Fachin cancelou crimes de Lázaro e Cármem Lúcia deu 48h para ele explicar por que morreu #boato

Boato – O Brasil está se mexendo após a morte de Lázaro. Entre diversas atitudes de ministros do STF e políticos, Edson Fachin cancelou os crimes dele e Cármem Lúcia deu 48h para o bandido se explicar por que morreu.

Como já falamos no nosso último A Semana em Fakes e como tem sido visto em algumas das nossas últimas publicações, o tema Lázaro Barbosa (mesmo após a captura do criminoso) ainda tem sido muito popular no “mundo das fake news”. A prova disso é que hoje vamos falar de mais uma notícia falsa que tenta politizar o caso.

De acordo com uma grande mensagem que circula online, diversas autoridades da república (todas, “coincidentemente”, não-aliadas ao presidente Jair Bolsonaro) teriam tomado medidas polêmicas após o caso. O texto cita quase todos os ministros do STF (com exceção de Nunes Marques, indicado por Bolsonaro), OAB, membros da CPI da Pandemia (nenhum aliado ao governo) e políticos da esquerda brasileira.

O texto começa falando que Edson Fachin “cancelou” os crimes de Lázaro e que Cármem Lúcia deu 48h para Lázaro explicar por que morreu. O resto da mensagem você confere logo abaixo (alerta textão):

Fachin cancela os crimes de Lázaro. Diz que os crimes só poderiam ter sido descobertos pela polícia da Bahia; Carmem Lúcia dá 48 hs para Lázaro explicar o porquê morreu; Rosa Weber desobriga Lázaro de se submeter à autópsia no IML; Alexandre diz que morte de Lázaro é fake; Gilmar anula a morte de Lázaro e o absolve, impedindo o sepultamento; Barroso diz que morte de Lázaro não será auditada; Marco Aurélio tinha mandado Lázaro não fugir e ficar em casa; Lewandowski picotou o código penal e inocentou Lázaro; Tóffoli disse que Lázaro foi descoberto, graças ao STF;

Renan disse que vai convocar Lázaro para depor na CPI, contra o Bolsonaro; Maria do Rosário acusa a polícia de ser assassina de um cidadão honesto, o Lázaro; A OAB se manifestou, e disse que Lázaro e Adélio são vítimas do Bolsonaro; Freixo lamenta a perda, queria lançar Lázaro candidato do PSB (seu novo partido) à presidência; Gleisi e Lula lamentam a morte do “cumpanhero” Lázaro; Aziz e Randolfe dizem que Lázaro morreu porque tomou Cloroquina, e que toda a culpa é do Bolsonaro; Fux diz que vai analisar tudo e em 20 anos dará o parecer… Aguardem novas notícias, pois isso é BRASIL SIL SIL!!!

Fachin cancelou crimes de Lázaro e Cármem Lúcia deu 48h para ele explicar por que morreu?

A mensagem se espalhou na internet, principalmente entre perfis e grupos favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro. Só há um “pequeno detalhe” em toda essa narrativa. Não é verdade que todas essas pessoas tomaram essas atitudes.

A mensagem (como um boato que costuma viralizar) carrega características como ser alarmista, com erros de português e não cita nenhuma fonte confiável que confirme qualquer uma das ações das autoridades citadas.

É possível notar que muitas das ações estão relacionadas com outras notícias falsas populares entre bolsonaristas. Só para citar alguns exemplos: 1) de que o voto em urnas não podem ser auditáveis (o que é falso). 2) De que a cloroquina é eficaz contra a Covid-19 e que há uma perseguição contra ela. 3) De que a esquerda e os “direitos humanos” só “defendem bandido”. 4) De que Bolsonaro não tem culpa nenhuma pela situação da pandemia.

Ao procurar por qualquer uma das atitudes citadas, obviamente, não encontramos nada. Só para ficar nos primeiros casos. A alusão a Fachin é relacionada à anulação do processo da Lava Jato contra Lula por causa da competência de comarca. Já a alusão a Cármem Lúcia é quando ela pediu prazo para o presidente da Câmara explicar por que não analisou processos de impeachment contra Bolsonaro.

Resumindo: a história que aponta para diversas atitudes de autoridades em relação ao caso Lázaro Barbosa é falsa. Trata-se apenas de uma amontoado de “mimimis” que reforçam fake news ou servem para “reclamar” de decisões do STF que está se espalhando em grupos de simpatizantes ao presidente Jair Bolsonaro.

Ps.: Esse artigo é uma sugestão de leitores do Boatos.org. Se você quiser sugerir um tema ao Boatos.org, entre em contato com a gente pelo site, Facebook e WhatsApp no telefone (61) 99458-8494.

Ps2: Confira a nossa nova seção “Oportunidades” clicando aqui. Na página, você pode acesso a promoções, descontos e sites que dão brindes.

 – Siga-nos no Facebook http://bit.ly/2OU3Zwz
 – Siga-nos no Twitter http://bit.ly/2OT6bEK
 – Siga-nos no Youtube http://bit.ly/2AHn9ke
 – Siga-nos no Instagram http://bit.ly/2syHnYU
 – Grupo no WhatsApp https://bit.ly/3vN6CET
 – Lista no Telegram https://bit.ly/2VSlZwK
 – Siga-nos no TikTok https://bit.ly/3w3sv3d
 – Siga-nos no Kwai https://bit.ly/3cUbEso

Edgard Matsuki

Jornalista e caçador de falcatruas na internet