Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Página que só compartilha conteúdo falso inventa pedido de destituição de Alexandre de Moraes por parte da PGR

Página que só compartilha conteúdo falso inventa pedido de destituição de Alexandre de Moraes por parte da PGR

PGR pediu destituição e prisão de Alexandre de Moraes, diz boato (Foto: Reprodução/YouTube)

Boato – A PGR pediu a destituição e a prisão do ministro do STF Alexandre de Moraes por causa de espionagem contra patriotas.

Análise

Não foi uma ou duas vezes que estamos alertando para algumas páginas que sistematicamente soltam conteúdos falsos e incitando o ódio.

Um destes canais é uma página no YouTube chamada “Sem Medo da Verdade”. A página, que quando é derrubada surge com outro nome, sempre publica desinformação sobre “prisões de Alexandre de Moraes” e outras coisas.

A última das histórias, que está surgindo em um vídeo gigantesco aponta que a PGR, por meio de Paulo Gonet Branco, teria pedido a prisão e a destituição do ministro do STF.  “PGR toma coragem e ordena DESTITUIÇÃO de Alexandre de Moraes do STF”, diz o título. Leia a transcrição de parte da mensagem que circula online:

Vídeo: é falso que Lula parou doações em Lajeado e Encantado destruiu donativos

o procurador-geral da República Paulo bunet Branco analisou o documento enviado pelo presidente do congresso norte-americano Mike Johnson com relação à destituição de Alexandre de Moraes do cargo de Ministro do Supremo alegando que as provas contra o ministro são incontestáveis segundo pgr Moraes usou e abusou da máquina pública para benefício próprio e de terceiros inclusive o ministro teria contratado uma empresa de espionagem sem qualquer embasamento legal para isso muito menos de licitação pois Alexandre autorizou que agentes da Polícia Federal que trabalham para ele espionagem de pessoas até no exterior jornalistas como Rodrigo Constantino e Paulo Figueiredo foram espionados pelo Ministro do Supremo que cooptou uma empresa norte-americana recentemente Alvo do FBI por acusações de espionagem Empresarial

de acordo com o chefão da agência norte–americana o FBI cortou qualquer relação com o governo Brasileiro após avisar ao departamento de justiça dos Estados Unidos que o ministro da suprema corte brasileira usou a polícia federal do Brasil para espionar em solo norte-americano violando o ato patriótico onde uma nação estrangeira usa a máquina pública para cooptar empresas com a finalidade de espionar pessoas na América do Norte o delegado Rodrigo bartolomei atual chefe da interpon na América do Sul revelou nesta quarta-feira que o Ministro Alexandre de Moraes será destituído do cargo além das acusações pesadas contra Alexandre de que o ministro teria recebido propinas de carteis inclusive criminosos recentemente presos pela Inter pa tentando entrar no Brasil contratar um escritório de advocacia da mulher do ministro ambos os criminosos são integrantes da maior facção do Brasil teriam conseguido burlar a fiscalização na fronteira através de subornos para passar com toneladas de drogas

Checagem

O vídeo tem 22 minutos. Por isso, não colocamos a descrição do resto do conteúdo (que não passa de mais do mesmo do que já foi publicado anteriormente).

A checagem do conteúdo será feita respondendo às seguintes perguntas: 1) É verdade que a PGR ordenou a destituição de Alexandre de Moraes? 2) A PGR poderia ordenar a destituição ou prisão de Alexandre de Moraes? 3) Quais são as outras mentiras publicadas no vídeo?

É verdade que a PGR ordenou a destituição de Alexandre de Moraes?

Não. Só o fato de a história surgir em uma página que só compartilha fake news já esclarece o caso. De lá, surgiram, recentemente, informações falsas que apontavam que o FBI iria prender Alexandre de Moraes, que o ministro do STF ia ser preso pelo STM e outras. Tudo que sai de lá é ficção e não passa de conteúdo para incitar o ódio de grupos polarizados.

A PGR poderia ordenar a destituição ou prisão de Alexandre de Moraes?

A mensagem é tão absurda que são citadas coisas impossíveis perante a lei. A PGR não ordena nada. A Procuradoria-Geral da República é um órgão que atua perante o STF.

Ele age como o Ministério Público (o PGR é o principal representante do Ministério Público, aliás). Ou seja: age como “provocador” da Suprema Corte propondo ações e sugerindo caminhos. A PGR não ordena prisões ou destituições.

Há outro detalhe: mesmo que Paulo Gonet (apresentado no vídeo como Paulo Bonet) quisesse pedir a destituição de Alexandre de Moraes, ele não conseguiria. Os pedidos de impeachment de ministros do STF são feitos ao Senado e precisam ser aceitos pela casa legislativa.

Quais são as outras mentiras publicadas no vídeo?

Há muitas (o vídeo é um amontoado de informações totalmente sem sentido). Vamos nos ater em algumas: é falso que Alexandre de Moraes tenha “grampeado jornalistas”, é falso que haja ligação do ministro do STF com o tráfico e é falso que o presidente do Congresso dos EUA tenha enviado pedidos à PGR do Brasil.

Conclusão

Fake news ❌

Fake! A história que cita PGR e Alexandre de Moraes é falsa, a fonte só publica fake news e sequer tem lógica nos argumentos apresentados no vídeo em questão. Se tem gente que não tem medo da verdade, o fato é este: a história é uma mentira das grossas.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo e-mail [email protected] e WhatsApp (link aqui: https://wa.me/556192755610).