Bolsonaro derrubou a República e provou fraude nas urnas eletrônicas #boato

Boato – Bolsonaro descobre mecanismo que controla as eleições no Brasil por meio das urnas eletrônicas e derruba a República após descoberta.

Nas últimas semanas, a história que aponta que as urnas eletrônicas teriam sido fraudadas em diversas eleições voltou à tona e tem causado bastante confusão nas redes sociais. Especialmente, após a live do presidente Jair Bolsonaro, realizada no dia 29 de julho de 2021.

Apesar da transmissão realizada por Bolsonaro não ter apresentado nenhuma prova de fraude, isso não foi o suficiente para impedir que as fake news mostradas durante a live voltassem a circular nas redes sociais.

E isso tem refletido no mundo da checagem. Nas últimas semanas, esse é o assunto mais procurado e desmentido nos serviços de fact-checking. Exemplo disso é a história de hoje. De acordo com ela, Bolsonaro teria derrubado a República ao provar a fraude nas urnas eletrônicas. Segundo o texto, Bolsonaro teria descoberto um mecanismo que controla as eleições no Brasil, o Foro de SP (que seria controlado por Zé Dirceu). Confira:

“[…] Bolsonaro derrubou a República. O que ele denunciou e provou, é o MAIOR escandalo da história do país; a lava jato ficou coisa de criança, a prisão do Lula virou piada, ele mostrou que existe um mecanismo que controla as eleições no país, coisa que sabíamos há anos, eu pelo menos vi estudos sobre isso desde 2002, quando um brasileiro chamado Dalmo Acorcine, que hoje mora nos EUA, fez a primeira denúncia alertando sobre a empresa venezuelana SmartMatic que controlava o software na época, desde então temos falado sobre o assunto. […]

Vamos lá, pra quem não entendeu o que ele disse é assim: imagine que aconteceu um assassinato na casa do seu vizinho, então chama-se a polícia e a perícia, chegando eles encontram digitais, pertences e a arma do crime no local, daí com as pistas encontram o assassino, logo após ficam sabendo que quem mandou matar o seu vizinho foi um delegado chefe deles e então como não era pra achar o assassino porque implicaria o delegado chefe, dão fim as provas e arquiva-se o caso. Foi isso que o que o TSE fez, apagando o lobbies, as provas. […]

Dia 04/08/21 foi um dia histórico e mais coisas virão. Não sou vidente, mas nesse momento tem gente preparando a mala pra ir embora. Bolsonaro disse: “Alexandre de Morais recue, não faça isso”;…  “Barroso, volte atrás, peça desculpas e saia grande ainda”….Eles não farão, espere que virão ainda mais vorazes, afinal não estão fazendo somente por ideologia, estão cumprindo ordens do chefe maior do foro de SP, do Daniel ou seja, Zé Dirceu.[…]”.

Bolsonaro derrubou a República e provou fraude nas urnas eletrônicas?

A informação causou burburinho nas redes sociais, em especial, no Facebook e no Twitter, e deixou os ânimos de alguns internautas exaltados. Apesar disso, a história não tem nada de verdade. A explicação fica por conta da falta de provas, de fake news já desmentidas e pela enorme falta de noção de quem escreveu o texto.

Não é preciso nem dizer que já estamos cansados de falar sobre o assunto. Nos últimos tempos, o tema tem dominado a parada de fake news. A equipe do Boatos.org já desmentiu dezenas de histórias sobre fraudes em urnas eletrônicas (que resultam sempre em pedidos por voto impresso) , o que rendeu um especial sobre o assunto por aqui.

Ao ler o texto, não encontramos nada de produtivo. A mensagem, na verdade, não passa de um artigo de opinião que incita atos contra a democracia (o que, por si só, já é criminoso) e, sem meias palavras, “puxa o saco” do presidente Jair Bolsonaro utilizando informações falsas para embasar todo o texto.

Não é verdade que Bolsonaro derrubou a República e muito menos provou algum tipo de fraude. Para começo de história, não existem provas de fraude nas urnas eletrônicas. Assim como já explicado na última semana, apesar de todo o alarde feito sobre a transmissão de Bolsonaro, as urnas não foram fraudadas. O caso da invasão de sistemas do TSE durante as eleições de 2018 não tem nada a ver com fraude em urnas eletrônicas. A situação se tornou pública tão logo se constatou o problema e a Polícia Federal trabalha no caso desde então (e, até o momento, nunca divulgou qualquer informação que apontasse para um possível indício de fraude).

Além disso, também não é verdade que Bolsonaro derrubou a República ou que saiu ganhando algo após a suposta descoberta. Ainda vivemos em uma democracia, a República continua de pé e Bolsonaro não está tendo vitórias no Congresso. A proposta que pedia a implementação do voto impresso no Brasil acabou sendo rejeitada na Câmara dos Deputados e foi arquivada.

a história que fala sobre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter entregue o código-fonte das urnas eletrônicas para a empresa Smartmatic foi desmentida aqui no Boatos.org. Assim como já explicamos, em 2018, o Congresso aprovou um projeto que previa a impressão dos votos nas eleições. Porém, apenas 5% das urnas receberiam a funcionalidade. Durante a licitação, a Smartmatic se candidatou para fornecer os serviços necessários. Ela foi aprovada na primeira fase, mas reprovada na etapa posterior, porque a engenharia do sistema empregado na função não atendeu às exigências do edital. Não houve concessão de códigos-fontes (e eles não eram necessários para que as empresas pudessem realizar os testes).

Se isso não bastasse, a história de Bolsonaro sobre os logs não tem comprovação. Apesar de ter afirmado que o TSE apagou o registro de invasão hacker, em 2018, Bolsonaro não apresentou nenhuma prova (e muito menos a Polícia Federal, responsável pelo caso, apontou algo nesse sentido).

Por fim, também não existe nenhuma prova que indique que o ex-ministro da Casa Civil do governo Lula, José Dirceu, comande o Foro de São Paulo ou esteja por trás de tudo isso.

Em resumo: a história que diz que Bolsonaro descobriu uma fraude nas urnas eletrônicas e derrubou a República é falsa! Nem Bolsonaro conseguiu provar uma fraude e muito menos derrubou a República. O texto, na realidade, é um artigo de opinião que utiliza um monte de fake news para justificar abobrinhas e um ataque contra a democracia. Além disso, puxa o saco de Bolsonaro. Todas as informações falsas citadas no texto já foram desmentidas por aqui. Ou seja, a história não passa de balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso