Sigilo de 100 anos no cartão de vacinação de Bolsonaro foi quebrado e foi revelado que ele se vacinou #boato

Boato – Após a revogação de 100 anos de sigilo no cartão de vacinação do ex-presidente Jair Bolsonaro, foi comprovado que ele se vacinou contra a Covid-19.

Desde o período eleitoral, o presidente Lula prometia que iria revogar os “sigilos de 100 anos” decretados por Jair Bolsonaro. Agora, empossado, muita gente está curiosa para saber uma informação: o que há no cartão de vacinação do agora ex-presidente? De acordo com mensagens que circulam na internet, a verdade foi revelada.

Imagens do suposto cartão de vacinação de Bolsonaro estão circulando com mensagens que apontam que o documento foi revelado após a quebra de sigilo de 100 anos. Mais do que isso: é dito que Bolsonaro se vacinou em São Paulo com a vacina Janssen no dia 19/07/2021. O local da aplicação seria a UBS do Parque Peruche, na cidade de São Paulo. Leia algumas das mensagens que circulam online:

Confira também: Janja tirou foto com traficante? Saiba a verdade aqui!

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Versão 1: Com revogação dos sigilos de 100 anos, cartão de vacinação de Bolsonaro é exposto: ele se vacinou contra a COVID Versão 2: “Se tomar vacina e virar jacaré não tenho nada a ver com isso” disse Bolsonaro ‘incentivando a não vacinação”. Sigilo no cartão de vacinação de 100 anos quebrado

Sigilo de 100 anos no cartão de vacinação de Bolsonaro foi quebrado e foi revelado que ele se vacinou?

Graças a “influenciadores de esquerda”, a história se espalhou muito em redes sociais como o Twitter e no WhatsApp. Porém, não é verdade que o sigilo sobre a vacinação de Bolsonaro foi quebrado e foi revelado que ele, de fato, se vacinou.

Três fatores enfraquecem a tese. O primeiro está no status dos pedidos de quebra de sigilo de 100 anos. Ao contrário do que apontam as mensagens, o sigilo do cartão de vacinação de Bolsonaro não foi levantado. Na realidade, a medida de Lula a respeito do assunto é que a CGU faça uma análise de 30 dias para saber quais são as informações sigilosas que poderão ser reveladas. Pode ser que o sigilo do cartão cai, pode ser que não. 

Ou seja: se a informação da vacinação vazou, não foi por vias legais ou oficiais. O segundo fator está na fonte da informação. A história surgiu de perfis de esquerda que já espalharam outras fake news baseadas em “grandes vazamentos” relacionados a “vazamentos de Nikolas Ferreira” e “internação de Carlos Bolsonaro”. Ou seja: a fonte não é nada confiável.

O terceiro fator está na lógica. Primeiro, que, como aponta esta matéria do UOL, Bolsonaro estava em Brasília no suposto dia da vacinação e a prefeitura de São Paulo negou que ele tivesse ido a uma UBS. Segundo, porque, há dados incongruentes no suposto cartão (como aponta esta conta do Twitter). A mesma conta levantou que não seria muito difícil, se Bolsonaro quisesse, tomar uma vacina sem ela “entrar no sistema”.

Resumindo: dadas as informações (ou falta delas) que temos no momento, a história que aponta que o cartão de Bolsonaro foi revelado pela quebra do sigilo de 100 anos é falsa. A CGU ainda não divulgou as informações em questão, a fonte da história não é das mais confiáveis e a história tem furos. Quem quiser saber a verdade vai ter que esperar. Não sabemos se 30 dias ou 100 anos.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet