Marido de Randolfe Rodrigues paga aluguel e salário de R$ 23 mil para senador #boato

Boato – Charles Achcar Chelala, marido de Randolfe Rodrigues, paga o aluguel de R$ 2.700, as despesas e um salário de R$ 23 mil para o senador.

Desde o começo da CPI da Pandemia, o nome de membros têm sido constantemente citados em fake news. Com o senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da CPI da Covid no Senado, não tem sido diferente. Hoje, vamos falar de uma história derivada de uma notícia falsa da semana passada.

Tudo começou com a divulgação de um comprovante de pagamento de aluguéis do senador Randolfe Rodrigues. De acordo com a história, os pagamentos teriam sido feitos pelo seu assessor e não tardou para que algumas pessoas começassem a inventar uma história sobre supostas “rachadinhas” envolvendo o senador. A história foi desmentida, mas o fake não parou parou por aí.

Hoje uma outra história envolvendo Randolfe Rodrigues começou a circular nas redes sociais. De acordo com uma publicação, Charles Achcar Chelala, que seria marido de Randolfe Rodrigues, estaria pagando o aluguel, as despesas e um salário para o senador. Confira o texto que circula online por meio de um print:

“Veja o marido do senador randolfe. Charles Achcar Chelala, marido do senador saltitante Randolphe Rodrigues ! Salário de 23.000,00 mais aluguel de 2.700,00  , água, luz … Sugar daddy do senardozinho”.

Marido de Randolfe Rodrigues paga aluguel e salário para senador?

A informação foi amplamente compartilhada nas redes sociais, em especial, no Twitter, e deixou os críticos de plantão do senador a postos. Entretanto, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta dos comprovantes dos pagamentos de aluguel e da suposta relação entre os dois.

O histórico recente de fakes de membros da CPI já nos deixou desconfiados. Só para citar alguns exemplos, desmentimos a história que dizia que um vídeo mostraria a esposa de Omar Aziz sendo presa em um avião. Também a que indicava que Otto Alencar teria sido flagrado com outros políticos em forró durante a pandemia e, por fim, a que apontava que Pazuello teria dito “não estou aqui para satisfazer fetiche de gazela”, após ser questionado por Randolfe Rodrigues.

Assim como explicamos anteriormente, toda essa história se derivou de outra história falsa: a de que o senador Randolfe Rodrigues estaria envolvido em um esquema de rachadinhas com o seu assessor, porque ele estaria pagando as despesas do senador. Entretanto, assim como já foi desmentido pelo serviço de checagem Estadão Verifica, os comprovantes não têm nada de irregular.

Inclusive, o próprio Charles Achcar Chelala, que é, na realidade, chefe de gabinete de Randolfe Rodrigues, ajudou a desmentir a informação. Depois de toda a confusão envolvendo a história das supostas “rachadinhas”, Chelala se pronunciou pelo Twitter. Em sua página, ele afirmou que uma de suas funções é o pagamento do aluguel e das contas do escritório regional de Randolfe Rodrigues, em Macapá (AP).

Ainda de acordo com ele, depois de efetuar os pagamentos, ele faz a prestação de contas ao Senado Federal, entregando todos os comprovantes que, posteriormente, são republicados no Portal da Transparência

Por fim, nem precisamos dizer que Chelala e Randolfe não são um casal (as redes sociais de ambos mostram o contrário disso e informação só existe na mesma fonte de fake news). Além disso, ainda é preciso ressaltar o caráter extremamente homofóbico e preconceituoso da história de hoje, que utiliza termos pejorativos e discriminatórios.

Em resumo: a história que diz que Charles Achcar Chelala, marido do senador Randolfe Rodrigues, estaria pagando o aluguel, as despesas e um salário para o parlamentar é falsa! Ela não é marido do senador Randolfe  Rodrigues e muito menos está “bancando” o parlamentar. Chelala é chefe de gabinete do senador e uma de suas funções é o pagamento do aluguel e das contas do escritório regional de Randolfe Rodrigues, em Macapá (AP). Se isso não bastasse, todos os comprovantes dos pagamentos estão disponíveis no Portal da Transparência e não apontam nenhum irregularidade. Ou seja, a história não passa de balela.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso