Ives Gandra explica, em áudio, como fazer faixas para manifestações de 7 de setembro #boato

Boato – O jurista Ives Gandra Martins explicou como fazer as faixas para as manifestações de 7 de setembro. Ele pediu para fazer faixas como “Queremos troca dos ministros” e “Queremos renovar o parlamento” e explicou a diferença entre protesto e manifestação.

Como temos falado há alguns dias, uma das pautas que mais têm gerado informações erradas na internet é a das manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro que estão marcadas para o dia 7 de setembro de 2021. A mais nova história que circula na internet é a que aponta para uma suposta “aula” de como se manifestar que teria sido dada pelo jurista Ives Gandra Martins.

Mensagens em redes sociais apontam que ele teria “dado dicas” de como fazer as faixas para as manifestações. De acordo com o texto que circula online, ele teria sugerido faixas com dizeres como “Queremos Troca dos ministros” e “Queremos Renovar o parlamento”. Leia a mensagem que circula online:

Povo brasileiro boa noite ! Prestem a atenção no que devemos fazer para obtermos êxito: Dr. Ives Gandra explica como fazer as faixas: Queremos Troca dos ministros! Queremos Renovar o parlamento! Queremos que os corruptos sejam presos! Queremos o saneamento das instituições! Queremos o voto impresso auditável com contagem pública ! Temos que fazer manifestação e não protesto. Pois, protesto refere-se a o que já aconteceu. Ou seja, é o que não queremos. Manifestação, é um pedido do que queremos. Entenderam ? Então, temos que fazer as faixas dizendo o que queremos.

Junto à mensagem, tem circulado, também, um áudio atribuído ao jurista no qual ele teria dado orientações sobre os pedidos que deveriam ser feitos nas manifestações e apontado que há uma diferença conceitual entre “protesto” e “manifestação”. Leia trechos do arquivo (transcrito automaticamente):

Olá pessoal por favor quando vocês forem fazer as faixas, os cartazes tenham em mente o seguinte: nós não estamos indo na Paulista ou em Brasília onde quer que seja fazer protesto. Nós estamos indo fazer uma manifestação. São coisas completamente diferentes. Protesto você faz em cima de algo que já aconteceu outra dizer a senhora não gostei do que aconteceu não concordo com o que aconteceu isso é protesto ou seja no protesto que você fala o que você não quer. Nós estamos indo fazer manifestação. E manifestação é para você dizer o que você quer. E então nosso pedido tem que ser coerente e claro. Se não for coerente e claro, ele não será ouvido.

E o nosso Presidente já disse: eu vou fazer o que vocês pedirem. Bom então com isso em mente, raciocine. Cartazes do tipo fora STF, cartazes que criticam… não estão pedindo nada. Eu entendo isso e nós temos que fazer cartaz dizendo que nós queremos. o que nós queremos nós queremos o voto impresso auditável. E especialmente com contagem pública. Nós queremos O saneamento das instituições. Não adianta você falar fora STF. Vai continuar existindo. Nós somos uma república o que nós queremos é tirar as pessoas de lá tirar os ocupantes desses Cargos. […]

Ives Gandra explico, em áudio, como fazer faixas para manifestações de 7 de setembro?

A mensagem e o áudio (em alguns casos, em conjunto, em alguns casos, separadamente) têm viralizado em redes sociais e, principalmente, no WhatsApp. Porém, a “dica em questão” não é de Ives Gandra Martins e o áudio não é de autoria dele.

Como falamos lá no início do texto, o histórico recente de boatos relacionados às manifestações de 7 de setembro têm sido constantes na internet. Desmentimos falas falsamente atribuídas a figuras como o vice-presidente Hamilton Mourão, a ministra da Agricultura Tereza Cristina e à primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Além disso, as mensagens que circulam em redes sociais têm características como serem vagas, alarmistas, terem erros de português e não citam qualquer fonte confiável que comprove que Ives Gandra Martins é o autor do áudio ou que deu as tais dicas.

Com isso, tentamos entrar em contato com o escritório de advocacia de Ives Gandra Martins. Em resposta ao Boatos.org, o próprio Ives negou a informação: “Não é verdade. Não lidero nenhum movimento. Tenho admiração pelos Ministros do STF, apesar de, algumas vezes, no campo doutrinário, deles divergir”, disse. Também foi enviada uma nota ao nosso site negando a informação:

Circula vídeo, com voz de alguém que se passa por mim, incitando o povo a vir às ruas, no dia 07/09, contra a Suprema Corte. É falso e criminoso. Tenho respeito e admiração pelos Ministros do Pretório Excelso, embora possa divergir, como professor, desta ou daquela decisão. Não lidero qualquer espécie de movimento e tenho, em minhas manifestações, sempre pessoais apenas, insistido no diálogo entre os Poderes para reduzir as tensões atuais.

Foi nos informado também que ele não é o autor do áudio em questão que está circulando em redes sociais. Além disso, o jurista também fez uma publicação no Instagram desmentindo que seja autor do áudio e reiterando que respeita os ministros do STF, embora divirja de algumas posições. Assista (vale a pena):

Resumindo: é falsa a informação que aponta que o jurista Ives Gandra Martins gravou um áudio com dicas de como fazer faixas para as manifestações de 7 de setembro, explicou o que “precisa ser pedido” e fez uma diferenciação entre protesto e manifestação. O áudio não é dele e o próprio fez um desmentido sobre o assunto em seus canais oficiais.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3yPELWj
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet