Navio do Catar trouxe tanques de guerra para intervenção militar no Brasil #boato

Boato – Agora vai! Vídeo mostra o navio de guerra do Catar descarregando tanques para a intervenção militar no Brasil.

Infelizmente, as fake news que servem para inflamar os ânimos de algumas pessoas continuam surgindo aos montes na internet. A última surgiu após a publicação de um despacho decisório por parte do Ministério da Defesa no Diário Oficial.

O documento aponta que o Estado-Maior da Armada (órgão da Marinha) havia autorizado a visita de embarcações do Catar a portos brasileiros. Os navios de Estado chamados Alfa e Aquarius estão autorizados a trafegar por Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Pernambuco.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

A partir desta informação, teorias da conspiração começaram a circular na internet. Uma delas havia apontado que os navios vieram para o Brasil para ajudar Bolsonaro a decretar a intervenção militar. Neste sentido, um vídeo está circulando na internet.

Nas imagens, um navio começa a desembarcar tanques de guerra em um porto. Junto ao vídeo, há mensagens falando que este seria o “navio de guerra do Catar”. Leia as mensagens que circulam online:

Versão 1: NAVIOS DO CATAR NO BRASIL DESCARREGANDO TANQUES DE GUERRA, POR QUE SERÁ? ISSO DEPOIS DA VISITA DE EDUARDO BOLSONARO AOS XEIQUERS. OS IDIOTAS ÚTEIS FICARAM RINDO, MAS QUEM RI POR ÚLTIMO RI MELHOR! Versão 2: Vejam o AQUARIUS, navio de guerra, do Qatar, que está em águas brasileiras. Bem diferente daquele “pesqueiro” divulgado por algumas mídias…

Navio do Catar veio descarregar tanques de guerra para intervenção militar no Brasil?

O que não faltaram foram pessoas assanhadas com a informação em questão. Porém, é falsa a mensagem que aponta que o tal navio descarregando tanques é a embarcação do Catar e que ela esteja no Brasil para a “intervenção militar com Bolsonaro no poder”.

A mensagem, o histórico e a fonte da informação já começam a apontar a farsa. As mensagens, assim como uma “boa fake news”, são vagas, alarmistas, têm erros de português e não citam nenhuma fonte confiável que comprove que o navio em questão é do Catar e que o local é o Brasil.

Além disso, fake news sobre “provas de que a intervenção militar vai acontecer” têm sido espalhadas aos montes na internet. Já desmentimos, por exemplo, informações falsas que apontam que tanques russos foram vistos no Brasil, que o “decreto 142” havia saído ou que o Exército havia invadido favelas.

Ao buscar sobre o assunto, começamos a desvendar a farsa. Como aponta esta matéria da Veja, quem está vindo para tirar férias no Brasil é o Emir do Catar (por isso essa movimentação, principalmente, em locais turísticos). A matéria aponta ainda que os navios não são de guerra e, sim, de luxo. Esta outra matéria, do Aeroin, aponta que o avião do Emir chegou ao Brasil (não se sabe se com ele).

Ao olhar o vídeo, logo matamos a charada. No navio está escrito Cape Washington. Ao buscar mais detalhes sobre o navio (que é norte-americano), descobrimos que o vídeo é dele desembarcando no Porto Vlissingen (na Holanda) em março de 2022. Não tem nada de Brasil, Catar ou intervenção militar.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que um navio de guerra do Catar chegou ao Brasil para trazer tanques para a intervenção militar. A história não passa de mais um delírio de fanáticos que insistem em circular na internet.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2oQa6tD
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet