Steve Bannon e Mike Lindell estão certos ao dizer que eleições com urnas eletrônicas no Brasil são fraudadas #boato

Boato – Em evento, Steve Bannon e Mike Lindell revelam a verdade sobre o Brasil: as eleições em urnas eletrônicas são fraudadas e Bolsonaro será derrotado por Lula.

A última vez que fake news sobre urnas eletrônicas dominaram o debate político no Brasil foi na época em que a PEC do voto impresso foi apreciada (e rejeitada) no Congresso e bolsonaristas estavam em uma sanha golpista relacionada ao dia 7 de setembro.

Depois do recuo do próprio presidente Jair Bolsonaro, que estava próximo era de perder o cargo, o assunto arrefeceu. Só que mesmo com o próprio presidente mostrando recuos (como neste caso) sobre o voto eletrônico, algumas notícias falsas ainda circulam online.

Uma das últimas que vimos por aí aponta para um vídeo de Steve Bannon e Mike Lindell durante um evento nos Estados Unidos. No vídeo, que não será exibido aqui, é dito que Lula é uma ameaça esquerdista a Bolsonaro e que, no Brasil, há um plano de fraudar as urnas eletrônicas para que Bolsonaro seja derrotado. Leia a transcrição da mensagem:

Transcrição: Lembrem-se em outubro de 2022, uns 30 dias antes desta monumental eleição para o Congresso dos EUA, ele [Eduardo Bolsonaro] e seu pai, Jair Bolsonaro, vão encarar o esquerdista mais perigoso do mundo, Lula. Um criminoso, comunista e apoiado por toda a mídia aqui nos EUA, toda a mídia esquerdista. Esta eleição é a 2ª eleição mais importante no mundo, e a mais importante eleição da história da América do Sul. Bolsonaro vai vencer, a não ser que seja roubado, adivinhem pelo que? Pelas máquinas

Bem, eles estão tentando. Olha, isso é globalismo, e sobre movimentos nacionalista populistas. Que tem escala internacional contra os globalistas. E eles vão tentar roubar todas as eleições possíveis. Porque eles não tem apoio do povo. Eles não conseguem vencer eleições livres e limpas. Eles não conseguem ganhar eleições com voto em cédulas de papel. Se usarmos cédulas de papel (nesse caso voto impresso) nós ganharemos todas as eleições nos próximos 100 anos. Eles sabem disso e é para isso que este sistema foi feito.

Steve Bannon e Mike Lindell estão certos ao dizer que eleições com urnas eletrônicas no Brasil são fraudadas?

Vimos o vídeo começar a se espalhar em alguns perfis bolsonaristas em redes sociais. Só que, ao contrário do que sugerem as mensagens, Steve Bannon e Mike Lindell estão, por assim dizer, equivocados em suas declarações.

As características das mensagens que circulam por aí seguem um roteiro clássico das fake news. Os textos são vagos, alarmistas, tem erros de português e não citam qualquer fonte confiável que confirme a veracidade da história.

Aí você deve estar se perguntando: mas Steve Bannon e Mike Lindell não são fontes confiáveis em relação a urnas eletrônicas? Não, não são. Caso você não saiba, Steve Bannon nada mais do que o ex-estrategista da campanha eleitoral de Donald Trump.

Ele é acusado de participar de esquemas de uso de dados para espalhar desinformação relacionada a campanhas políticas. Bannon, que foi, inclusive expulso do Twitter no ano passado por incitação a violência, chegou, também, a ser preso sob a acusação de desvio de dinheiro para uma campanha.

Mike Lindell também não goza das melhores famas. Ele chegou a ser um dos maiores defensores de que as eleições dos EUA foram fraudadas. Também foi desmentido por sites como o do Washington Post e do The New York Times. Ele também foi, recentemente, processado pela Smartmatic, empresa responsável por urnas eletrônicas, por difamação.

Dadas as fontes, vamos ao conteúdo. A tal declaração se deu em um evento “conservador” em 2021. Logo que o vídeo em questão começou a se espalhar pelo Brasil, Bannon passou a ser monitorado pela Polícia Federal aqui do Brasil. O motivo? Espalhar fake news sobre urnas eletrônicas.

Pois é… todo o conteúdo apontado na fala não só carece de provas como também é facilmente refutado com fatos (fatos, de verdade). Como já apontamos em diversos textos (para mais detalhes, leia aqui, aqui e aqui). 1) Nunca foi provada uma fraude nas urnas eletrônicas no Brasil. 2) As urnas são auditáveis e passíveis de conferência. 3) Todas as informações que apontam para “provas” de fraude contra as urnas têm sido, até agora, falsas.

Podemos avançar e apontar para a suposta popularidade da direita que faria Bolsonaro ganhar pelos próximos 100 anos. Ações do presidente (como a péssima gestão da pandemia) está fazendo a popularidade dele despencar. Não só ele está com péssimos índices de aprovação como também, se as eleições fossem hoje, não seria reeleito.

Resumindo: o vídeo que está circulando na internet não contém informações verdadeiras. Não há provas sobre fraudes nas urnas eletrônica, as fontes da informação não gozam de boa fama em relação à qualidade da informação, a própria Polícia Federal do Brasil apontou estar de olho no conteúdo, que, por sua vez, não apresenta nenhuma prova das acusações em questão.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3HIppbu
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet