Sérgio Reis escreve carta para o Diário de São Paulo hoje #boato

Boato – Depois de incitar uma greve de caminhoneiros e sofrer críticas, o cantor Sérgio Reis escreveu uma carta para o Diário de São Paulo falando sobre a Ditadura.

Um dos nomes mais falados no meio político na última semana foi o do cantor e ex-deputado Sérgio Reis. Depois de um áudio dele falando sobre uma possível “greve dos caminhoneiros” no dia 7 de setembro (algo que não ocorrerá, como mostramos aqui), críticas e até intimações chegaram a ele. No meio deste quadro, uma velha fake news voltou a circular.

Uma suposta carta atribuída a ele tem circulado na internet. No texto, que teria sido escrito “hoje” para o Diário de São Paulo, ele teria falado que lutou contra a Ditadura, mas que se arrepende disso. Leia o texto que está circulando online:

Confira o desmentido em vídeo

Vejam o que o que Sérgio Reis escreveu hoje no Jornal Diário de São Paulo. Sérgio Reis, Cantor Sertanejo em Carta publicada no Jornal Diário de São Paulo. ”Lutei contra a ditadura, sim! Tomei borrachadas, engoli gás lacrimogênio, corri da cavalaria na Av. São João em direção à Praça Antonio Prado e à Praça da Sé. Participei das perigosas Assembléias dos Sindicatos, onde milicos escondidos na massa guardavam na memória o rosto dos mais exaltados. Arrisquei o emprego, pichei muro com o slogan: “Abaixo a Ditadura”. Distribui panfletos. Morri de medo. Chorei quando anunciaram a devolução do poder ao povo: eu e mais alguns milhões.

Hoje, vendo pessoas morrendo em filas de Hospitais, bandidos matando por R$ 10,00 e pessoas andando feito zumbis nas ruas por causa das drogas, adolescentes que não sabem quanto é 6 x 8, meninas de 14 anos parindo filhos sem pais, toda a classe política desse país desfilando uma incompetência absurda, o nosso país sendo ridicularizado por tantos escândalos… Eu peço perdão ao Brasil pela porcaria que fiz… Deveria ter ficado em casa quieto lutei pra ver corrupto no poder fazendo manobras pra se manter no poder e porque estamos quietos? Cade voce nas ruas? Esqueçam cor de bandeiras.vamos nos unir e lutar por so .motivo ; nossos direitos SOMOS mais de trinta milhões de aposentados! Nao podemos admitir

Policial R$ 3.660,00 para arriscar a vida; Bombeiro R$ 3.960,00 para salvar vidas; Professor R$ 2,200,00 para preparar para a vida; Médico R$ 9.260,00 para manter a vida; E o Deputado Federal? 💰R$ 26.700,00 (Salário) R$ 94.300,00 (Verba de Gabinete) R$ 53.400,00 (Auxílio Paletó) R$ 5.000,00 (Combustível) R$ 22.000,00 (Auxílio Moradia) R$ 59.000,00 (Passagens Aéreas) R$ 17.997,00 (Auxílio Saúde) R$ 12.100,00 (Auxílio Educação) R$ 16.400,00 (Auxílio Restaurante) R$ 13.400,00 (Auxílio Cultural) Auxílio Dentista Auxílio Farmácia E outros, para LASCAR a vida dos outros! E o trabalhador R$ 937,00 para sustentar a família. Será que o problema do Brasil são os aposentados?

Publique!!! Se você repassar para somente 2 amigos nas primeiras horas, em 28 horas toda a população brasileira de aposentados vai tomar conhecimento deste ABSURDO. Não deixe de repassar, ao menos a 2 amigos; é o suficiente para gerar esta progressão dos números.

Sérgio Reis escreveu carta para o Diário de São Paulo hoje?

Apesar de o texto atribuído a Sérgio Reis ter voltado a circular graças a todas polêmicas envolvendo o nome do cantor, a mensagem não passa de um velho boato. A mesma carta já foi atribuída a outras figuras públicas como Roger Moreira, Miriam Leitão e ao próprio Sérgio Reis (aqui, aqui e aqui). Relembre o que escrevemos em um desmentido sobre o assunto:

Antes de ele ser atribuído ao Sérgio Reis, o texto foi colocado como de Miriam Leitão, mas a própria jornalista desmentiu a história em sua página no Facebook e foi categórica: “quero deixar claro que, ao contrário do que diz o texto falso a mim atribuído, eu nunca me arrependi de ter lutado contra a ditadura. Permanece sendo um orgulho”. Depois o texto foi parar na boca do Roger Moreira, do Ultraje a Rigor, que também desmentiu a história. Pois bem, ao ser desmentido aqui, o dono do texto se pronunciou. Confira:

Olá ! Recebi um WathsApp onde creditavam á jornalista Miriam Leitão, um texto escrito por mim e publicado no dia 28/05/2013 no Jornal Diário de São Paulo, na coluna ” Diário do Leitor”. Pesquisando na internet cheguei até este blog onde Míriam esclarece não ser o texto de sua autoria( 03/03/2016), atitude esta, que não poderia ser diferente vindo da consagrada jornalista. Só estou me reportando, porque ao final da matéria, é dito que a pessoa responsável se retratou. Sendo EU o autor do texto, quero que saibam que tomei conhecimento do acontecido agora, 4 meses após a postagem da matéria e gostaria de saber QUEM se retratou… Desde já me coloco á disposição para quaisquer dúvidas e esclarecimentos. Um abraço Rogério Moreira

Dito isso, saiba que quem escreveu o texto no Diário de São Paulo foi o Rogério Moreira, que depois alguém mudou para Roger Moreira e para Miriam Leitão e, agora, para Sérgio Reis. Mas ainda tem o bônus da aposentadoria, que até poderíamos considerar como verdadeira, se os valores não estivessem desatualizados. Se você tem dúvida, basta conferir aqui.

Atualização em 15/02/2017: o deputado federal e cantor Sérgio Reis, por meio da assessoria de comunicação, reiterou que não escreveu texto algum sobre Ditadura ou Previdência para o Diário de S.Paulo. Leia:

Venho por meio deste esclarecer que os textos atribuídos ao deputado federal SÉRGIO REIS (PRB-SP), supostamente publicados no jornal Diário de São Paulo falando sobre Ditadura e Previdência, não passam de UMA GRANDE FARSA. Sendo assim, solicitamos a gentileza de publicarem esta informação no site Boatos.org, para que, assim, seus seguidores e todos os brasileiros saibam a verdade e não sejam mais enganados por uma história tosca como essa. Desde já agradecemos.

Resumindo: não é verdade que Sérgio Reis escreveu a tal carta ao Diário de São Paulo. Na realidade, o texto que circula online não passa de mais um boato sobre o cantor que está circulando na web.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet