Lula se negou a deixar flores no Museu do Holocausto de Jerusalém #boato

Boato – Ex-presidente Lula se recusou a homenagear vítimas do Holocausto, em Jerusalém, mas deixou flores para líder palestino

O presidente Jair Bolsonaro retornou de sua viagem a Jerusalém no dia 3 de abril de 2019, quarta-feira, mas sua visita ainda tem dado muito o que falar. Durante a viagem, Bolsonaro fez o simbólico plantio de uma oliveira e causou polêmica ao afirmar que sua muda cresceria mais do que a plantada pelo ex-presidente Lula.

Ao longo de sua visita, o presidente Jair Bolsonaro também prestou uma homenagem aos judeus no Museu do Holocausto de Jerusalém. E aí, a comparação ficou por conta da internet. Segundo publicações nas redes sociais, o ex-presidente Lula teria se negado a fazer o mesmo.

De acordo com as mensagens que estão circulando nas redes sociais, Lula não teria deixado flores ao visitar o Museu do Holocausto. Entretanto, ainda segundo as publicações, o ex-presidente teria homenageado um líder palestino ao visitar a região. Confira:

Versão 1: “A prova definitiva de que Lula é nazista! Lembrando que Hitler e a Causa Palestina eram aliados…”. Versão 2: “LULA COLOCOU FLORES PARA LÍDER PALESTINO E RECUSOU COLOCAR FLORES PARA VÍTIMAS DO HOLOCAUSTO”. Versão 3: “Lula se recusa a colocar flores no monumento em memória aos judeus mortos no holocausto e coloca flores no túmulo do presidente ditador e terrorista Yasser Arafat. ESSE PARTIDO SÓ TRÁS DERROTA E ATRASO PARA NÓS. VAMOS NOS VER LIVRES DELE DE UMA VEZ POR TODAS! ACORDA BRASIL”.

Transcrição da fala: “Acontece o seguinte: quando o Lula veio aqui a Israel, em uma visita oficial, levaram ele ao Museu do Holocausto. E ele recusou botar flores nesse monumento, que fazem todo mundo numa visita oficial. Mas, daqui, ele foi para Hamala e colocou flores na tumba de Yasser Arafat. Só para não danificar as relações de Israel com o Brasil é que ele não foi expulso”.

Lula se negou a deixar flores no Museu do Holocausto de Jerusalém durante visita?

É claro que a história causou polêmica nas redes sociais e os comentários condenando a suposta atitude do ex-presidente Lula começaram a pipocar na internet. Mas será que Lula realmente teria se recusado a colocar flores em homenagem às vítimas do Holocausto, em Jerusalém? A resposta é não e os detalhes você confere a seguir.

Vamos lá! Para começo de história, as mensagens apresentam as principais características de fake news na internet: são vagas, alarmistas, possuem erros de português e não citam fontes confiáveis. E, por mais que a pessoa no vídeo faça a afirmação, ela também não cita um local onde podemos confirmar a informação (ou apresenta uma prova concreta).

Além disso, procuramos pela informação em outros veículos de comunicação, mas nada encontramos. Vale ressaltar que a história começou a circular após a visita do presidente Jair Bolsonaro a Jerusalém. Naquela oportunidade, Bolsonaro estreitou laços com Israel e não visitou a região da Palestina, gerando críticas por parte do grupo islâmico Hamas.

No meio de toda essa situação, publicações afirmando que o ex-presidente Lula teria feito o inverso começaram a pipocar nas redes sociais. A prova seria o vídeo que acompanha as mensagens.

Foi aí que resolvemos investigar essa história a fundo e descobrimos que ela não passa de balela. Ao procurarmos sobre a visita de Lula a Israel, descobrimos que, em 2010, ele não só visitou o Museu do Holocausto, como também acendeu uma vela em homenagem às vítimas do Holocausto e deixou uma coroa de flores com as cores da bandeira do Brasil no local.

Além disso, após as acusações começarem a viralizar nas redes sociais, o deputado federal José Guimarães compartilhou uma matéria, em vídeo, da emissora NBR, mostrando a visita de Lula ao Museu do Holocausto e a homenagem prestada pelo ex-presidente.

Em resumo: a história que diz que Lula se recusou a deixar flores em homenagem às vítimas do Holocausto, em Jerusalém, é falsa! Matérias e vídeos na internet provam o contrário: Lula não só visitou o Museu do Holocausto, como também acendeu uma vela e deixou uma coroa de flores em homenagem aos judeus mortos durante o nazismo. Ou seja, a história é #boato. Até a próxima!

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61)99177-9164.

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)