Lula doou R$ 25 milhões para o Hamas quando era presidente #boato

Boato – Em 2010, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva doou R$ 25 milhões para o grupo terrorista Hamas.

Bastou a pandemia arrefecer em Israel (graças à vacinação em massa) para os conflitos voltarem a assombrar a região. Em meio a bombardeios entre israelenses e palestinos, aqui no Brasil um texto aponta que Lula tem participação no “financiamento do terrorismo”.

De acordo com o texto que circula online, Lula, em 2010, havia doado R$ 25 milhões para o grupo terrorista Hamas. A mensagem que circula online (um print de uma publicação no Twitter com o teor “Hamas é o grupo terrorista que o Lula doou 25 milhões”) é acompanhada de trecho da Lei 12.292, assinada por Lula em 2010.

Lula doou R$ 25 milhões para o grupo terrorista Hamas?

Não demorou muito para o print se espalhar em redes sociais, e, principalmente, no WhatsApp. Porém, não é verdade que Lula doou os tais R$ 25 milhões para o Hamas em 2010. O que há é uma distorção da lei que foi printada na mensagem.

É importante citar que não é a primeira vez que notícias falsas tentam atribuir a Lula participação nos confrontos entre israelenses e palestinos. Já desmentimos informações falsas que apontavam que Lula se negou a homenagear vítimas do Holocausto (aqui e aqui) ou mesmo que Lula estava abrigando uma embaixada para “terroristas da Palestina”.

Assim como nos outros casos, a fake news mistura preconceitos e se utiliza disso para gerar uma informação errada. Partindo do pressuposto (já desmentido aqui) de que todo “muçulmano é um terrorista”, a mensagem atribui uma doação do governo brasileiro à Palestina a um “financiamento do islamismo”. Veja o que diz a Lei citada na mensagem:

Autoriza o Poder Executivo a realizar doação para a reconstrução de Gaza. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1o Fica o Poder Executivo autorizado a doar recursos à Autoridade Nacional Palestina, em apoio à economia palestina para a reconstrução de Gaza, no valor de até R$ 25.000.000,00 (vinte e cinco milhões de reais). Parágrafo único. A doação será efetivada mediante termo firmado pelo Poder Executivo, por intermédio do Ministério das Relações Exteriores, e correrá à conta de dotações orçamentárias daquela Pasta. Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Como é possível ver, em nenhum momento, é dito que a doação é ao Hamas. Há mais um detalhe nisso: doar à Palestina não significa doar ao Hamas. Na realidade, o governo do Estado da Palestina está nas mãos do grupo Fatah (que é, inclusive, rival do Hamas).

Na realidade, a doação do Brasil para a reconstrução da Faixa de Gaza fez parte de um esforço mundial para ajudar a Palestina. Ou seja: o Brasil não foi o único país a fazer a doação à Palestina na época.

Resumindo: a história que aponta que o Lula doou R$ 25 milhões ao Hamas quando era presidente da República é falsa. A doação na época (que fez parte de uma ação de diversos países) foi feita ao Estado da Palestina, que não é controlada pelo Hamas.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3aIzl5T
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3w3sv3d
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3wa3LY1

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet