Jean Wyllys diz que quer banir a Bíblia do Brasil no novo governo #boato

Boato – O provável novo ministro de Educação Jean Wyllys declarou que vai banir a Bíblia de todo o território nacional no novo governo, de Lula. 

Muitas das fake news que circulam na internet são nada menos do que informações falsas derivadas de outras balelas. Temos mais um exemplo hoje, que aponta para o ex-deputado federal Jean Wyllys.

Outro dia, desmentimos a fake news que apontava que ele seria o novo ministro da Educação do Brasil no governo Lula. Agora, uma mensagem apontava que ele não só seria o “provável novo ministro” como também apontava que ele havia dado uma declaração das mais polêmicas.

Confira também: É falso que Lulinha foi preso no Paraguai! Confira o desmentido em vídeo:

Clique e siga o Boatos.org no YouTube

Uma citação com a imagem dele aponta que a primeira pauta de Jean Wyllys seria acabar com a Bíblia no país para que “práticas naturais” como o uso da maconha e relações homoafetivas fossem aprovadas. Leia a mensagem que circula online:

Sim, estou voltando! Nossa primeira pauta, será mudar o conceito de laicidade no nosso país. Chega de dar poder a pastores, padres e diversos crentes para usara bíblia para ofender e criminalizar práticas naturais como uso de maconha, e relações homoafetivas. Só há um jeito, banir a bíblia de todo território nacional” Jean Wyllys Provável Ministro da Educação para 2023 “VAMOS BANIR A BIBLIA NO BRASIL

Jean Wyllys disse que quer banir a Bíblia do Brasil?

A mensagem não demorou a se espalhar em grupos bolsonaristas. Porém, se trata de uma mistura de diversas outras fake news que já desmentimos aqui no Boatos.org e, claro, não procede.

A mensagem em questão já nos deixa desconfiados da veracidade da informação. O texto é alarmista e não cita nenhuma fonte confiável que comprove a informação. Para piorar, a história é uma espécie de compilado de outras fake news que já desmentimos na internet.

Não é verdade que Jean Wyllys é o “provável novo ministro da Educação”. Ao contrário, o próprio Jean Wyllys desmentiu esta fake news durante a campanha eleitoral. Veja o que ele falou na época:

Aviso aos criminosos dessa seita: estou mais que preparado para ser ministro da Educação, mas infelizmente eu não serei. Não porque @Lula  não confie em mim. Mas porque EU NÃO QUERO! Minha função será outra: a desnazificar o Brasil por meio da arte, da literatura e do jornalismo.

De lá para cá, nada mudou. Jean Wyllys continua não sendo candidato ao Ministério da Educação. Ou seja, ele não é provável tampouco possível ministro de Lula nesta área.

Agora, sobre a frase. Não só não há qualquer informação em fonte confiável que aponte para a tal declaração como Jean Wyllys fez uma postagem classificando a informação como falsa (e também com uma crítica à imprensa). Leia:

Chega! Estou farto das mentiras, fake news e calúnias do bolsonarismo. Estou farto também da “ingenuidade” e da condescendência da imprensa em relação a essa organização criminosa!  LEIAM!

Vale apontar que não é a primeira vez que fake news usando o nome do ex-deputado e da Bíblia circulam online. Já desmentimos que ele havia sugerido uma “emenda à Bíblia”, que tinha dito que a Bíblia é uma piada” e que iria fazer um filme com paródia da Bíblia.

Resumindo: é falsa a informação que aponta que Jean Wyllys havia sugerido que iria acabar com a Bíblia no Brasil. Trata-se de uma fake news que mistura outras informações falsas já desmentidas no Boatos.org.

Ps: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo siteFacebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3sexfTk
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet