Bill Gates é preso pelo exército americano por tráfico de crianças e outros crimes #boato

Boato – Militares dos EUA prenderam o fundador da Microsoft Bill Gates por tráfico de crianças e outros crimes como “tentativa de lucro” com vacinas.

No ano passado, um dos boatos mais recorrentes entre os “conspiracionistas raiz” (aqueles mais lunáticos) falava sobre uma tal de Operação Storm. Em resumo, seria uma grande operação liderada por pessoas como Donald Trump para acabar com globalistas responsáveis por uma “nova ordem mundial” e crimes como tráfico de crianças.

Em algumas oportunidades desmentimos fake news sobre “grandes operações” que tinham prendido pessoas como George Soros, Bill Clinton e até pessoas no Brasil (em uma versão na qual o “herói” é Bolsonaro) como ministros do TSE. Desta vez, uma história muito semelhante cita o nome de Bill Gates.

De acordo com textos que estão circulando na internet (algumas versões em espanhol), o exército dos Estados Unidos teria prendido o dono da Microsoft por “tráfico de crianças” e outros crimes (como tentar lucrar com a vacinação contra a Covid-19). Leia trechos do texto que circula online (traduzido automaticamente no Facebook):

Versão 1: Militar prende Bill Gates Na terça-feira, o exército americano prendeu o fundador da Microsoft, Bill Gates, acusando o desajustado socialmente desconfortável de tráfico de crianças e outros crimes indescritíveis contra os Estados Unidos e sua gente. […] Gates cometeu um deslize e os fuzileiros americanos puderam pará-lo em uma propriedade que possuía secretamente em Myrtle Beach, Carolina do Sul. As acusações contra Gates cobrem um amplo espectro. Supostamente obrigou a FDA a emitir uma autorização de emergência para as vacinas Covid-19, sabendo que o coquetel farmacêutico potencialmente perigoso não só colocaria em perigo os receptores como também iria alterar o ADN humano. […]

Além disso, o exército acusou Gates de planear uma rede de tráfico infantil, que dirigiu com o pedófilo condenado Jeffrey Epstein. Conforme relatado pela RRN em 20 de maio, os Navy Seals dos EUA. USA. Que operavam sob a autoridade de JAG invadiram o rancho de 492 hectares de Gates no noroeste de Wyoming e descobriram um bunker subterrâneo onde as crianças tinham sido temporariamente alojadas antes de serem vendidas como escravas. Um cartão SD recuperado na cena mostrava uma menina de pijama algemada a uma cama e chorando pela mãe. Fora de câmera, dava pra ouvir um Gates maníaco incentivando a menina a se vestir de salto alto e lingerie para melhor agradar sua ′′ nova mamãe e papai “.

Essa evidência, tomada em conjunto com a fraude de vacinas de Gates, levou o exército a lançar uma perseguição global para o nerd socialmente desconfortável, mas impiedosamente perigoso. As fontes disseram ao RRN que a esposa de Gates, Melinda, fez um papel crucial na sua prisão. […] Ele foi preso e atualmente está preso em um lugar desconhecido na espera de transporte para a Baía de Guantánamo, acrescentou nossa fonte.

Versão 2: OS GLOBALISTAS COMEÇARAM A CAIR fuzileiros navais dos EUA capturaram Bill Gates. Ele é acusado de coagir o FDA a emitir autorização emergencial para vacinas COVID-19, e de planejar uma quadrilha de tráfico de crianças. Ao invadirem o rancho de Gates, descobriram um bunker Seta apontando para a direita e com curva para baixo com crianças mantidas presas, antes de serem vendidas como escravas. Um cartão SD, apreendido no local, mostrava uma jovem, algemada a uma cama, e Gates a encorajando a se vestir com salto alto e lingerie, para que ela pudesse agradar melhor a seus “novos papai e mamãe”.Símbolos sobre a boca

Bill Gates foi preso pelo exército americano por tráfico de crianças e outros crimes?

Não demorou muito para a “notícia bombástica” se espalhar com toda força na internet. Só que, assim como em outros casos de notícias bombásticas, a história que aponta para a tal prisão de Bill Gates não procede.

Como mostramos no início do texto, não é de hoje que “notícias bombásticas” de grandes prisões se mostram falsas. Não bastasse isso, a fonte da informação entrega a farsa. A notícia veio de um site norte-americano chamado Real Raw News (algo como “notícia real e crua”).

Ao procurar por “notícias” do site achamos “pérolas” como “o Exército prendeu Hillary Clinton”, “o Exército executou Tom Hanks” e “o Exército prepara o retorno de Trump à Casa Branca”. Ou seja: é um site que só espalha fake news.

Assim como nos outros casos, não há nenhuma notícia em fontes confiáveis que aponte para a tal prisão de Bill Gates. Ao contrário, a vida dele segue. Tanto que a última notícia que tivemos acesso é que o divórcio entre ele e Melinda French (ex-Melinda Gates) foi oficializado. Mais do que isso, as redes sociais de Bill Gates continuam a todo vapor.

Resumindo: a história que aponta que o Exército dos Estados Unidos prendeu Bill Gates por tráfico de crianças é falsa. Trata-se de um notícia falsa que saiu de um site especializado em lançar balelas “pró-Trump” para enganar “radicais incautos” na internet.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet