Mentira: Jean Wyllys diz que a Bíblia é uma piada e cristãos são palhaços

Mensagem que circula sobre Jean Wyllys e Bíblia é falsa
Mensagem que circula sobre Jean Wyllys e Bíblia é falsa

Boato – Deputado Federal teria declarado guerra aos cristãos do país e afirmado que quem crê na Bíblia é um palhaço.

Um dos momentos mais polêmicos das eleições 2014 foi a resposta do candidato à Presidência Levy Fidelix (PRTB) a uma pergunta feita pela candidata Luciana Genro (PSOL) durante um debate no dia 28 de setembro.

Após a declaração homofóbica de que “aparelho excretor não reproduz”, ele recebeu uma enxurrada de críticas. Luciana Genro e o deputado federal Jean Wyllys também entraram com uma representação contra o candidato no TSE. Ao mesmo tempo, voltou a circular uma mensagem sobre Wyllys na web.

Uma postagem no Facebook dava conta de que o deputado (também do PSOL) teria dado uma declaração contra cristãos. Wyllys teria falado que a Bíblia é uma piada e que quem crê nela é um palhaço. Leia texto que circulou também em blogs e sites religiosos:

A bíblia é uma piada, quem crê nela é palhaço, e as igrejas são uns circos. Pronto falei!

Exigimos a cassação do Deputado Jean Wyllys por falta de decoro parlamentar. Após rpetitivos ataques contra o povo brasileiro, à igreja e contra qualquer um que se oponha às exigências feitas pelo Deputado, pela falta de respeito para a com a família brasileira e pela apologia que ele tem feito de uma liberdade que fere vários incisos da nossa Constituição, nós pedimos a cassação do Deputado.

Se você é cristão, deve ter ficado com raiva dele. Mas não precisa ficar não. A informação trata de uma declaração que nunca existiu. Apesar de Wyllys ser notoriamente contra alguns membros de igrejas evangélicas por defender posições pró-grupos LGBT (só para citar dois exemplos: Marco Feliciano e Sila Malafaia), ele nunca falou nada disso.

Para resolver o mistério, precisamos voltar ao passado e descobrir de onde saiu a suposta afirmação. O texto surgiu de uma reportagem publicada no JB Wiki, canal colaborativo do Jornal do Brasil em 2011. O texto apontava que o deputado teria declarado guerra aos cristãos e, entre outras coisas, inseriu a afirmação polêmica. Depois disso, o telefone sem fio que é a web tratou de criar posts apenas com a frase.

Agora de onde foi tirada tal declaração? Temos três opções: a) de uma conta em rede social de Jean Wyllys; b) de uma entrevista que ele deu ou; c) de algum discurso político pelo por ele na Câmara. Se você respondeu qualquer uma das três opções, está errado.

Não há um único registro que o depuado tenha falado isso. Nem em redes sociais, nem em vídeos da Câmara, nem em entrevistas. Procurando sobre o assunto na web, encontramos apenas mais trechos copiados dos textos e alguns desmentidos.

Depois que a polêmica surgiu, o próprio Jean Wyllys tratou de desmentir a história. Por meio do Facebook, ele explicou o que teria acontecido. Esta matéria do site de Sydney Rezende também desmente a história. Outro link que aponta para a balela é do Portal Vírgula. Em uma entrevista, ele comentou a história. Leia:

A campanha difamatória está em curso. Essa afirmação de que eu chamei os cristãos de doentes, essa calúnia, veio seguida de outra calúnia de que eu teria feito afirmação que Bíblia era uma piada e que por fim uma última calúnia que afirma que eu teria defendido a pedofilia em uma entrevista à rádio CBN.

Essa não foi a primeira vez que o nome de Jean Wyllys aparece no Boatos.org como vítima de balelas. Esse texto falava que o deputado queria criar e profissão de ex-BBB e este outro falava que ele defendeu pedofilia em entrevista.

Resumindo a história: por falta de uma prova consistente (não há registro algum de quando e em que condições Jean Wyllys falou isso), pelos desmentidos e pelo histórico de mentiras relacionadas ao deputado, chegamos a conclusão de que Jean Wyllys não falou que a Bíblia é uma piada.

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet

error: Em vez de copiar o nosso conteúdo, compartilhe no Facebook :)