Pular para o conteúdo
Você está em: Página Inicial > Política > Lula vai implantar banheiros unissex e ideologia de gênero nas escolas se ganhar eleições #boato

Lula vai implantar banheiros unissex e ideologia de gênero nas escolas se ganhar eleições #boato

Lula vai implantar banheiros unissex e ideologia de gênero nas escolas se ganhar eleições, diz boato (Foto: Reprodução/Facebook)

Boato – Se Lula vencer as eleições, vai implementar pautas como banheiros unissex e ideologia de gênero nas escolas. 

Na reta final das eleições de 2022, a desinformação tem se intensificado. A disputa para a Presidência da República agora gira em torno do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do atual presidente Jair Bolsonaro.

Com isso, a desinformação tem se concentrado na disputa presidencial e no próprio processo eleitoral. Nos últimos dias, diversas fake news atacando os candidatos à Presidência, em especial o ex-presidente Lula, começaram a pipocar na internet.

Exemplo disso é a história de hoje. De acordo com uma publicação que está sendo compartilhada nas redes sociais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva iria implementar banheiros unissex e a ideologia de gênero nas escolas. “Se vc votar no Lula, esas Paltas como banheiro unissex e a ideologia de gênero, será aceita, é isso que vc quer?”, diz a mensagem que circula online.

Lula vai implantar banheiros unissex e ideologia de gênero nas escolas se ganhar eleições?

Vídeo: é falso que Lula foi flagrado beijando Suzanne von Richtofhen

A informação viralizou nas redes sociais, em especial, no Facebook e deixou muitas pessoas (aquelas preocupadas com a moral e os bons costumes) revoltadas. Apesar disso, a história não é verdadeira. A explicação fica por conta da origem da informação e pela falta de provas.

Não é novidade para ninguém que, durante os períodos eleitorais, informações falsas que tratam sobre assuntos delicados são constantemente publicadas na internet. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras delas, como a que dizia que o plano de governo de Lula prevê o fim do combate ao tráfico e a implementação da ideologia de gênero. Também a que indicava que Bolsonaro teria posado ao lado de quadro de demônio Baphomet, na maçonaria, e, por fim a que apontava que Paes teria colocado Freixo na Secretaria de Educação para implantar banheiro unissex nas escolas.

Se isso não bastasse, a equipe do Boatos.org desmentiu uma história bastante parecida em outubro de 2020, durante o primeiro turno das eleições municipais. Na oportunidade, a história apontava que o PSOL teria pedido ao STF para implementar banheiros unissex na escolas e a obrigatoriedade da ideologia de gênero.

Assim como lembramos na época, o termo “ideologia de gênero”, além de incorreto, é preconceituoso. Ele visa apenas a criação de um pânico moral, tentando fazer com que a sociedade acredite que seria possível obrigar as pessoas a serem gays, travestis ou transexuais.

Bem, se isso não fosse o suficiente, essa história de que o PSOL quer implementar a “ideologia de gênero” já é antiga e não tem nada de verdade. Primeiro, porque o termo “ideologia de gênero”, além de errado, é preconceituoso. Segundo, porque o termo surgiu de uma ideia delirante de alas conservadoras que acreditam que, ao falar sobre questões de gênero e orientação sexual, crianças e adolescentes pudessem ser influenciados a serem homossexuais ou transexuais (como se isso fosse possível!). O termo começou a ser utilizado no final dos anos 1990 e ganhou força ao longo das eleições de 2018. Estudiosos afirmam que o uso do termo tem como objetivo assustar a sociedade, causando um “pânico moral”, e que ele não tem reconhecimento algum dentro da Ciência.

Por fim, a própria assessoria de comunicação do ex-presidente Lula desmentiu a informação. De acordo com ela, a história surgiu como uma forma de assustar eleitores conservadores com base em mentiras e funciona como uma cortina de fumaça, tirando o centro das atenções das pautas que interessam, como economia, saúde, educação etc. Veja o que diz trechos do comunicado:

O bolsonarismo está circulando um material inventado, dizendo um eventual governo do PT implantaria banheiros unissex em escolas e repartições públicas. Isso é falso! A postagem mentirosa varia de formato e, em uma das versões, cita uma lei proposta por um vereador de direita, do PROS, e que foi negada, ou seja, não avançou. Mas para o bolsonarismo não interessa a verdade e, sim, criar e divulgar materiais para assustar adultos inventando perigos imaginários para crianças. Isso se chama pânico moral.

A pauta do banheiro unissex é um dos pilares do que a máquina de desinformação e fake news de Bolsonaro movimenta, a suposta “ideologia de gênero”. A insistência em “alertar” as pessoas sobre algo que não existe é uma maneira desonesta de confundir eleitores conservadores, especialmente o público evangélico. Já mostramos que a expressão não é sequer reconhecida por pesquisadores do tema e que o uso político dela tem a finalidade de tumultuar o debate público e causar pânico desnecessário.

Em resumo: a história que diz que Lula quer implementar banheiros unissex e a ideologia de gênero nas escolas é falsa! A história lembra muito outra fake news desmentida pela equipe do Boatos.org, durante as eleições municipais de 2020. Além de não existir nada sobre o assunto nas propostas de governo do ex-presidente Lula, já alertamos por aqui que o termo “ideologia de gênero” é errado e preconceituoso. Na realidade, o termo surgiu como uma forma de assustar pessoas conservadoras e difundir uma ideia equivocada de que todos pudessem se tornar gays, travestis ou transexuais por uma simples influência (o que é mentira). Esse tipo de fake news já vem sendo usada desde 2018 e segue sendo compartilhada como uma estratégia para enganar os desavisados e os conversadores. Na realidade, não existe nada sobre o assunto no plano de governo de Lula. Ou seja, a história não passa de balela!

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso
Marcações: