Martinelli e Owande criticam decisão do STF, Lula e o PT na Acij em Joinville #boato

Boato – Vídeos mostram críticas à decisão do STF sobre prisão em segunda instância e xingamentos a Lula e ao PT. Isso aconteceu hoje na Acij em Joinville com o Martinelli e o Owande.

Agora há pouco, falamos de uma notícia falsa das mais “sem noção” (que falava que o presidente da Mercedes-Benz havia dito que o Brasil se tornaria a maior economia do mundo). O texto que vamos escrever agora mostra que tudo pode “piorar” um pouquinho.

Vídeos com críticas à decisão do STF sobre a prisão em segunda instância e a Lula e ao PT começaram a circular na internet com a mesma descrição sobre a suposta fala sobre presidente da Mercedes-Benz. Leia a mensagem e assista aos dois vídeos:

Isso aconteceu na Acij em Joinville, a Acij = Associação Comercial e Industrial de Joinville, o Martinelli é o presidente, o Owande é um dos donos da Shultz daqui de Joinville, e fornecedora de autopeças para a Mercedes

Martinelli e Owande criticam decisão do STF, Lula e o PT na Acij em Joinville?

Vimos os dois vídeos pipocarem com força na internet. Mas será mesmo que eles foram gravados na Acij, em Joinville (SC) e tiveram como autores o Martinelli e o Owande? A resposta é não. Calma aí que a gente explica tudo para vocês. Para começar, vamos utilizar um pouco da explicação do boato de agora há pouco e que também vale para esse:

Para começar, a mensagem já denuncia o fake. Na parte textual, ela “erra o nome” dos personagens (onde está Owande, deveria estar Ovandi) e das empresas (não Schultz e sim Schulz). Para além disso, a mensagem tem característica de notícias falsas. É vaga, alarmista, com erros de português, pedido de compartilhamento e não cita fontes confiáveis (aliás, não cita fonte alguma).

De cara, percebemos que a voz da pessoa do áudio não é do presidente da Mercedes-Benz do Brasil, Philipp Schiemer, do presidente da Acij, João Martinelli, ou do presidente da Schulz, Ovandi Rosenstock. Os sotaques são diferentes.

Passado esse briefing, resolvemos procurar pela origem do vídeo. E nenhum dos dois foi “gravado em Joinville. Um deles é do colunista Josias de Souza, do UOL, e foi publicado aqui. O outro é do apresentador Luiz Carlos Alborghetti (falecido em 2009). A filmagem era uma crítica ao mensalão do PT.

Temos uma explicação das mais simples para o que aconteceu: as pessoas que publicaram o áudio falso sobre a Mercedes-Benz “se confundiram” e começaram a compartilhar a descrição que falava de Owande, Martinelli, Acij e Joinville junto com os vídeos de Alborghetti e Josias de Souza. “Três compartilhamentos depois”, a mensagem “virou a descrição dos vídeos sobre Lula e STF”.

Isso é mais comum do que você imagina. Existem dois exemplos clássicos: o do bebê que “vai ganhar doação por compartilhamento” e da descrição do que “passou hoje na TV Senado e foi censurado”.

Resumindo: a história que aponta que Owande e Martinelli criticaram Lula, PT e o STF em Joinville é falsa. Os vídeos em questão são de Josias de Souza e Luiz Carlos Alborghetti e não têm nenhuma relação com a descrição.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Clique nos links “bit.ly” para acessar nossos perfis:

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/32o6L2N

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet