Marco Maia admitiu que PT vai fraudar as urnas nas eleições de 2022 #boato

Boato – Após ficar bêbado em aniversário, Marco Maia assume que PT vai fraudar a totalização de votos para presidente, senadores e deputados, em 2022.

Definitivamente, um dos assuntos mais comentados nas últimas eleições é a teoria da conspiração que aponta que as urnas eletrônicas não são seguras e são fraudáveis. Essa ideia vem circulando há algum tempo e a cada ano ganha mais força.

Se isso não bastasse, o próprio presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, vem fortalecendo a tese. No dia 18 de julho de 2022, Bolsonaro reuniu diversos embaixadores no Palácio da Alvorada para atacar o sistema eleitoral brasileiro, bem como os ministros do STF e afirmar que as Forças Armadas deveriam participar do processo eleitoral.

Mas de acordo com uma história que está circulando nas redes sociais, parece que essa teoria vai ganhar novos ares. Segundo uma publicação, o ex-deputado federal pelo PT Marco Maia teria admitido que o PT irá fraudar as urnas eletrônicas, nas eleições de 2022. Ainda de acordo com a história, a fraude vai acontecer na totalização dos votos, que não deve ocorrer apenas para a vaga de presidente, mas também para senadores e deputados. Por fim, a história ainda aponta que o PT vai tentar matar Bolsonaro, caso alguma auditoria chegue próxima de descobrir a fraude. Confira:

“ALERTA!!!! Recebi no whats – vale o alerta    –       Precisamos compartilhar esta mensagem sem dó…. Prestem bem atenção no que vou te relatar, isto é muito grave, porém ainda há tempo para reverter… Em um recente almoço de aniversário em Canoas/RS o  petista Marco Maia  Ex-Deputado Federal depois de beber várias doses de caipira, deixou escapar uma informação muito grave. Observem que o Lula está com muita calma e o nervosismo só aparece qdo se fala em auditoria nas urnas… Porém a informação que Marco Maia deixou clara é que na realidade eles estão cagando para a auditoria, pois a fraude já está toda arquitetada e será na totalização dos votos, quando do encerramento da votação…os coitados dos mesários nem mesmo terão ciência disto, pois quando na votação elas “as urnas” vão aceitar todos tipos de votos, no Lula, no Bolsonaro, no Ciro…etc…brancos, nulos… porém qdo da finalização ao ser dado o comando de totalizaram o resultado elas irão apresentar números iguais os das pesquisas…com exceção de alguns poucos lugares… 

E outra coisa, desta vez a fraude não será apenas a nível presidencial, eles querem eleger a maior bancada no senado e na câmara federal em 5 partidos… PT, PSDB, MDB, PCdoB e PSOL será uma lavagem nunca antes vista…pois a fraude nas urnas e quase indetectável.. a não ser que ocorra uma votação em paralelo com cédulas de papel… está é a única maneira de coibir o estrago e este é o maior medo do PT. O cara encheu a cara de trago e entregou tudo. E tem mais, eles vão tentar matar o Bolsonaro novamente se houver uma auditoria que chegue próximo da fraude…. Esperamos que aqueles que estão envolvido em campanha, façam chegar isto aos ouvidos de alguém que possa fazer algo…ainda dá tempo…. GENTE LEIAM ISSO COM BASTANTE ATENÇÃO E VAMOS PASSAR PARA TODOS OS CONTATOS ATÉ CHEGAR AO NOSSO PRESIDENTE JAIR MESSIAS BOLSONARO URGENTE”.

Marco Maia admitiu que PT vai fraudar as urnas nas eleições de 2022?

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Facebook e no WhatsApp e deixou muitos bolsonaristas revoltados. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da falta de provas.

Ao ler a mensagem, logo de cara ficamos desconfiados. Isso porque o texto apresenta as principais características de fake news na internet, como o caráter vago, extremamente alarmista, os erros ortográficos, a falta de fontes confiáveis e a ausência de notícias sobre o assunto em veículos de comunicação confiáveis.

Além disso, como já lembramos anteriormente, essa teoria da conspiração já existe há algum tempo e tem causado inúmeros problemas. A equipe do Boatos.org já desmentiu dezenas delas, como a que dizia que Erika Kokay, do PT, teria denunciado fraude nas urnas eletrônicas. Também a que indicava que o TSE teria contratado 32 mil urnas eletrônicas grampeadas que não passaram nos testes e, por fim, a que apontava que o boletim de urna eletrônica mostra Haddad com 9.909 votos e Bolsonaro com 0, em seção com apenas 477 eleitores.

E ao analisar toda a história, é possível perceber que a acusação é grave. Entretanto, a história não apresenta nenhuma prova. Mais do que isso, toda a mensagem é baseada em informações falsas sobre as urnas eletrônicas: que as urnas não são auditáveis, que as urnas são fraudáveis e que o voto impresso seria o mais seguro.

Sobre a urna eletrônica não ser auditável, essa informação é falsa. Além do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizar auditorias pré e pós-eleição nas urnas, o TSE também faz a auditoria dos códigos-fontes e utiliza outros recursos que possibilitam a auditagem das urnas, como a lacração dos sistemas, a identificação biométrica dos eleitores, a auditoria paralela da votação e a oficialização dos sistemas.

Já sobre a questão das urnas serem fraudáveis, isso também não procede. Desmentimos isso aqui. Em um curso realizado pelo TSE, em 2020, com o então secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal, Giuseppe Janino, foi apontado que após o final das eleições, o resultado da urna é criptografado e assinado digitalmente. Após isso, ele é enviado para um ponto de transmissão privativo e transferido, via satélite, ao data center do TSE. Quando o resultado chegar ao sistema do TSE, o próprio sistema fará um checklist para conferir se o certificado digital dos dados correspondem com o do sistema. Se alguma falha for detectada, o sistema interrompe a contagem dos votos. Além disso, a urna não mostra os dados de forma sequencial e nem possui qualquer tipo de conexão com a internet.

Em relação ao voto impresso, isso é apenas mais uma teoria da conspiração. Nos Estados Unidos, a última eleição (que foi feita pelo voto impresso) também rendeu discursos de fraude (e segue dando o que falar).

Por fim, a história sequer tem lógica. Não existe vídeo, nem áudio, nada! Além disso, o aniversário de Marco Maia sequer é recente. O ex-deputado federal faz aniversário no dia 27 de dezembro. E nem precisamos falar da fonte, né? Historinha de “zap zap”.

Em resumo: a história que diz que Marco Maia teria revelado que o PT vai fraudar as urnas eletrônicas nas eleições de 2022 é falsa! Além de não existir nenhuma prova de que o ex-deputado federal tenha dito isso, a história parece mal contada, uma vez que o aniversário de Marco Maia não foi recentemente. Além disso, toda a publicação se baseia em informações falsas sobre as urnas eletrônicas e o processo eleitoral que já foram desmentidas por aqui nos últimos anos. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso