Seguir o perfil do Exército no Instagram e comentar SOS FFAA vai garantir a intervenção militar #boato

Boato – Exército afirmou que se o perfil das Forças Armadas chegar a 20 milhões de seguidores, a intervenção militar será feita.

O fechamento de rodovias em todos o país por poupadores do presidente Jair Bolsonaro ainda persiste em diversos estados. Mesmo com a determinação do ministro Alexandre de Moraes, muitos deles seguem com barricadas em muitas estradas.

Se isso não bastasse, essas pessoas também seguem bradando por intervenção militar e até fazendo gestos em apologia ao nazismo. E ainda sim permanecem sem punição. Mas de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, parece que os apoiadores de Bolsonaro podem ter seus desejos atendidos.

Segundo uma publicação, bastaria as pessoas seguirem o perfil do Exército no Instagram e comentarem SOS FFAA para garantirem a intervenção militar. Ainda segundo a história, o pedido teria partido do próprio Exército, que teria afirmado que seria necessário chegar a 20 milhões de seguidores para dar início à intervenção. Confira:

Versão 1: “Pra você que usa o aplicativo Instagram. O Exército Brasileiro está solicitando que todos os usuários de Instagram sigam o perfil @exercito_oficial. Depois que você estiver seguindo o perfil, entre na caixa de mensagens e deixe uma mensagem, bem curtinha para o Exército, nos seguintes termos: “SOS FFAA” ou, então, “não ao comunismo” ou, então, “socorro, Forças Armadas”. Você também pode colocar “SOS Intervenção Federal”. Eles precisam atingir vinte milhões de seguidores rapidamente, segundo se informa, para demonstrar o impacto popular desta reivindicação. Portanto, mãos à obra. @exercito_oficial é o perfil do Exército Brasileiro no INSTAGRAM”. 

Versão 2: “VAMOS SEGUIR O INSTAGRAM DO EXÉRCITO BRASILEIRO SERÁ MUITO BOM SE MUDARMOS DE 2. 1 MILHÕES PARA NO MINIMO 20 MILHÕES, ACREDITO QUE SERÁ UMA MENSAGEM CLARA DO DESEJO DO POVO QUEM PUDER E TIVER CONDIÇÕES PELO BEM DO BRASIL FAÇA CAMPANHA DE IMPULSIONAMENTO E QUEM NÃO TIVER COMPARTILHA AO MÁXIMO SOMENTE COM PATRIOTAS”. Versão 3: “Mensagem aos patriotas.SOS exército. Sigam o Instagram e peçam a intervenção”.

Seguir o perfil do Exército no Instagram e comentar SOS FFAA vai garantir a intervenção militar?

A informação causou um enorme burburinho nas redes sociais, em especial, no Facebook, e também nas manifestações golpistas de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem da informação e da falta de provas.

Além das características de Fake news presentes na mensagem, como o caráter vago, extremamente alarmista, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis, esse tipo de história falsa já vem circulando há algum tempo na internet.

A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que pedir intervenção federal no e-mail do ministro da Defesa e nos quartéis vai garantir Bolsonaro no poder. Também a que indicava que o Tribunal de Haia estaria no Brasil para cumprir o artigo 142 e decretar intervenção militar no país e, por fim, a que apontava que a intervenção militar teria sido assinada pelo general Villas Boas e as Forças Armadas assumiriam o governo até o final de 2023.

Para começo de história, o Brasil, até o momento, vive em um regime político democrático. Em sua Constituição não existe meios legais e nem possibilidade de um “intervenção militar ou federal democrática”. Qualquer ato do Exército contra o poder Executivo, Legislativo ou Judiciário é considerado golpe, ou seja, um ato criminoso e fora da lei. Vale lembrar que isso já ocorreu em 1964, com o golpe de grupos civis e militares contra o presidente João Goulart. O período da Ditadura Militar no Brasil durou 21 anos e é considerado até hoje um dos momentos mais sombrios da história brasileira.

Além disso, seguir um perfil na internet é algo tão banal, que se realmente funcionasse, a gente conseguiria resolver problemas sociais muito mais sérios. Uma ação como essa é totalmente subjetiva, não pode ser auditada (o que possibilita a presença de perfis fakes, bots e até menores de idade, apenas para fazer volume na quantidade de seguidores) e não condiz com a população (uma vez que existem pessoas que sequer possuem acesso à internet). É importante ressaltar que o cenário político brasileiro pode ser alterado a cada 4 anos por meio das eleições e, em 2022, o escolhido pela maioria dos eleitores para governar o país foi Luiz Inácio Lula da Silva. Ou seja, esse tipo de história não serve para nada e apenas mostra um posicionamento radical e falta de conhecimento da Constituição do Brasil.

Como dito anteriormente, Lula venceu as eleições com 60.345.999 milhões de votos, contra 58.206.354 milhões de votos de Bolsonaro. Em uma eleição, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garante o acesso às urnas eletrônicas a todos os eleitores do país (coisa que não aconteceria em um motim eletrônico organizado por bolsonaristas, uma vez que existe um cenário enorme de desigualdade em todo o país, onde muitas pessoas sequer têm acesso à energia elétrica ou água). De toda forma, se alguém quiser mudar o país, deve fazer isso daqui a 4 anos, nas próximas eleições.

Em resumo: a história que diz que seguir o perfil do Exército no Instagram e comentar SOS FFAA vai garantir que haja intervenção militar é falsa! Uma atitude tão banal como essa jamais garantiria alguma coisa. Além disso, a Constituição brasileira não prevê meios legais de haver uma intervenção federal. Muito pelo contrário, ela criminaliza esse tipo de ato. Se o Exército resolver intervir no resultado das eleições, estará cometendo um golpe, um crime e será devidamente penalizado. Por fim, Lula venceu as eleições e ponto. Se alguém quiser mudar o resultado, que o faça daqui a 4 anos, nas próximas eleições. Enquanto isso, praticar a resiliência, a concordância e a tolerância é o que resta para os perdedores. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3sexfTk
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso