PSOL pede no STF banheiros unissex nas escolas e obrigatoriedade da ideologia de gênero #boato

Boato – PSOL exige no STF a implementação de banheiros unissex e a obrigatoriedade da ideologia de gênero nas escolas. 

As eleições municipais 2020 estão se aproximando. Neste ano, o pleito ocorre, exclusivamente, no dia 15 de novembro, devido à pandemia pela Covid-19. Já o segundo turno ocorre no dia 29 de novembro.

Quer se livrar de boatos? Clique para curtir o Boatos.org

Siga o Boatos.org no Twitter:


Se inscreva no nosso canal no Youtube

 

Receba as nossas atualizações no grupo do WhatsApp (só postagens do administrador, não se preocupem): http://bit.ly/2Z5PgE0

Confira o nosso Instagram:

Instagram

Lista no Telegram
https://bit.ly/2VSlZwK

A propaganda eleitoral está a todo vapor e, ao que tudo indica, as fake news sobre o período também. Exemplo disso são as histórias falsas sobre o assunto que a equipe do Boatos.org vem recebendo nos últimos dias.

E de acordo com uma publicação que está circulando nas redes sociais, um certo partido estaria dando o que falar por determinadas exigências em escolas. Segundo o texto, o PSOL teria solicitado ao Supremo Tribunal Federal (STF) a implementação de banheiros unissex em todas as escolas. Além disso, ainda de acordo com a mensagem, o partido também teria exigido a obrigatoriedade da “ideologia de gênero” nas escolas. Confira:

Confira o desmentido em vídeo:

Versão 1: “ATENÇÃO SENHORES PAIS… O PSOL (um partido do demônio) entrou com pedido no STF para que volte a ideologia de gênero nas escolas, banheiros unissex e a volta dos Peladões com crianças, como arte. E o STF irá julgar essa aberração no próximo dia 11/11/ 2020. Que todos permaneçam atentos”. Versão 2: “Pensei que tinha caído por terra a ideologia de gênero “só que não” o PSOL continua na luta para destruir as nossas crianças. PSOL quer um banheiro único nas escolas para meninas e meninos”.

Versão 3: “E uma vergonha que o PSOL estar fazendo fazendo pressão no Tribunal Supremo para que seja incluindo na lei diretrizes basica da educação sobre gênero e que cada Escola não tenha banheiro feminino e masculino .Mas um banheiro unissex”. Versão 4: “STF VOTARÁ OBRIGATORIEDADE DA IDEOLOGIA DE GÊNERO POR AÇÃO DO PSOL. PSOL protocolou ação no STF a obrigatoriedade da ideologia de gênero não só nas escolas que seria por si só desastrosa mas em todo o país seja no comércio, nas empresas e etc. Banheiro unissex entre outras tantas gravidades desse projeto”.

PSOL pede no STF banheiros unissex nas escolas e obrigatoriedade da ideologia de gênero?

A informação tem causado grande burburinho nas redes sociais, em especial, no Facebook e no WhatsApp. Algumas publicações já contam com milhares de compartilhamentos. Apesar disso, a história não passa de balela.

Para começo de história, basta olhar para as mensagens para ficar com uma pulga atrás da orelha. As publicações seguem aquele velho roteiro de fake news na internet. Elas são vagas, alarmistas, possuem erros de português e não citam fontes confiáveis.

Além disso, nos últimos anos, a insistência no tema “sexualização de crianças” é de assustar. A equipe do Boatos.org já desmentiu inúmeras histórias referentes ao assunto, como a que dizia que a capa do kit gay do ex-candidato à Presidência da República, Fernando Haddad, teria vazado na internet. Também a que indicava que Fernanda Costa, ativista da ideologia de gênero do PSOL, teria maltratado uma mendiga e, por fim, a que apontava que o ex-deputado Jean Wyllys e a cantora Pabllo Vittar iriam fazer uma turnê LGBT em escolas de todo o país.

Bem, se isso não fosse o suficiente, essa história de que o PSOL quer implementar a “ideologia de gênero” já é antiga e não tem nada de verdade. Primeiro, porque o termo “ideologia de gênero”, além de errado, é preconceituoso. Segundo, porque o termo surgiu de uma ideia delirante de alas conservadoras que acreditam que, ao falar sobre questões de gênero e orientação sexual, crianças e adolescentes pudessem ser influenciados a serem homossexuais ou transexuais (como se isso fosse possível!). O termo começou a ser utilizado no final dos anos 1990 e ganhou força ao longo das eleições de 2018. Estudiosos afirmam que o uso do termo tem como objetivo assustar a sociedade, causando um “pânico moral”, e que ele não tem reconhecimento algum dentro da Ciência.

Ao analisar sobre o tal pedido do PSOL ao STF, descobrimos que o processo ADI/5668, iniciado em 2017, não tem nada a ver com a história que anda circulando por aí. Na realidade, o documento pede para que se acrescente, a um trecho do Plano Nacional de Educação (PNE), o combate à discriminação por gênero, identidade de gênero e orientação sexual. Isto é, não tem nada a ver com incluir a “ideologia de gênero”, mas sim obrigar as escolas a coibiram qualquer discriminação contra mulheres, transexuais e homossexuais. Ninguém quer obrigar o seu filho a se tornar homossexual ou transexual (isso nem é possível!), mas sim fazer com que ele respeite a diversidade. Vale ressaltar que o pedido está de acordo com a atual lei vigente no Brasil. Desde 2019, o STF entende que a homofobia (discriminação por identidade de gênero e orientação sexual) é crime.

Além disso, ao procurar por mais informações, também descobrimos que essa história de banheiros unissex não existe. Como é possível ver no site do STF, o projeto pede apenas que as escolas sejam obrigadas a combater o bullying homofóbico. Nada mais, nada menos.

Em resumo: a história que diz que o PSOL pediu ao STF a implementação de banheiros unissex e a obrigatoriedade da “ideologia de gênero” nas escolas é falsa! Em 2017, o PSOL solicitou ao STF que o combate à discriminação por gênero, identidade de gênero e orientação sexual se tornasse obrigatório em todas as escolas. É importante ressaltar que o pedido é legítimo, pois, em 2019, o próprio STF criminalizou a homofobia (discriminação por identidade de gênero e orientação sexual). Ao analisar o processo, não encontramos nada sobre obrigatoriedade de “ideologia de gênero” e muito menos sobre a implementação de banheiro unissex. Ou seja, a história não passa de balela. Não compartilhe!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp http://bit.ly/2QvB43t
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK