Ricardo Salles traduz texto que acusa Ucrânia de ter laboratório de armas químicas #boato

Boato – Teoria que aponta que Rússia invadiu Ucrânia por causa de armas químicas foi traduzida para o português pelo ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles.

Não foram poucas as vezes em que falamos aqui no Boatos.org que basta a inclusão de “um detalhe” para algumas fake news voltarem a circular. É o que está acontecendo com um texto que foi desmentido há cerca de um mês aqui no site.

De acordo com a mensagem que circula por aí, um texto que seria a prova que a Rússia só invadiu a Ucrânia por causa de laboratórios de armas biológicas teria sido traduzido para a língua portuguesa por Ricardo Salles. Leia o texto que circula por aí:

RICARDO SALES TRADUZ A PÁGINA PARA O PORTUGUÊS. Finalmente surge uma explicação real para o início desta guerra. A EXISTÊNCIA DE VÁRIOS LABORATÓRIOS, INCLUSIVE SUBTERRÂNEOS, ONDE A NOM (NOVA ORDEM MUNDIAL)- CRIAVA ARMAS BIOLÓGICAS CONTRA A RÚSSIA, VIA SUBORNO AO PRESIDENTE UCRANIANO. Atenção, esta notícia é MUITO IMPORTANTE porque pode explicar o verdadeiro significado da intervenção russa na Ucrânia. Confirmando os muitos rumores que circularam nos dias de hoje, através de canais do Telegram, como Simon Parkes, o site de inteligência militar Real Raw News, publicou há poucos minutos que Putin ligou para Donald Trump em várias ocasiões, desde o início da invasão, para informá-lo sobre os detalhes do curso das operações.

Ontem, ele lhe disse, sempre segundo o Real Raw News, que suas tropas já destruíram 13 laboratórios de armas biológicas em toda a Ucrânia, alguns deles subterrâneos, por isso tiveram que realizar várias explosões para considerá-los destruídos. Putin tem informações de que o Instituto de Saúde dos EUA, o Instituto de Saúde Francês e o Centro Alemão de Pesquisa de Doenças Infecciosas contribuíram com bilhões dos contribuintes desses países para a Ucrânia, para desenvolver armas biológicas, que o próprio presidente Zelensky participou de subornos. Putin prometeu mostrar provas do que diz no devido tempo. (Meus seguidores no Telegram vão lembrar que na quarta-feira um deputado ucraniano acusou o presidente Zelensky de ter uma conta milionária no paraíso fiscal da Costa Rica, o que se encaixa perfeitamente. Putin disse a Trump que vem alertando Zelensky desde fevereiro de 2020 que, se ele não desmontasse esses laboratórios, ele mesmo o faria, então ele é o único culpado pelo que está acontecendo. Certamente, alguns de vocês leram que ontem o exército russo tomou uma pequena ilha pertencente à Ucrânia no Mar Negro, chamada Ilha da Serpente.

Bem, de acordo com informações de Putin coletadas pelo Real Raw News, naquela ilha o Mossad israelense estava desenvolvendo uma arma biológica devastadora, que se espalharia pelo ar que mataria 100% dos afetados. Sempre de acordo com esta crônica, a versão que tem circulado de que os habitantes da ilha mandaram os marinheiros russos para o inferno é verdadeira. Depois de verificar que eles não queriam desistir da ilha/laboratório que guardavam, o navio Slava, iniciou um bombardeio da ilha que aniquilou todos os guardiões. Pela crônica, parece que a marinha russa usou armas térmicas, já que Putin disse a Trump que eles verificaram que as armas biológicas foram completamente destruídas. Finalmente, Putin garante que eles estão apenas atirando em alvos militares e, de fato, nenhum edifício residencial foi afetado em Kiev e a energia nem sequer foi cortada. Portanto, estamos todos claros sobre o que Putin está fazendo: SALVAR A HUMANIDADE. https://realrawnews.com/2022/02/putin-tells-trump-were-burning-the-trash-biolaboratories-destroyed/ A Rússia não é a União Sovietica e Vladimir Putin não é Stalin.

O USA é mais uma das nações virtuosas. Só existe a Rússia, China e a Liga Árabe capaz de enfrentar a NOM. O comunismo tem outro nome, se chama progressismo, seu berço é a Europa. O Brasil está no radar da NOM e toda a esquerda, o STF e mídia brasileira estão prontos a entregá-lo pela metade do preço que o presidente Tiririca da Ucrânia entregou seu país. Se Bolsonaro não tivesse corrido para fazer aliança comercial e militar com Putin, nem eleições teríamos. Tirem as máscaras de pano e as que encobrem a verdade. Pela primeira vez na vida encarem a realidade nua e crua, a NOM (nova ordem mundial) está pronta para instalar um governo hegemônico mundial e o Brasil será a horta deles. O comunismo se transmutou, voltou para o seu berço europeu, agora não prega mais lutas de classes e sim pautas identitárias das minorias racionais, sexuais, prega a morte de Deus, ou seja, a fé das pessoas e a submissão de todas as nações a uma minoria com poder e dinheiro capaz de submeter toda a humanidade. Copie e cole e mande para seus amigos e familiares

Ricardo Salles traduziu texto que acusa Ucrânia de ter laboratório de armas químicas?

Graças ao crédito dado ao ex-ministro do Meio Ambiente, o texto circulou com força na internet, principalmente entre pessoas que nutrem simpatia ao presidente Jair Bolsonaro. Porém, a informação que aponta que ele é “o tradutor” do texto não procede.

Antes de falar da autoria em si, precisamos apenas frisar que as informações contidas na mensagem são falsos. Como todo o teor do conteúdo já foi alvo de um desmentido do Boatos.org, relembre o que escrevemos sobre o assunto:

Ao ler o texto, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque a mensagem apresenta as principais características de fake new na internet, como o caráter vago, alarmista e a falta de fontes confiáveis.

Foi aí que decidimos procurar por mais informações sobre o assunto, mas nada encontramos. E ao analisar a fonte da informação, percebemos se tratar de uma página que já compartilhou outras fake news por aí. A equipe do Boatos.org já desmentiu duas informações falsas publicadas pelo site. A primeira apontava que Bill Gates teria sido preso pelo Exército americano por tráfico de crianças e outros crimes. Já a segundo indicava que a juíza Sonia Sotomayor, da Supremo Corte dos  EUA, teria sido presa pelas Forças Armadas, após liberar as vacinas contra a Covid-19.

Se isso não bastasse, a página ainda foi citada pelo serviço de fact-checking Poynter. Em setembro de 2021, o serviço de checagem elaborou um texto, onde explica que o site em questão surgiu recentemente e é especializado em publicar informações falsas que se tornam virais.

Além disso, a história não foi publicada por nenhuma fonte confiável. Nem mesmo compartilhada pelo ex-presidente dos EUA, Donald Trump. Ao procurar por mais dados, descobrimos que a história foi desmentida pelo serviço de fact-checking Poli Fact e também pelo serviço de checagem Snopes.

Por fim, é importante ressaltar que a tese que aponta que os prédios civis, na Ucrânia, não foram atingidos pelos ataques é mentirosa. Como é possível ver nas imagens feitas pela própria população e pela cobertura de veículos de imprensa, diversos prédios civis e casas foram atingidos por bombas e mísseis. E acredito nem ser necessário falar sobre a teoria da conspiração, mais do que desmentida, sobre a Ordem Mundial, não é mesmo?

Vocês já viram que o conteúdo que está circulando por aí não é real. Mas precisamos apontar que Ricardo Salles nada tem a ver com a autoria do artigo em questão. Três pontos derrubam totalmente a ligação do ex-ministro do Meio Ambiente com o texto em questão.

O primeiro deles está na qualidade do conteúdo e nas competências do próprio ex-ministro. O texto em questão tem uma qualidade ortográfica horrível e, ao ler o texto em inglês, é possível perceber que não foi alvo de uma tradução, por assim dizer, humana. Está na cara que alguém pegou o texto em inglês, jogou no Google Translate e saiu compartilhando por aí.

O segundo ponto está em uma busca pelo histórico da mensagem. O texto surgiu no site conspiracionista em inglês e, de lá, se espalhou (como falamos) por meio de traduções automáticas por diversos países. Detalhe: nas primeiras versões da fake news (inclusive a que desmentimos no mês passado) não havia qualquer menção a Ricardo Salles. Ou seja: só depois de “traduzido” e viralizado que o texto ganhou a assinatura do ex-ministro.

O terceiro ponto está em uma busca rápida pelo perfil de Ricardo Salles. Além de o texto não estar em nenhum local, ele tem mostrado um posicionamento discreto em relação ao conflito entre Rússia e Ucrânia. A única publicação dele sobre os conflitos foi em 24/02. Na ocasião, ele publicou “Começou a confusão lá na Ucrânia”.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que Ricardo Salles traduziu um texto sobre armas biológica na Ucrânia é falsa. Além de o teor do texto não proceder, ele não chegou ao Brasil pelas mãos do ex-ministro do Meio Ambiente.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet