fonte das [email protected] eletrô[email protected] brasileiras para uma empresa Venezuelana chamada SMARTMATIC. Ex-Secretário de Tecnologia da Informação Giuseppe Dutra Janino, o considerado “pai da urna eletrônica”

TSE entregou código-fonte das urnas eletrônicas para a Smartmatic?

Não é coincidência que esta história tenha voltado em um momento de ataque ao sistema eleitoral brasileiro (explicamos isso no nosso A Semana em Fakes). Também não é coincidência que, mais uma vez, informações falsas antigas estejam sendo compartilhadas para “patrocinar” o voto impresso.

Essa mesma história de “código-fonte” entregue para empresa venezuelana já foi desmentida em 2018 (durante o período eleitoral). Como boa parte do desmentido de outrora vale para hoje, relembre o que foi escrito:

Em 2015, o Congresso Nacional aprovou um projeto que previa a impressão dos votos nas eleições. Entretanto, apenas 5% das urnas deveriam receber essa função nas eleições 2018 e o trabalho consistia apenas no fornecimento de módulos de impressão dos votos. Nada de códigos.

Com o projeto aprovado, uma licitação se faria necessária. É é aí que a Smartmatic (empresa venezuelana) entrou na jogada. A empresa se candidatou para executar o serviço (e foi aprovada na primeira fase). Porém, na fase de testes, a Smartmatic foi reprovada pelo modelo de engenharia do sistema não atender às exigências do edital.

Em nota, o TSE garantiu que, em nenhum momento, qualquer empresa (seja brasileira ou estrangeira, pública ou privada) ganhou os códigos-fonte das urnas, muito menos os criptográficos, responsáveis pela segurança do processo.

Por fim, vale ressaltar que o site que publicou a informação já é um velho conhecido disseminador de fake news. Depois que a informação foi desmentida por alguns sites de fact-checking, o site “se corrigiu” e modificou o título para: “quase entregou”.

Resumindo: a história que aponta que o TSE entregou código-fonte das urnas eletrônicas para a empresa venezuelana Smartmatic é falsa. Trata-se de uma boato desmentido lá em 2018 que voltou a circular nos últimos dias no Brasil.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet