Lula é vaiado e ouve gritos de ladrão no Centro de Convenções em Brasília em 2023 #boato

Boato – Lula não vai ter um minuto de paz. Ele foi vaiado e ouviu gritos de ladrão quando foi ao Centro de Convenções em Brasília em 18 de janeiro de 2023.

É fato que o movimento de quem espalha fake news em grupos no WhatsApp e Telegram está muito enfraquecido (até porque muitos dos disseminadores de conteúdo de ódio estão presos). Porém, ainda é possível ver uma que outra fake news “versão pré-2023” circulando por aí.

A última das histórias aponta que Lula foi vaiado e ouviu gritos de ladrão no Centro de Convenções de Brasília em 18 de Janeiro de 2023. Um vídeo postado no TikTok tem viralizado com força. “O Brasil nunca vai deixa o Lula corrupto em paz. Centro de convenções em Brasília 18/1/23”, diz uma das mensagens que circula online.

Lula foi vaiado e ouviu gritos de ladrão no Centro de Convenções em Brasília em 2023?

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Principalmente em aplicativos de vídeos como o TikTok, Kwai e Helo, a tal história se espalhou com tudo na internet. Só que, apesar de o vídeo não ser fruto de montagem, a informação que aponta que Lula foi hostilizado em janeiro de 2023 é falsa.

A mensagem já começa a nos revelar a farsa. A mensagem em questão tem características de fake news como o caráter vago, o tom alarmista, erros de português e falta de citação de fontes confiáveis. Se não bastasse isso, não é de agora que fake news sobre “vaias e hostilidades” a Lula circulam por aí.

Já desmentimos fake news que apontavam que ele havia sido vaiado e chamado de ladrão em Pernambuco, que havia sido chamado de ladrão em Curitiba em 2022 e que havia sido hostilizado por uma multidão em um shopping em 2022.

Ao buscar pelo assunto, nada encontramos em fontes confiáveis. Aliás, Lula sequer foi ao Centro de Convenções de Brasília (que é o Centro de Convenções Ulysses Guimarães) no dia 18 de janeiro de 2023. Ele se encontrou com ministros, centrais sindicais e deu uma entrevista à GloboNews.

Ao buscar pelo vídeo, descobrimos que, na realidade, ele é de dezembro de 2022. Na ocasião, deputados distritais tomaram posse sob a presença da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro. Um pequeno grupo (possivelmente de algumas pessoas que hoje estão presas) gritou contra Lula. Outro pequeno grupo gritou contra Bolsonaro.

Outro detalhe que derruba a tese. Ao contrário do que apontam as mensagens em questão, é falso que Lula estava presente no dia em questão na posse de distritais. Ou seja: houve gritos, mas não foram para a presença do agora presidente.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que Lula foi vaiado e ouviu gritos de ladrão em 18 de janeiro de 2023 no Centro de Convenções de Brasília. O vídeo é de 2022 e Lula não estava no local no dia em questão.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3uwu4ra
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet